Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

As emoções por trás do autêntico queijo suíço

Comida e pessoas fazem parte dos detalhes essenciais que me emocionam muito em uma viagem. Por isso, ver de perto como o queijo suíço artesanal é produzido como antigamente –  nos alpes de Fribourg foi uma experiência que me tocou bastante durante minha viagem à Suíça. Tive a grande horna de sentar à mesa com uma família suíça produtora de queijos e desfrutar de um banquete simples e ao mesmo tempo único em um chalé no alto da montanha. Foi como ser apresentada a uma Suíça legítima, autêntica, de terroir. Não sou uma especialista em gastronomia. Por isso, esse post não traz detalhes da produção artesanal do queijo. Traz apenas as emoções contidas em cada etapa, em cada sorriso, em cada esforço impressionante feito para produzir e manter a tradição secular da produção dessa iguaria

Charmey Swiss queijos (45) copy

Na região de Gruyère na Suíça (no Cantão de Fribourg) há vários pequenos produtores do queijo gruyère. Visitei o chalé da FAMILLIE PILLER em  CHARMEY (vilarejo que faz juz ao nome tamanho o charme contido na pequena aldeia). No inverno, Charmey é uma encantadora estação de esqui. No verão, um belo refúgio para quem quem busca natureza, boa gastronomia, atividades esportivas e o spa maravilhoso do LES BAINS DE LA GRUYÈRE (leia aqui o post com o meu  roteiro e experiência completa pela região). É preciso pegar o teleférico que sobe no alto da montanha para visitar o chalé da família Piller. Para retornar ao vilarejo, a sugestão é fazer como os suíços: ir caminhando pela trilha da montanha (linda, por sinal!) ou descer com bicicletas especiais que estão disponíveis para aluguel.

Charmey Swiss queijos (19)

O chalé da família Piller no alto da montanha e ao lado do teleférico de Charmey

O chalé da família Piller no alto da montanha e ao lado do teleférico de Charmey

Para chegar ao chalé, é preciso pegar o teleférico no vilarejo de Charmey

Para chegar ao chalé, é preciso pegar o teleférico no vilarejo de Charmey

Charmey Swiss Experience
Muitos produtores mantêm a tradição da produção artesanal, pois grande parte dos queijos é fabricada segundo o procedimento natural e com base em antigas receitas. Todo o processo começa muito cedo pela manhã com a retirada do leite. A família Piller é especialistas no queijo tipo Vacherin Fribourgeois, mas também produz Gruyère, o Sérac e o famoso (e delicioso) Créme. Se um dia estiver por lá no verão, sugiro pelo menos bater na porta do chalé para comprar os queijos frescos que são vendidos no local. E, é claro, aproveitar para conhecer essa família incrível e simpática!

Charmey Swiss queijos (22)

Charmey Swiss queijos (21)

Piller Gruyere 2

Piller Gruyere

Piller Gruyere 3

A casa é simples e rústica. A família e as crianças vivem no alto da montanha durante o verão, produzindo diariamente o queijo. Abre parênteses: a matéria-prima dos queijos ilustres da Suíça é o leite de vacas que sobem e descem os incríveis Alpes suíços. E é apenas no verão que as vacas e seus sinos clássicos no pescoço são levadas para o topo das montanhas para aproveitarem a pastagem verde e o ar puro, deixando o produto final ainda mais nobre, é claro. Em setembro, na chegada do outono, as vacas voltam para o sopé das montanhas onde ficarão protegidas do frio no inverno em estábulos. Para a descida das vacas, é feita uma grande festa conhecida como Chästeilet – onde as famílias e crianças desfilam com roupas típicas e as vacas ganham flores na cabeça e sinos enfeitados no pescoço. Daria tudo para ver esse desfile de perto!

charmey fribourg

Enfim, para ver as vaquinhas nos Alpes, fica a dica, tem que visitar a Suíça no verão, certo?

Charmey Swiss queijos (63)
Durante a produção do queijo, quem não está acostumado (como eu) pode passar um pouco mal com tanta fumaça. O queijo é feito no tacho gigante e a força feita apenas por pai e filho para ajustar e preparar tudo impressiona. Cada membro da família tem o seu papel no processo. Não há funcionário trabalhando no chalé, pois contratar um empregado na Suíça é artigo de luxo. Para uma pequena produção como a da família Piller, não vale o investimento. No mais, eles parecem não se importar muito com o esforço e  carga horária pesada. São apaixonados pelo que fazem, arte que passa de pai para filho e netos. E o mais interessante é que toda a população na Suíça valoriza esse trabalho manual, feito a mão, com carinho e dedicação.

Charmey Swiss queijos (38)
Charmey Swiss queijos (39)
Charmey Swiss queijos (34)

Charmey Swiss queijos (44)

Ao término do processo, recebo o convite para comer os queijos frescos e tomar um café no segundo andar da casa onde a família tem os quartos e a cozinha. O pão sai do forno e os queijos que vão à mesa mais parecem obras de arte intocáveis. Me derreto. Ricota fresca, gruyère, sérac e crème double (este último, espécie de requeijão, um creme de leite azedo e mais gordo, perfeito para passar no pão).

Charmey Swiss queijos (48)

Charmey Swiss queijos (53)

Charmey Swiss queijos (56)

Observo nas paredes os desenhos de vaquinhas das crianças e me sinto tão confortável que acho que poderia passar o dia inteiro à mesa tomando café e comendo queijo. Só não faço isso pois sei que todos na casa têm muito trabalho pela frente. Despeço-me da família, compro queijos para levar na mochila e volto feliz da vida caminhando pela trilha da montanha de Charmey em companhia do meu guia do Turismo de La Gruyère. Um manhã memorável! Graaaande e legítima Swiss Experience.Charmey Swiss queijos (73)

Subindo de teleférico mas descendo pela trilha a pé!!!

Subindo de teleférico mas descendo pela trilha a pé!!!

Charmey Swiss queijos (54)

 

♥ CURIOSIDADES SOBRE OS QUEIJOS SUÍÇOS

  • A Suíça produz em torno de 450 tipos de queijos. O queijo gruyère é o mais famoso da Suíça. Leva este nome pois nasceu na região suíça de Gruyère, a mesma onde está o vilarejo de Charmey citado neste post.
  • Outro queijo típico da Suíça é o Vacherin, feito de forma artesanal, é suave e delicado, tem uma casca por fora e por dentro uma pasta mais mole.
  • O legítimo Fondue Suíço utiliza só queijos gruyère e vacherin – por isso, tão delicioso!
  • O créme (creme double ou double cream) é outra especialidade deliciosa dessa região da Suíça. Tem a consistência de um requeijão bem cremoso e levemente azedo, só que leva mais gordura.
  • O essencial para um bom queijo suíço é o terroir. Nos Pré-Alpes suíços  há uma riqueza de flores e plantas nas montanhas que servem de alimento para as vacas, produzindo um leite único.
  • Grande parte dos pratos da cozinha suíça leva queijo. Além do fondue, outra receita clássica e típica da região com queijo é o raclete.
  • além dos queijos, o souvenir mais clássico dessa região são as colheres de madeira esculpidas. Antigamente, eram utilizadas nos chalés das montanhas. Hoje, são mais do que tudo decorativas.
    Charmey Swiss queijos (51)
    

unnamed-1
SAIBA MAIS

Para visitar no verão o chalé da Família Piller, basta pegar o teleférico no vilarejo de Charmey (Rapido Sky Cable-Car). A casa está bem no topo da montanha, ao lado do final da estação.
VILAREJO DE CHARMEY | FRIBOURG | SUÍÇA
Site: www.la-gruyere.ch/en/charmey
Atrações: Les Bains de la Gruyère , teleférico e todo o entorno (veja aqui o roteiro completo)
Onde comer e ficar em Charmey >   L’ETOILE

LEIA TAMBÉM
Nossa visita na Itália em Parma a produção do verdadeiro Parmigiano Reggiano.
O meu roteiro de 2 dias em  Fribourg: Trem do Chocolate + Gruyère + Broc + Charmey. Veja aqui

TODA A SÉRIE SWISS EXPERIENCE NO CAFÉ VIAGEM 

Genebra | Carouge |  Lausanne | Interlaken | Jungfraujoch |  Zurique  Lavaux | Montreux
Roteiro Pré-Alpes Fribourg: Trem do Chocolate + Gruyère + Broc + Charmey

Voando de econômica com a Swiss Internacional Air Lines 

Voando de executiva com a  Swiss Internacional Air Lines
A facilidade de viajar pela Suíça com o SWISS PASS

Emoções de um Verão na Suíça

Sobre a  SWISS Experience, leia aqui.
O Roteiro completo de 7 dias pela Suíça francesa

*Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem, viajou para a Suíça a convite da Swiss International Air Lines com o apoio da Switzerland Tourism no projeto  SWISS Experience.  Agradece imensamente a oportunidade de fazer parte dessa viagem inesquecível!

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier em formação pela ABS-RS. Acima de tudo, apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários
  • Olá, amei o seu comentário sobre a visita de uma familia suiça. Este passeio só funciona no verão?

DEIXE SEU COMENTÁRIO