Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

9 vinhos Malbec argentinos que você precisa conhecer

Mais de 9 vinhos Malbec argentinos nas dicas da Live com Leonardo da Vendimia Wine Tours

Este é o segundo post da série sobre Malbec, mas dessa vez vamos falar de vinhos Malbec argentinos e vinícolas que andam surpreendendo por lá. No dia 17 de abril foi celebrado o World Malbec Day. Dia da uva e vinho Malbec, data criada pela instituição Wines of Argentina. A escolha desta data se refere ao dia 17 de abril de 1853, marco do nascimento da vitivinicultura na Argentina. Neste segundo post, vamos falar do vinho Malbec argentino, país onde a uva é a grande estrela. A Malbec tem origem na França, cultivada em Cahors e Bordeaux. No entanto, atualmente, 75% da produção mundial  dos vinhos Malbec estão na Argentina, onde a casta encontrou sua expressividade.

Os melhores Malbec argentinos vêm de Mendoza, principalmente do Vale de Uco e de Luján de Cuyo. Normalmente os vinhos tintos Malbec são encorpados com níveis fortes de taninos, alta acidez em Cahors e acidez média na Argentina. Os aromas dominantes do Malbec são de frutas vermelhas. Os que amadurecem em carvalho terão notas de frutas negras, chocolate, baunilha e sweet tabaco. Além dos tintos, a Argentina vem produzindo bons vinhos rosés e espumantes frescos e frutados com Malbec. Pratos mais pesados são sempre boas harmonizações com os vinhos Malbec, como churrasco, pratos com funghi (ou com aromas terrosos), carnes em geral (bolonhesa, hambúguer, carne de panela). O pai do Malbec argentino é Nicolau Catena, o primeiro a produzir um vinho 100% com a uva na década de 90.

+ Leia também:
vinhos Malbec brasileiros, dica de 8 rótulos 
O que fazer em Mendoza: todas as dicas, vinícolas, vinhos e muito mais

Alejandro Vigil, para muitos, considerado o Papa do Malbec e vinho argentino

Dicas de vinhos Malbec argentinos da Live com @leonardovendimia

profissional de enoturismo em Mendoza

Viajamos para Mendoza com amigos e contei sobre a experiência em vários posts do Café Viagem (veja aqui o post índice Mendoza). Um dos motivos do enorme sucesso da nossa trip foi a organização do Leonardo da empresa Vendimia de Mendoza. Em 17 de abril, Malbec World Day, fiz uma Live com Leonardo da Vendimia no perfil do @cafeviagem no Instagram para falar, é claro, sobre Malbec mendocino. Eis abaixo, algumas dicas top tanto de vinícola para visitar em Mendoza quanto vinhos Malbec argentinos para degustar.

Ao centro o Leonardo da Vendima, nosso guia em Mendoza e também amigo depois da viagem!

1. Corazon del Sol 

Leio indicou não só o Malbec da Bodega Corazón Del Sol como também a visita à vinícola que pertence a um renomado médico cardiologista nascido na Índia mas que trabalha nos EUA. Trata-se de uma bodega boutique com vinhos elaborados pelo enólogo Santiago Achával, um dos fundadores da Bodega Achával-Ferrer.  O famoso enólogo reconhecido pela revista Wine Spectator e Wine Advocate de Robert Parker como um dos principais winemakers  da Argentina. Da Corazon del Sol , já degustei com o Leo um blend Luminoso 2015 de Grenache (67%), Syrah (14%) e Mouvedre (19%) – uvas improváveis para Mendoza
Site: www.corazondelsol.com

Malbec argentino Malbecaster2. Solo Contigo

Outra vinícola boutique com uma galeria de arte no Valle de Uco. Seu Malbec envelhece 6 meses em barricas francesas usadas. Tem aromas de frutas vermelhas, lavanda e notas de baunilha e chocolate.
Site: solocontigowines.com

3. Antigal , Malbec Uno

Leo destacou tanto o Malbec quanto a vinícola Antigal situada em Maipú. Seu vinho Malbec é o Uno, que provei em uma degustação e adorei. Um Malbec jovem, aromas frutados (morango, amoras, baunilha e chocolate. Passa por barrica por 10 meses de barrica francesas.
Site: www.antigal.com

4. El Enemigo

Claro que El Enemigo de Alejandro Vigil não podia faltar nesta lista de Malbec argentinos, um dos lugares mais visitados e admirado tanto por especialistas do vinho quanto turistas. Segundo Leo, a Casa Vigil ou El Enemigo, é muito mais do que Malbec ou qualquer vinho. É uma experiência. Perto da El Enemigo, Leo gosta de levar seus clientes também na Antigal e na Trivento.
+ Leia aqui o post sobre a El Enemigo no Café Viagem

5. Belasco de Baquedano

Vinícola famosa dentro do ecoturismo pela sua incrível Sala de Aromas, única na América do Sul. Situada em Luján de Cuyo e, vejam só, a Belasco só produz Malbec.
Site: www.belascodebaquedano.com


6. Malbec da Riccitelli

Matias Riccitelli é um enólogo que aposta em vinhos de altitude. Um jovem que vem fazendo vinhos que chamam a atenção tanto pelos rótulos criativos quanto pelo seu conteúdo. Hey Malbec é um dos seus vinhos mais famosos no Brasil, com excelente custo-benefício. Mas um dos vinhos Malbec tops é o Republica del Malbec, de vinhedos da zona mais tradicional de Luján de Cuyo.
Site: matiasriccitelli.com

Matias Riccitelli7. Malbecaster

Rock na garrafa? Essa é a proposta da bodega que Leo trouxe como uma inovação em Mendoza. Um blend de vinho e rock. O Malbecaster vem de vinhedos de Altamira, San Carlos, Valle de Uco. A 120 km do centro de Mendoza. O enólogo responsável é Marcelo Pelleriti, que vive entre França e Argentina. Um profissional reconhecido e que já alcançou 100 pontos em avaliações de Robert Parker (crítico de vinhos de renome internacional.
Site: www.malbecasterwines.com

Malbec argentino Malbecaster8. Malbec Bodega Alandes – Karim Mussi

Karim Mussi é um enólogo que vem chamando a atenção dos especialistas com seus vinhos puristas. Sua vinícola está situada em La Consulta, um dos três departamentos do Vale de Uco em  Mendoza. Sua bodega está inovando. Eu provei o Pinot Noir dele (El Jardín de los Caprichos) e me apaixonei, presente de um amigo. Leo destacou não só o Malbec de Karim Mussi como a visita à bodega, onde Karim Mussi recebe e conduz a degustação.
Site: karimmussi.com

Karim Mussi

9. Blends de Malbec da Buscado Vivo o Morto

Uma vinícola que faz blends baseados em Malbec em Valle de Uco. Apontada como uma bodega curiosa e emergente em Mendoza, mas que ainda não recebe para visitas. Os vinhos da Buscado Vivo o Puerto foram elaborados pela primeira vez em 2013. A vinícola é tão descolada que também vende seus vinhos em lata. Trata-se de uma sociedade com nomes conhecidos do vinho, entre eles os proprietários das bodegas Teho, Tinto Negro e Manos Negras.
Site:  www.facebook.com/VivooMuertoWines

Malbec argentino

Malbec Buscado Vivo o Morto – foto Facebook da bodega

 


Dicas de vinícolas para visitar em Mendoza

 

1. Vinícolas que Leo destacou como inovadoras para visitar em Mendoza (mais pelo vinho do que apenas pela experiência):

Matias Riccitelli e Vistalba
A Vistalba é da família Pulenta com sociedade com o proprietário argentino (empresário do petróleo) da Garzón do Uruguai. Quem importa os vinhos da Vistalba no Brasil é a Domno

2. Vinícolas que Leo destacou para quem visita Mendoza pela primeira vez:

Trivento, Antigal (ambas próximas em Maipú) e El Enemigo

Belasco de Baquedano e Susana Balbo (ambas próximas em Lujan del Cuyo)

La Azul , Karim Mussi, Corazon del Sol e Solo Contigo (Valle de Eco)

+ Leia também:

visita Susana Balbo em Mendoza no Café Viagem

a nossa experiência com Leonardo da Vendimia em Mendoza

Malbec argentino Malbecaster

Dicas de Malbec argentinos dos Seguidores do @cafeviagem

Durante a Live que fiz com Leonardo da Vendimia, os seguidores do Instagram @cafeviagem também sugeriram alguns vinhos Malbec. Veja quais:

Mosquita Muerta ( Vinho Cordero Con Piel de Lobo )

Lagarde

El Enemigo 

Carmelo Patti

Malbec Pulenta 

Salentein

Achával-Ferrer

Malbec La azul 

Susana Balbo

Septima Malbec

Ernesto Catena Animal Malbec

La rural (Rutini)

Cobos Chanares Malbec (Dica do Choro da Videira!)

Mosquita Muerta (Cordero Con Piel de Lobo )

 

Alguns dos meus Malbecs argentinos do coração

Bramare da Cobos
Finca Mirador Malbec 2013 – Achaval Ferrer – vinho que compramos em viagem a Mendoza. Explosão de aromas de frutas negras, chocolate. Em boca, macio, taninos aveludados
Republica del Malbec 2014 – intenso em aromas, grande Malbec argentino
DV Catena Malbec  – clássico, sempre uma boa companhia
Pulenta Malbec
Ultra Malbec Kaiken
El Enemigo Malbec
Techo Malbec
Hermandad Malbec
Antonina Single Vineyard (Bodegas Alto de Altamiravinho de um parceiro de Alejandro Vigil)
Cordero Con Piel de Lobo (Mosquita Muerta)
Reserva Malbec Domaine Bousquet – um vinho orgânico sem sulfito

E você, qual a sua dica de Malbec argentino?

Comente, deixe a sua dica para gente degustar!

Republica del Malbec

Vinho Malbec de Matias Riccitelli

Comece a Planejar sua viagem para Mendoza com o Café Viagem

GUIA MENDOZA
neste post, todas as dicas e roteiros do blog em um post índice

LEONARDO VENDIMIA WINE TOURS
Fizemos o nosso pacote de visita à vínicolas e transporte com o Leonardo da Vendimia.com (que fez a Live com o conteúdo deste post acima)
Contato: Leonardo Sarcinella WhastApp  +54 9261 545 0651  | email: info@vendimia.com

ENCONTRE SEU HOTEL EM MENDOZA
Clique aqui  e consulte as ofertas do Booking.com
 –  além das tarifas econômicas tem a facilidade de reserva com cancelamento grátis para a maioria dos quartos.

SEGURO VIAGEM
FAÇA AQUI A SUA COTAÇÃO NA SEGUROS PROMO
site que faz uma busca entre as melhores seguradoras e oferece o melhor preço e 5% de desconto para leitores do blog que usarem o código do cupom CAFEVIAGEM5

ALUGUEL DE CARRO
PESQUISE AQUI MELHORES TARIFAS PARA ALUGUEL DE CARRO NA ARGENTINA
site que faz uma busca entre as principais locadoras e oferece o melhor preço

CHIP CELULAR PARA VIAGEM COM INTERNET LIVRE
Saia do Brasil com o chip em mãos , veja neste link nosso parceiro

PASSAGENS AÉREAS EM PROMOÇÃO
Pesquise no Passagem Promo seu voo para Argentina

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier pela ABS-RS. Acima de tudo, turista apaixonada por café da manhã, vinhos e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO