Berlin on Bike: um tour em Berlim de bicicleta

Por Alexandra Aranovich

Um magnífico fim de tarde ensolarado de primavera num tour em Berlim de bicicleta. Foi assim, o meu primeiro olhar e contato com a capital da Alemanha. Meus primeiros instantes em Berlim foram sobre rodas, com o ventinho no rosto e vestígios de grandes fatos históricos mundiais girando ao meu redor. Berlim pulsava e me dava boas-vindas de braços abertos num dia lindo. Amor à primeira vista e à primeira pedalada.

Sempre sonhei em turistar pedalando pela cidade que é plana. Por isso, planejei o tour de bicicleta em Berlim logo para a nossa chegada, de supetão. Eu e meu marido fizemos o check in no hotel ( AMANO Hotel Grand Central ) e partimos correndo para o local de ponto de encontro do BERLIN ON BIKE que estava agendado para as 16h

 

Sobre Berlin on Bike

A empresa Berlin on Bike é super bem avaliada no TripAdvisor. Aluga bicicletas (10 euros por 24h) e oferece vários tipos de tours guiados particulares e em grupo (a partir de 21 euros com aluguel de bike inclusa).

Os circuitos percorrem por volta de 15 km de bicicleta e tem 3 horas e meia de duração.

Minha ideia de começar o passeio em Berlim de bicicleta era para ter uma noção de localização geográfica e do que eu veria com calma (ou não) nos próximos dias da minha visita a cidade que, por sinal, eram poucos (apenas 3 dias).

É recomendado agendar o tour pelo site. Os principais tipos de tours guiados oferecidos pelo Berlin on Bike são:

  • Berlin’s Best Tour – passeio tranquilo pelos principais pontos turísticos da cidade
  • Tour Muro de Berlim – tour pelos pontos turísticos para ver o que sobrou do muro
  • Tour Alternativo de Berlim – alguns dos melhores pontos de arte, cultura, street life e tudo mais que faz Berlim ser incrível.
  • Tour Privados – (onde você organiza o seu grupo de amigos ou família)


Roteiro Berlim de bicicleta

Fizemos o tour Berlin’s Best Tour que considerei ótimo para dar a largada na visita a Berlim. Partimos por volta das 16h30. Nossa guia, sempre muito gentil, falava inglês e pedalou tranquilamente pelos principais pontos da cidade sem pressa. Sugiro levar uma mochila sem muito peso (a minha bicicleta tinha cestinha e tranca com cadeado).

Parávamos sempre que fosse necessário.

O primeiro local que visitamos foi o impressionante Memorial do Muro de Berlim, melhor local para se ter uma ideia de como era o muro nos tempos de Guerra Fria.

Às margens do Rio Spree, passamos pela área da Catedral de Berlim e Ilha dos Museus.

Psiu, vale uma dica: nesse momento passamos por um gramado delicioso onde há um restaurante e beach bar (em baixo de um viaduto) em frente ao rio Spree . Anote que vale o brinde no fim de tarde: Restaurante Ampelmann

Passamos em frente ao majestoso Altes Museum ou Museu Antigo (que faz parte da Ilha dos Museus)Da Ilha dos Museus, fomos em direção à região da universidade mais antiga de Berlim, fundada em 1810, a Humboldt Universität. Nessa área, ficamos na Bebelplatz – praça onde está o prédio histórico do Hotel de Rome que tem um terraço charmoso para café.

Hotel de Rome na Bebelplatz

Ao lado do hotel, paramos para tirar uma foto em frente a famosa faculdade de Direito de Berlim (marido é advogado).

Meu advogado preferido na frente da faculdade de direito de Berlim

Mas o grande ponto turístico da praça Bebelplatz é monumento em memória dos livros queimados em 1933.  Nesta data, membros do partido nazista colocaram fogo em mais de 20 mil livros em um noite marcada por um dos maiores crimes contra a cultura de um país.

Veja as prateleiras vazias no “túmulo dos livros”

Da praça de Bebelplatz seguimos de bicicleta a outra praça linda, a Gendarmenmarkt (construída no século XII).  Mais um ponto excelente para um café ou descanso. Nesta praça, observamos as duas igrejas barrocas idênticas: a Französischer Dom (Igreja Francesa) e Deutscher Dom (Igreja Alemã). Entre as igrejas está o prédio da Orquestra de Berlim (Konzerthaus Berlim). 

Da praça de  Gendarmenmarkt fomos pedalando até o Memorial do Holocausto que mereceu uma segunda visita no dia seguinte. O local é uma quadra impressionante. Vale a pena caminhar pela área em desnível que representa os túmulos dos judeus mortos na guerra.

Dica para turistas desavisados: não sente ou suba no memorial para fotos ou descanso. Respeite a obra.

A duas quadras do Memorial, seguimos pedalando até um ícone de Berlim e da reunificação da Alemanha, o Portão de Brandemburgo – cartão postal da cidade.

Estávamos perto do Tiergarten (pulmão verde de Berlim), mas apenas o vimos de longe. Fiquei com desejo de pedalar no parque em uma próxima oportunidade (o que fizemos foi andar de táxi-bike no último dia por alguns recantos do parque. Vale a pena!)

Durante o tour de bicicleta em Berlim, nossa guia nos mostra fotos históricas como a comemoração da queda do muro em frente ao Portão de Branderburg

Muito próximo do Portão de Brandemburg, está o Reichstag, sede do Parlamento Alemão em Berlim . E foi a nossa próxima parada de bicicleta para ver de longe e tirar uma foto. Fizemos a visita a cúpula do Parlamento no dia seguinte . Aviso: é preciso agendar com boa antecedência a visita por este site. A vista do alto da cúpula é im-per-dí-vel!

Voltamos pelas margens do Rio Spree, onde passamos por outros prédios do complexo parlamentar como o Marie-Elisabeth-Lüders-Haus.


Vimos as marcas no chão que sinalizam o local onde um dia esteve o muro de Berlim.


DICA
:
próximo do prédio Marie-Elisabeth-Lüders-Haus tem um bar que eu queria muito conhecer, super badalado e indicado para drinques e jantar, ou Tausend (me conte depois se você conseguir visitar!)

No tour, vimos apenas de longe a famosa Torre de TV de Berlim (Berliner Fernsehturm ) e nos perdemos por ruelas lindas e suas histórias atrás da nossa guia no retorno ao ponto de partida e escritório do Berlin on Bike. Adorei o passeio e recomendo para dar o start na visita a essa cidade incrível, histórica e reveladora que é Berlim.

 

Até o próximo post sobre Berlim. Tenho muito para contar e dividir com os leitores! AMEI BERLIM!

 

SAIBA MAIS

 

BERLIN ON BIKE

No site você encontra todos os horários e tours dos próximos dias e pode agendar
Site:
 berlinonbike.de
Para direções do local de ponto de encontro dos passeios, clique aqui

Para chegar: Tram line M10 de “Hauptbahnhof” a “Eberswalder Straße” (aprox. 15 minutos)
A gente estava atrasado e pegou um táxi da estação central (onde ficava o nosso hotel). Deu por volta de 15 euros.Voltamos de metrô, bem tranquilo.

PROCURANDO HOTEL EM BERLIM ?
Nós nos hospedamos no AMANO Hotel Grand Central  e adoramos. Mas se quiser você pode pesquisar e reservar outros hotés em Berlim, clicando aqui. O site tem a facilidade de cancelamento gratuito na maioria dos quartos e  sem taxas de reserva. Minha dica é reservar um hotel próximo da Ilha dos Museus ou da estação Central.

Nem pense em viajar sem seguro para Europa. Pesquise aqui melhores preços em vários planos de seguro viagem

+ DICAS DA ALEMANHA BLOG

VEJA O POST GUIA : TODOS OS ROTEIROS E DICAS DE VIAGEM NA ALEMANHA   

 

Site oficial de turismo em Berlim: www.visitberlin.de/en

Site oficial do Turismo alemão em português: WWW.GERMANY.TRAVEL/PT


 

  • Compartilhe
Alexandra Aranovich
Alexandra Aranovich
A autora dos textos e fotos do blog é publicitária e faminta por viagens e experiências gastronômicas. Além do Café Viagem, é colunista do Caderno Vida do jornal Zero Hora, autora do Guia Essencial Gramado e Canela da Pulp e do blog Destemperadinhos. Mora em Porto Alegre, mas vive por aí com o coração no mundo, sonhando com o próximo destino.
13
jul
17
Deixe o seu comentário!
  1. Natalie24/07/2017 - 08:09

    Oi, Alê. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie