24 horas com a natureza no Parador Casa da Montanha, um luxo ecológico

Por Alexandra Aranovich

Visitar os cânions e se hospedar no Parador Casa da Montanha sempre foi um sonho particular.  E como era um sonho, talvez o que vou relatar a seguir carregue um exagerado (e verdadeiro!) entusiasmo, tanto nos textos quanto nas fotografias. Foi sem dúvida um dos hotéis mais próximos da natureza que já conheci e com uma temática fantástica onde as acomodações são barracas térmicas muito bem decoradas.

 

parador C M

Mistura aventura, ecoturismo, costumes gaúchos e charme. Uma sofisticação rural cercada por uma das mais impressionantes obras das natureza, os cânions. Esse é o Parador Casa da Montanha Ecovillage.

Parador Casa da Montanha Cambara (35)
Sempre tive grande expectativa em conhecer o Parador, situado na área de Cambará do Sul, cidade considerada porta de entra dos Cânions no RS.  O hotel é dos mesmos proprietários do Casa da Montanha de Gramado, outro ícone da rede hoteleira na Serra Gaúcha. Nossa visita aconteceu no final do verão e em família. A mais ansiosa da turma era eu, falando para meus filhos que eles dormiriam em uma barraca e variam um “acampamento”.  “Como assim barracas, mãe? Vai ter banheiro, bicho, fogueira ? ”

Parador Casa da Montanha RS

Chegando no Parador 

Chegamos no hotel após o horário de almoço. Pela manhã, visitamos o Cânion Itaimbezinho (muito próximo ao Parador e na mesma estrada) e almoçamos uma comida caseira no simpático e autêntico Bolicho do Guabiroba.  A propriedade do Parador casou um impacto positivo, mesmo antes do check in , quando entramos de carro pela bela fazenda do Campos de Cima da Serra. Ao lado do estacionamento, uma horta orgânica já dava sinais de que a gastronomia seria um dos diferenciais.

parador casa da montanha Canions

IMG_3052

O dia de sol estava lindo, o que me deixou ainda mais empolgada. Os pequenos detalhes são percebidos logo na recepção: misturam tradições gaúchas (o chimarrão, o poncho) com o encanto do espaço e a cordialidade dos funcionários que vestem uniformes impecáveis. Depois do olhar, é o cheiro que se destaca em nossos sentidos. Em vários ambientes do Parador Casa da Montanha há um suave aromatizador de canela que, aliado aos ares do campo, transmite um bem-estar apaziguador. Sem falar do cheiro da lenha queimando ao anoitecer.

 

Casa da Montanha Canions

Parador Casa da Montanha barracas

Hotel Parador Casa da Montanha RS

horta Casa da Montanha

A Barraca 

Chave em mãos, era hora de conhecer a nossa cabana com nome de um dos Cânions mais celebrados da região, o Itaimbezinho. Como estávamos em 4 (casal e 2 filhos) nos hospedamos na BARRACA SUÍTE, categoria de acomodação que, ao meu ver, é a mais indicada das três que o Parador oferece (nem sempre disponível nas ofertas do Booking!). É perfeita tanto para namorar como para quem leva os filhos.

Parador Casa da Montanha Cambara (13)

Além de contar com banheiro completo e varanda com jacuzzi, é mais bem posicionada. As cabanas dessa categoria estão praticamente no camarote: debruçadas no Rio Camarinhas, na copa das árvores e araucárias, e na paisagem cinematográfica do campo.

Parador Casa da Montanha Cambara (11)

Pensa em uma pessoa realizada, tentando se acalmar de tanta felicidade e agradecida por aquele dia iluminado. Essa era eu !

Casa da Montanha Parador 2

DCIM104GOPRO

Captura de tela 2016-04-24 às 00.02.50

Parador Casa da Montanha Cambara (17)

Olhei para o meu filho e perguntei: “E aí, o que achou do nosso acampamento ?” E ele, também empolgado, prontamente me respondeu com sua sinceridade e objetividade :”Mãe, isso não é acampamento. Isso é luxo!”. Ok, em parte, ele estava certo. Guri esperto.

o banho completo e os cheirosos kits de higiene

o banho completo e o cheiroso kit de higiene

Os hóspedes são recebidos com um mimo de boas vindas que adorei , extremamente perfeito para brindar a ocasião: meia garrafa de vinho tinto da Serra Gaúcha, pães caseiros (feitos na cozinha do hotel) e queijo colonial.

Parador Casa da Montanha m

Parador Casa da Montanha Cambara (5)

Ao sentir o clima fantástico do local (e ver que a previsão do tempo prometia ser maravilhosa) percebi que apenas uma noite (a gente só tinha uma diária reservada) seria pouco. Fui correndo para a recepção para ver se havia disponibilidade para mais uma diária. Para minha tristeza, o hotel estava lotado no fim de semana. Tudo bem, restou  o desejo imenso de voltar (principalmente a dois para namorar!).

Casa da Montanha Parador 1

A natureza

Sentimos a natureza sussurrando no ouvido e despertando o nosso olhar. Caminhamos pela propriedade, às margens do Rio Camarinhas que corta a fazenda, observamos os pássaros e a vegetação. Visitamos a sauna, a casa de banho, o restaurante e a sala principal da lareira e bar e mesa de bilhar que se abre para um deslumbrante deck, local ideal para um brinde e celebração do pôr do sol.

Parador C

Parador Casa da Montanha Cambara (9)

IMG_2841

Repousamos em dois momentos na varanda da nossa cabana. Primeiro à tarde, quando fazia muito calor, nos refrescamos em um banho bem gelado na jacuzzi.

tomando sol e banho de água gelada (água do arroio !)

tomando sol e banho de água gelada (água do arroio !)

barraca suite Deck

Depois, ao entardecer, as crianças foram jogar, brincar e ver um filme na casa principal do hotel enquanto eu e meu marido ficamos curtindo um vinho, um soninho e um novo banho de jacuzzi, dessa fez com água quente e com espuma. Mesmo em pleno verão, uma brisa fresquinha e gostosa aparece ao entardecer.
Parador Casa da Montanha Cambara do Sul 7

 

Barraca Suite Parador Casa da Montanha

E para quem estranhou a cor da água meio turva nas fotos da banheira, já vou logo avisando: é a cor da sustentabilidade. Para banho, o Parador utiliza a água do rio oriunda do Arroio Camarinhas que nasce a 6 km, dentro do Parque Nacional de Aparados. A fazenda do hotel é a primeira propriedade em que o arroio passa. Um banho de energia.

a categoria mais simples de barraca, a luxo, onde é preciso usar a casa de banho

a categoria mais econômico de barraca, a luxo, onde é preciso usar a casa de banho

e a categoria suíte superior com lareira na varanda, somente para casais

e a categoria suíte superior com lareira na varanda, somente para casais

 

Os sabores

Ainda à tarde – vejam só já ia esquecendo de contar esse capítulo saboroso do dia – é oferecido um chá da tarde incluso no valor da diária. Entre 15h30 e 17h30 uma mesa aguça o paladar com chá de maça e canela, waffles preparados na hora e geleias produzidas na região. Como tratava-se de um dia de verão, havia também um chá gelado formidável.

Parador Casa da Montanha Cambara Waffle
Parador Casa da Montanha Cambara (30)

Parador Casa da Montanha Cambara (27)

O pôr do sol que prometia ser lindo resolveu não aparecer nesse dia. E quer saber? Nem fez assim tanta falta já que a lua chegou brilhando e dona do campinho.

Parador Casa da Montanha Cambara (59)

Parador Casa da Montanha Lua

Parador Casa da Montanha Cambara (42)

E com todo aquele visual, não tinha como sair para jantar em outro lugar que não fosse no próprio hotel, mesmo tendo no cardápio da sexta-feira um especialidade que nem somos tão fanáticos assim: sequência de fondue. As crianças se divertiram e comeram até linguiça com chocolate (invenções infantis!).

Parador Casa da Montanha jantar

O melhor de todo o jantar foram os petiscos oferecidos ao cair da noite, como cortesia aos hóspedes, ao ar livre no fogo de chão: legumes grelhados e linguiças colonias, tudo preparado pelo Chef e temperado no fogo do deck principal junto às estrelas.

Parador Casa da Montanha Jantar

Teve hóspede que não saiu de perto do fogo!

Teve hóspede que não saiu de perto do fogo!

A noite merecia um vinho. E uma averiguada na adega do hotel…
Parador Casa da Montanha Cambara (51)

Era sábado e acordamos bem cedo para fazer o passeio ao Cânion Fortaleza. E aí vai uma dica: é bem cedo pela manhã que os pássaros aparecem e fazem a festa ao redor da cabana e de toda a propriedade do hotel. Acorde, faça silêncio e observe-os. A gralha azul é a superstar da região, a mais fotografada.

gralha azul Casa da Montanha

Como a visita aos Cânions estava na nossa programação, não deu tempo de andar a cavalo ou fazer algumas das atrações de lazer oferecidas pelo hotel.

Parador Casa da Montanha

Se eu pudesse voltar no tempo, teria dedicado mais alguns instantes para simplesmente curtir sem pressa o amanhecer na fazenda tomando o chimarrão florido (marca registrada do Parador!) no deck e degustando lentamente o banquete do café da manhã. Que café, que visual, que delícia.

Cafe da manha Parador Casa da Montanha (9)

Parador Casa da Montanha Cafe da manha

A mesa farta tinha frutas, pães e bolos feitos pela cozinha do hotel e especialidades gourmets da Serra Gaúcha como as geleias de frutas nativas do Sabores da Querência (de Cambará do Sul) e os produtos maravilhosos da Casa da Ovelha (de Bento Gonçalves).

Parador Casa da Montanha Cambara (61)

Cafe da manha Parador Casa da Montanha (6)

Parador Casa da Montanha breakfast

Depois do passeio pelo Cânion Fortaleza (veja aqui o post), voltamos por volta das 13h para um almoço campeiro e tradicional do Parador com churrasco de fogo de chão, oferecido também para quem não é hóspede do hotel. A refeição mereceu um post só sobre ela aqui no Café Viagem (leia aqui).

o cheirinho do churrasco do fogo de chão começa bem cedo pela manhã

o cheirinho do churrasco do fogo de chão começa bem cedo pela manhã

Hotel Parador Casa da Montanha RS 3

 

Partindo e já sonhando em voltar

Com muita tristeza, fiz check out à tarde. Ainda deu tempo de tomar um chá na lareira, me jogar no sofá para ler um jornal e sonhar que em uma data especial não tão distante voltaremos. É um destino singular para a família e, mais ainda, para os casais. Lugar para encontrar a paz, a natureza e ser feliz. Só o tempo ruim (neblina, chuva) pode prejudicar. Mas nesse caso, ainda resta o aconchego da cabana, da lareira e da gastronomia do hotel.

Hotel Casa da Montanha

—> Quer conferir os preços e reservar a sua hospedagem no Parador Casa da Montanha ? Clique aqui


Sobre o Parador
Pouco depois de me hospedar no Parador Casa da Montanha com meus filhos e marido, conheci  Felipe Prawer Peccin, diretor do hotel e um dos idealizadores do projeto do Parador. Felipe me contou que o local nasceu inicialmente como uma alternativa de oferecer aos hóspedes do Casa da Montanha de Gramado uma experiência exclusiva nos Cânions. Em um bate-volta Gramado-Cambará, o programa oferecia uma comida típica regional. Os visitantes ficavam tão apaixonados pela paisagem que queriam se hospedar por lá. 

Casa da Montanha Cambara

Assim, após algumas pesquisas e viagens ao exterior, Felipe teve a ideia de montar algo diferente e que combinasse com a exuberante natureza da região. Trouxe de suas visitas nos bem estruturados parques nacionais dos Estados Unidos a proposta de oferecer barracas sofisticadas para hospedagem. E assim, nasceu o Parador em 2003. Inicialmente com apenas 8 cabanas para casais e sem banheiro. Foi apenas nos últimos anos que a estrutura ganhou 2 novas categorias: as barracas suítes e a luxo, com banheiro completo e deck. Com o conceito Ecovillage, o Parador tem hoje 19 cabanas térmicas e equipadas para suportar o frio. Faz parte da lista dos hotéis “Roteiros de Charme”. É uma espécie de acampamento sem abrir mão do conforto e requinte. Um paraíso ecológico.


unnamed-1
SAIBA MAIS

 

PARADOR CASA DA MONTANHA
Estrada do Faxinal, RS 429 – Morro Agudo
Cambará do Sul | RS Brasil
Próximo do Parque Nacional dos Aparados da Serra e do Canyon Itaimbezinho, nos Campos de Cima da Serra
Tel: (54) 3504-5302  | 3295 7575
Site: www.paradorcasadamontanha.com.br
Como chegar: a partir da cidade de Cambará do Sul, pegue a estrada de terra que leva ao Cânion Itaimbezinho. A entrada do Parador estará a sua direita
Valores: uma barraca suíte como a citada neste post custa em torno de R$ 1000/1200 a diária. 

—>> PARA TARIFAS E RESERVAS
CONSULTE AQUI AS OFERTAS DO BOOKING.COM ou entre em contato com o hotel.

 

LEIA TAMBÉM SOBRE REGIÃO DOS CÂNIONS NO CAFÉ VIAGEM

De carro para os Cânions. Sobre estradas e melhor caminho

A primeira vez no Cânion Fortaleza

Almoço no Parador Casa da Montanha

O Mirante da Rota do Sol

Dica de pacote de tour para 1 dia  aos Cânions a partir de Gramado ou Canela

Post índice Cambará do Sul RS

Post índice com todas as nossas dicas de Gramado e Canela

Você também encontra nossas novidades em

Facebook      Instagram     Pinterest      Twitter     G+

Procure a gente também no SNAPCHAT como #cafeviagemsnapchat

 

*O Café Viagem se hospedou uma noite a convite do Parador Casa da Montanha. Agradecemos a oportunidade.

  • Compartilhe
Alexandra Aranovich
Alexandra Aranovich
A autora dos textos e fotos do blog é publicitária e faminta por viagens e experiências gastronômicas. Além do Café Viagem, é colunista do Caderno Vida do jornal Zero Hora, autora do Guia Essencial Gramado e Canela da Pulp e do blog Destemperadinhos. Mora em Porto Alegre, mas vive por aí com o coração no mundo, sonhando com o próximo destino.
24
abr
16
Deixe o seu comentário!
  1. Bóia25/04/2016 - 04:14

    Oi, Fabrício. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

  2. Bóia25/04/2016 - 04:15

    Oi, Alê. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

  3. Rodrigo26/04/2016 - 17:50

    Adorei seu blog, dá uma olhadinha no meu também, obrigado.

  4. geisa25/05/2017 - 17:48

    Alexandra

    Compensa ficar 1 diaria, o maior foco ao churrasco no chao meu marido sonha