Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

Aquí está Coco 2 – o renascimento de um ícone

Este texto foi escrito para o jornal Zero Hora em outubro de 2010, logo após a minha primeira visita à Santiago do Chile. Adorei não só a comida como também a história do local e todo o novo conceito de sustentabilidade. Não vejo a hora de voltar nesse restaurante. Aviso: reservas antecipadas são imprescindíveis.


Não é necessário ir longe para se apaixonar como o Shrek e a Fiona de um  “Reino Tão Tão Distante”.  Que tal um vizinho? Santiago do Chile. As atrações da cidade são inúmeras, começando por uma parada obrigatória há mais de 30 anos: o Aquí está Coco. O restaurante acaba de reabrir suas portas após dois anos destruído pelo fogo. Para fortes emoções, sugiro pegar um avião e, de quebra, fazer uma reserva – é imprescindível – no totalmente repaginado e reconstruído do zero, mas ainda apaixonante, envolvente, inesquecível e ecológico … Aquí está Coco, o retorno.

O restaurante de pescados e mariscos, com fama internacional, sofreu um grave incêndio em 2008. Quase nada sobrou para contar a sua história. Dois anos se passaram e Coco Pacheco, o proprietário, e suas filhas fizeram o lugar renascer das cinzas. O novo Aquí está Coco reabriu no dia 30 de julho de 2010 no mesmo endereço. Para que não fosse um restaurante “sem memória”, Coco decidiu reconstruir a fachada original da casa. Na entrada, um impacto visual. O restaurante é todo ambientado com motivos marítimos nada clichês. A decoração ressalta a imagem do Chile, valorizando tudo que é local. E o mais impressionante: o conceito de sustentabilidade, presente na iluminação, nos objetos, na energia e em todo o projeto arquitetônico. Aquí está Coco é um dos primeiros “restaurantes verdes” da América Latina – palmas para ele. O piso da entrada, por exemplo, é de um ginásio em Osorno que foi demolido. A escultura da baleia-jubarte – animal protegido no Chile – é feita com alga marinha cochayuyo e ilumina o bar da entrada. Aliás, por aqui, aguardar a mesa é um magnífico prazer. Explorar os ambientes é algo a ser feito, todos charmosos, coloridos e vibrantes. A adega do subsolo tem clima de mistério, com velas e guardiões. Ao lado da adega, há uma sala onde é possível apreciar um jantar privado para um grupo maior de pessoas, o Comedor Cava. Com certeza, esse cantinho deve ser um dos melhores lugares para se ter um jantar de negócios. Ainda há a área dos fumantes, no segundo piso, mesas no jardim e lavabos surpreendentes.


Ao abrir o cardápio, você poderá ficar tonto com as incríveis espécies de peixes e frutos do mar harmonizados com temperos e ingredientes dessa renomada cozinha do Chef Bernardino Sepúlveda. Enquanto escolhe seu prato, experimente a bebida local, o Pisco Sauera caipirinha chilena. As entradas são uma atração à parte. Recomendo a absurdamente boa Empanada de Mariscos e o Mixto al Pil-Pil – uma cumbuquinha quentinha com frutos do mar frescos e grelhados com um sabor para lá de especial.

Escolher uma bebida para embalar o jantar não é tarefa difícil, pois o Chile é a terra das vinícolas e dos bons vinhos. Assim, peça um bom vinho nacional e pronto. A carta de vinhos ainda sugere algumas ótimas harmonizações entre vinhos e pratos.
Entre as estrelas degustadas e aprovadas estão o Congrio Mai-Maium filé de congrio ao molho de creme de leite fresco com jamón, milho, champignon e camarão, acompanhado por batatas ao vapor –  o Arroz “Coco”  – verduras, variedade de mariscos com um toque de gengibre e azeite de sésamo – e o Turbot Mediterrâneo – filé de peixe turbot com azeitonas pretas e verdes. Para alguma ovelha negra da mesa, o Aqui está Coco tem pratos igualmente excelentes para os carnívoros. Não ouse dispensar a sobremesa. A Torta de Lúcuma é uma boa pedida – uma fruta típica da região transformada aqui num doce leve, gelado e que se desmancha na boca.

Bem, aqui está o novo Coco! O restaurante é mais que um ponto turístico, é uma embaixada gastronômica. Os chilenos devem ter muito orgulho dessa reconstrução esplêndida e emocionante. Parabéns à família Coco por um dos melhores jantares da minha vida. Santiago merece mais do que um roteiro de final de semana, merece uma temporada.

AQUÍ ESTÁ COCO La Concepción, 236 | Santiago – Chile

Tel.: (56) 02 235 8649 –  www.aquiestacoco.cl

Preço médio por casal: R$ 170 | Aquí está Cocono Destemperados

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier em formação pela ABS-RS. Acima de tudo, apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO