Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

De Milão a Ligúria de carro

Não sabia muito bem por onde começar a escrever sobre a nossa viagem para a Itália. Foram tantas comidas, brindes, lugares, pessoas e cidades lindas que fica difícil decidir sobre o que contar primeiro. Assim, depois de muito quebrar a cabeça, resolvi que nada melhor do que partir do princípio e contar como chegamos na Itália e o nosso trajeto de carro de Milão até a Ligúria e, depois, da Ligúria a Emília Romagna para participar do projeto Blog Ville Vem comigo! 

Viajamos de TAM em um vôo direto de São Paulo a Milão. O vôo chega por volta das 15 horas no aeroporto de Milan Malpensa – bem distante da cidade. No próprio aeroporto, nos dirigimos até a locadora de automóveis e retiramos nosso carro minúsculo (previamente reservado no Brasil). Pagamos um bom extra pelo GPS (imprescindível!). Colocamos o endereço do nosso hotel no GPS e, do aeroporto de Malpensa, partimos rumo à Rapallocidade litorânea da região da Ligúria vizinha de Santa Margherita e Portofino. Eis o nosso trajeto :

Trajeto de carro do aeroporto de Malpensa (Milão) a Rapallo, Liguria (2h30min)

Trajeto de carro do aeroporto de Malpensa (Milão) a Rapallo, Liguria (2h30min)

Por que Rapallo como primeiro destino? Primeiro, queríamos um local romântico para iniciar a viagem. Assim, o mediterrâneo e os vilarejos da Ligúria nos pareceram um destino perfeito para namorar. Sem falar do sonho de conhecer Cinque Terre (declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO). Segundo, como Portofino (a praia mais famosa e chique da região) tem hotéis caríssimos e de complicado acesso de carro,  seria mais prático e econômico chegar por Rapallo (ou Santa Margherita).

Rapallo a St. Margherita de carro são apenas 5 min. Até Portofino, 10 min

Rapallo a St. Margherita de carro são apenas 5 min. Até Portofino, 10 min

O carro que alugamos. As duas malas não couberam no bagageiro ; )

O carro que alugamos. As duas malas não couberam no bagageiro ; )

O fator preço e sorte também contou na escolha por Rapallo: encontrei uma superoferta no booking (depois de várias pesquisas na rede!) e acertei em cheio no hotel. Foi uma chegada triunfal num fim de tarde abençoado pelo mar mediterrâneo. Conto tudo no próximo post sobre o cinco estrelas Excelsior Palace Hotel.

Rapallo Excelsior Palace
RESUMO PRIMEIRO TRECHO DA VIAGEM PARA ITÁLIA

Nosso roteiro de carro (a partir de Milão) nos primeiros 2 dias: Rapallo, Santa Margherita, Portofino e, logo após, os vilarejos cinematográficos das Cinque Terre.

Distância Aeroporto Milan Malpensa até Rapallo  de carro -> 210 km (por volta de 2h40 min até o hotel dentro da cidade).

A estrada de Milão até Rapallo: para quem segue as indicações do GPS ou tem um bom mapa, é difícil de errar o caminho. O mais complicado é a saída do aeroporto. Depois, segue-se pela autoestrada A7 sempre em direção à Genova. O trajeto é relativamente tranquilo e com visual e cidades encantadoras.

Cidades que fizemos de carro: Rapallo, St. Margherita, Portofino e Monterosso Al Mare (Cinque Terre)

Cidades que fizemos de carro: Rapallo, St. Margherita, Portofino e Monterosso Al Mare (Cinque Terre)

 

Valores do aluguel e experiência com a Hertz – locadora 
Pagamos por volta de 320 euros os 3 dias de carro (o mais econômico) com GPS, seguro, tanque cheio (sem necessidade de devolver o carro com gasolina) e um segundo motorista incluso no pacote. O valor ficou ainda mais caro pois devolvemos o carro em Bolonha (seria mais barato devolver onde retiramos: Milan Malpensa). Tivemos na volta um problema desagradável com a Hertz que se passou e nos cobrou um valor a mais no cartão de crédito (por volta de 250 dólares). Estamos ainda resolvendo o assunto e trocando e-mails. Vamos ver se eles devolvem o nosso dinheiro.

tivemos problemas com a Hertz na volta: cobrança em dobro no cartão de crédito!

tivemos problemas com a Hertz na volta: cobrança em dobro no cartão de crédito!

Dica para quem aluga carro na Itália (ou Europa):
-GPS é um item imprescindível;
-é preciso fazer a Carteira de Motorista Internacional no DETRAN (Brasil) no mínimo 2 semanas  antes da viagem. Mesmo com a carteira Internacional é necessário levar também para a viagem a carteira de motorista brasileira. Os documentos necessários para fazer a carteira são: cópia autenticada do RG, C.N.H. e comprovante de residência. Leia mais detalhes na página do Detran do seu estado.

Carteira Internacional

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier em formação pela ABS-RS. Acima de tudo, apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Sem Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO