Roteiro 1 dia em Parma na Itália

Por Alexandra Aranovich

( post atualizado em novembr de 2016) Saímos cedo de Bologna de trem pela manhã, cidade que nos hospedamos em Emilia Romagna. O destino: um ROTEIRO DE 1 DIA EM PARMA. Local que merece muuuuuito uma visita. Considerada uma das cidades mais prósperas da região de Emilia Romagna na Itália. É famosa pela produção artesanal do queijo Parmigiano Reggiano – o inconfundível parmesão – e por seu inigualável prosciutto, o presunto de Parma. Vimos muita gente elegante, bonita e desfilando de bicicleta. Nossa passeio começou na visita guiada ao queijo Parmigiano Reggiano (veja o post aqui!) e encerrou no Parco Ducale (il giardino) com despedida em uma sorveteria. Foi um dia tranquilo e especial. Segue nosso roteiro (confira os endereços e trajetos no Google Maps, aqui!).

Confira o Mapa do nosso roteiro em http://bit.ly/Ls4JaB

Clique no mapa e veja o roteiro completo de 1 dia em Parma no Google maps

A chegada pela estação de trem de Parma

A chegada pela estação de trem de Parma

1. CHEGADA: DA ESTAÇÃO DE TREM PARA A FÁBRICA DE QUEIJO

Partimos da estação ferroviária (Stazione Parma) de táxi para a visita ao templo do Parmigiano Reggiano. É preciso agendar e chegar cedo à fábrica já que a produção acontece pela manhã com o leite fresquinho. Mais detalhes no post que escrevi sobre esta experiência, leia aqui!

visita a produção do famoso parmigiano reggiano de Parma

visita a produção do famoso parmigiano reggiano de Parma

 

2. INFORMAÇÕES TURÍSTICAS E PIAZZA GARIBALDI

Após a visita, pegamos um táxi (que demorou bastante para chegar à fábrica). De lá, partimos para o centro de informações turísticas de Parma na Piazza Giuseppe Garibaldi. Nosso objetivo era pegar mapas a fim de nos localizarmos na cidade.

Parma Roteiro

Piazza Garibaldi, o ponto de partida!

Piazza Garibaldi, o ponto de partida!

3. CAMINHADA PELOS ARREDORES DA PIAZZA GARIBALDI

Mapas em mãos, saímos caminhando pelos principais pontos turísticos de Parma.  Primeiramente, pela própria praça Garibaldi, um dos pontos altos da cidade.

mesmo com mapas em mão, o melhor é se perder pelas ruas!

mesmo com mapas em mão, o melhor é se perder pelas ruas!

4. PIAZZA DUOMO

Da Piazza Garibaldi seguimos pela avenida Strada dela Repubblica em direção a Piazza Duomo.  Pegamos a Strada Benedetto Cairoli (você também pode pegar a Borgo Longhi). O Duomo (catedral de Parma) é um dos maiores do norte da Itália. É famoso por sua pintura na cúpula principal. Todo o entorno da Piazza del Duomo impressiona. É uma viagem ao tempo.  Ao lado da catedral, está o Batistério, outro adorável monumento (na verdade um prédio octagonal) religioso. A área é um ponto de junção entre a arquitetura romântica e a gótica.Parma Roteiro

O impressionante Duomo de Parma

O impressionante Duomo de Parma

Parma (16) copy

Batistério

Batistério

o charme de cada esquina!

o charme de cada esquina!

5.  PIAZZA DELLA PACE

A fome começou a bater. Demos uma volta pelas ruas nos arredores do Dumo, onde está localizado a Casa della Musica e seguimos caminhando pela rua Borgo del Parmigianino em direção à Piazza della Pace, onde estão localizados diversos pontos turísticos como: museus, teatros, biblicoteca e a área universitária. E o melhor: um fantástico gramado para se atirar e curtir o vai e vem de locais, turistas e das elegantes bicicletas.Parma Dicas

Parma Cafe Viagem

 

6. ALMOÇO NA TRATTORIA SORELLE PICCHI

Fome gritando, e lá fomos atrás de uma dica do pequeno livro “Italia para comer e beber bem”, a Trattoria Sorelle Picchi. Um restaurante e salumeria que tem filial em New York, te mete. Perfect! No caminho a pé até o restaurante, nos encantamos com as bicicletas, as fachadas de lojas e com as imagens que iluminavam nossos olhos. Observar o movimento é um dos melhores programas na cidade. Quase trocamos de restaurante quando avistamos a interessante Noi La Prosciutteria. Mas seguimos o nosso destino e nos demos bem, sem arrependimentos. Na Trattoria Sorelle Picchi, escolhemos uma mesinha na calçada e brindamos com lambrusco. A refeição merece um post só para ela (em breve!). Recomendo fortemente o Sorelle. Nem que seja para provar a magnífica torta frita (espécie de pão frito) com o delicioso presunto de Parma como entrada. Delicioso!
Endereço: Str. Luigi Carlo Farini, 27 
www.salumeriarosi.com

Parma Alexandra Aranovich

feliz, feliz!!!

O ambiente da salumeria da Trattoria Sorelle Picchi de Parma

O ambiente da salumeria da Trattoria Sorelle Picchi de Parma 

Parma Torta Frita

“Torta frita” de entrada e lambrusco na Trattoria Sorelle Picchi. Que saudades!

7. JARINS E SONECA NO PARCO DUCALE

Saímos felizes e tontinhos de tanto lambrusco no restaurante. Foi então que tivemos uma brilhante ideia: relaxar no Parco Ducale. Pegamos a Ponte Verdi, e fizemos uma caminhada gostosa até o parque. Foi a primeira vez na vida que tirei uma soneca em banco de praça. Adorei. Aquela tarde entre as árvores e a paisagem linda do jardim do Parco Ducale foi inesquecível.

Parco Ducale

Parco Ducale

Parma Parco Ducale

Dormidinha pós -almoço no parque!!

Parma iphon alex (2)

 

8. GELATO E DE VOLTA PARA A ESTAÇÃO DE TREM

Finalizamos o dia com um clássico sorvetinho na saída do parque. Encontramos um local simples e delicioso para nos despedir de Parma com muito sabor: Gelateria la Pilotta (Via Garibaldi, 29).  O sabor pistache é demais! De lá, seguimos a pé até a estação de trem e tivemos mais uma visão apaixonante e colorida de Parma que registrei em minha câmera fotográfica. No caminho, encontramos outro ponto gastronômico: a Salumeria Garibaldi (Via Garibaldi, 42).

Parma, não como não se apaixonar pelo colorido de Parma

Parma, colorida e envolvente

Sorveteria próxima ao parque

Sorveteria próxima ao parque

** LEIA + SOBRE PARMA NO CAFÉ VIAGEM** 

Parma de bicicleta

Parmigiano Reggiano – visita a fábrica do famoso Parmigiano Reggiano

O que comer em Emilia Romagna

Guia Emilia Romagna : post índice com dicas e roteiros 


 

cafe viagem
SAIBA MAIS


PARMA | EMILIA ROMAGNA ITÁLIA

Sites oficias de turirsmo:
 www.emiliaromagnaturismo.com/en   |  turismo.parma.it

cafe viagemPARAHOSPEDAGEM
Avaliações e ofertas no Booking, confira aqui!

cafe viagemPARACURTIR
O Café Viagem também está no Facebook, Pinterest, Twitter e Instagram.



Booking.com

  • Compartilhe
Alexandra Aranovich
Alexandra Aranovich
A autora dos textos e fotos do blog é publicitária e faminta por viagens e experiências gastronômicas. Além do Café Viagem, é colunista do Caderno Vida do jornal Zero Hora, autora do Guia Essencial Gramado e Canela da Pulp e do blog Destemperadinhos. Mora em Porto Alegre, mas vive por aí com o coração no mundo, sonhando com o próximo destino.
20
jan
14
Deixe o seu comentário!
  1. Luís Carlos Scapucin11/06/2014 - 14:25

    Apesar de superficial consegue aguçar o interesse do viajante a visitar a cidade de Parma, que é realmente charmosa e está numa das mais importantes regiões gastronômicas da Itália.

  2. Fabio Alencar23/09/2014 - 04:52

    Alexandra,

    Ótimo o site e o roteiro de Parma em particular. Excelente trabalho, objetivo, claro e muito util para viajantes como nos que temos pouco tempo para desfrutar de cada cidade e não estamos interessados apenas nos pontos tradicionais mas sim numa forma divertida e suave de aproveitar o dia no local.

    Dica dos locais, restaurantes e ate banco da praça para descansar foram perfeitas. Adoramos Parma e seu site foi o guia ideal!! Rsrs

    Abs

    Fabio e Marcia

    • Alexandra Aranovich23/09/2014 - 10:30

      Nossa, Fábio. Obrigada. Adorei seu comentário e retorno. Também adorei Parma.
      Se tiveres alguma dica a mais para acrescentar neste roteiro, é suuuuper bem-vinda.
      Abraços grandes
      Alexandra
      http://www.cafeviagem.com

      • Fabio23/09/2014 - 19:41

        Alexandra,

        Realmente muito pouco a acrescentar. Talvez incluir nota de que o vinho lambrusco apesar de tinto seria frisante, o que pode parecer estranho mas na verdade combina bem com os pratos salgados.
        Outra possível dica seria sobre estacionamento público para quem chegar de carro. Existem várias opções bem perto do centro a preços tipo 6 Euros para períodos de até 4 horas. Assim você deixa o carro e faz todo o roteiro a pé.
        No fim do dia ainda pode comprar o presunto e o queijo (na Garibalda por exemplo) para levar e usar como lanchinho antes de dormir!

        Mais uma vez obrigado pelas dicas!

        Fábio e Marcia

  3. Leticia28/09/2014 - 12:11

    Oi Alexandra. Acabei de fazer a melhor refeição da viagem. Seguimos sua dica e almoçamos na Tratoria Sorelle Pichi. Realmente presunto de parma , massa frita e Lambrusco da casa para beber , foi a combinação perfeita.

  4. Ana Oliveira11/10/2014 - 13:28

    Oi Alexandra,
    Qual o nome da fábrica de queijo?

  5. Ivana Oliveira13/11/2014 - 17:16

    Alexandra, vc indica algum hotel para se passar o réveillon em Parma? gostaria de ficar pertinho do agitp.

    • Alexandra Aranovich13/11/2014 - 18:22

      Oi Ivana

      Eu não tenho um hotel específico para indicar, mas acho que é bom pegar uma localização central, próximo à Piazza Garibaldi ou do Parque Ducalle. A estação de trem também não é tão longe.
      No booking tem o mapa, dá uma olhada nas opções: http://bit.ly/1sJpwFB

      abs e boa sorte!!

  6. Sabrina09/01/2015 - 11:52

    Oi Alexandra,
    Obrigada pelas dicas de Parma, pretendo conhecer em breve! A Itália me encantou! Registrei alguns momentos da viagem que fiz em set/2014 aqui:
    http://www.liveforexperiences.blogspot.com.br
    Não vejo a hora de voltar!

  7. Nacim13/02/2015 - 13:26

    Oi Alexandra,
    Parabéns pelo blog, suas descrições dão a sensação de que estamos no local.
    Estamos indo para a Toscana, chegando via Milão, vindos de São Paulo. Pretendemos ir para Firenze, mas pensamos em uma parada antes. Nossa dúvida é: Parma ou Modena. O que você indica?

    Abçs,

  8. Samuel ponte07/05/2015 - 21:54

    Estamos de viagem porcada para outubro, de Milão seguindo a Veneza . Queria umas dicas da região , sei que Parma é imperdível . Gostaria de mais sobre a região. Detalhe como conseguimos trazer uma peça de queijo kkkkkkk

  9. Juliane18/11/2015 - 10:33

    Tem depósito de bagagem na estação de trem de parma?

  10. LARISSA10/02/2016 - 17:16

    Ola,
    Excelente esse post sobre Parma… Fiquei ainda mais ansiosa para chegar logo minha viagem! rsrsrs
    Em que site posso reservar esse passeio até a fábrica de parmesão?
    Voce tem algum contato que faça cursos de culinária na região da toscana?

    brigada! :)
    bjo

    • Alexandra Aranovich21/02/2016 - 13:22

      Oi Larissa

      Obrigada! O site está neste post específico, veja >>http://www.cafeviagem.com/parmigiano-reggiano-tour-parma/

      Sobre cursos em Toscana, infelizmente não tenho infos ou contato.

      Beijos grandes e boa viagem. Louca pra voltar para Itália
      Alexandra do Café Viagem

  11. Marilia Carvalho15/08/2016 - 11:31

    Seguimos seu conselho e fomos almoçar na tratoria Sorelle Picchi, amamos a torta frita, comemos com um misto de salumi e depois um ossobuco, ótima comida e o atendimento então nem se fala… O parco Ducale então foi perfeito depois do almoço,uma sombrinha e um gramado pra brincar com nosso filho!!! Adorei as dicas!!!

    • Alexandra Aranovich07/11/2016 - 15:53

      Oi Marilia

      Adorei o comentário no Café Viagem. Só vi agora, desculpe. Bateu saudades da Itália e de suas gostosuras.
      Beijos
      Alexandra Aranovich

  12. Mauro06/11/2016 - 21:23

    Olá Alessandra.
    Preciso de uma ajuda sua:
    Estarei na Itália de 16/12 a 05/01/17.
    Em Bolonha estarei de 23 a 26/12, portanto teria interesse de ir a Parma, conhecer a produção do queijo Parmigiano Reggiano mencionado por vc no blog.
    Como posso fazer essa reserva? Não consegui saberqualo site e nem onde é a reserva.
    O taxi me levaria da estação até a “fábrica” e Ccmo eu faço para voltar da “fábrica” até o centro da cidade? Eles não tem nenhum transfer?

    • Alexandra Aranovich07/11/2016 - 16:00

      Oi Mauro

      Tudo bem? Eu negociei com um táxi na estação de trem. Não é muito próximo, mas o preço não foi um absurdo. Acho que é uns 8 minutos de carro da estação. Fui e voltei de taxi, mas claro que de transfer deve ser mais em conta.

      O importante é chegar no horário da visitação, que se não me engano é 9h (pois eles retiram cedo o leite para a produção). Seria legal entrar em contato com o pessoal do queijo para ver se eles oferecem transfer e verificar datas e horários.
      Eu visitei o CONSORZIO PRODUTTORI LATTE
      VIA PUPPIOLA 16
      BAGANZOLINO PARMA
      Para saber mais detalhes sobre o queijo, leia em :
      http://www.parmigiano-reggiano.it/brazilian
      Sobre a visita guiada: http://www.parmigianoreggiano.com/where/guided_tours
      É preciso agendar com 20 dias de antecedência!!!
      Visitas de segunda a sexta, iniciando as 8h30 (os queijos são feitos apenas pela manhã!). Duração: por volta de 1h e meia.
      Tel.: 0521.292700 fax 0521.293441 email: sezionepr@parmigiano-reggiano.it
      Vale a pena baixar este PDF que encontrei sobre o queijo e sobre dicas da região de Parma: lestrade_parma_eng

  13. Josafá07/11/2016 - 22:42

    Estive em parma por três dias na semana passad e quero agradecer a dica da Trattoria Sorelle Picchi. Simplesmente inesquecível.

  14. Margareth04/01/2017 - 12:10

    Olá Alessandra.
    Perfetto o guia de Parma. Estarei na Itália após 2* semana de janeiro [a trabalho] e passarei por Parma de carro [Florença – Milão] num domingo. Sabe dizer se o comercio fica aberto [até que horas]. Quero comprar queijo e o Presunto, além de dar uma rápida passada pelo centro da cidade. Infelizmente só tenho os fins de semana. Obrigada

  15. Maria15/02/2017 - 23:05

    Olá Alexandra,
    Tudo bem?! Adoro o seu blog e graças a ele, farei um bate-e-volta de Bolonha a Parma na minha próxima viagem a Itália, neste próximo Abril. Você acha que Parma durante o domingo é furada? A cidade é mais devagar aos domingos? Abraços e desde já, obrigada!

    • Alexandra Aranovich21/02/2017 - 19:09

      Oi Maria

      Muito obrigada pelo seu elogio e confiança. Na verdade não sei informar como é Parma no Domingo, mas acho que não é furada não pois terá a vida dos parques e feiras. Talvez Bolonha não seja legal no domingo, melhor ir num sábado ou dia de semana. É uma cidade universitária e vale sentir o astral jovem do local.
      Beijos
      Alexandra