Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!

O Rio de Janeiro continua lindo

No fim de semana que estava no Rio os traficantes do morro derrubaram um helicóptero da polícia. Eu não vi nada. Estava dançando na Lapa e no outro dia caminhando no calçadão de Ipanema. Quem me contou tudo foi o taxista na volta para o aeroporto. É triste. O Rio poderia ser algo muito perto do paraíso.

 

 

 

 

 

1 dia de chuva. 1 dia de sol. 7 caipirinhas. 1 champanhe. 15 bolinhos de bacalhau, camarão e siri. 4 botecos. 2 restaurantes. 10 chopps. 1 casa de shows. 2 caminhadas no calçadão de Ipanema e Leblon. 4 águas de coco. 2 shoppings. 50 fotografias. 2 cafés da manhã. 1 guia de viagens. 1 celebridade vista (Nelson Motta). E 10 anos de casada!

Estou apaixonada pelo Rio. É minha nova Buenos Aires. Levei minha listinha com indicações de amigos, pesquisas em sites e blogs e meu livrinho que amo: Rio Botequim.
Tentei comprar a Agenda Carioca mas não encontrei em nenhum lugar, deve estar esgotado.

Café da Manhã no Rio

 

 

 

 

 

Fui com uma lista gigante e carimbei apenas dois.

O simples e simpático Bibi Sucos na Ataulfo de Paiva, 591 – Leblon. A dica é pedir qualquer sanduíche com queijo minas. Eu não sei pq, mas o queijo de minas deles é muito mais saboroso. Me perdi na lista gigantesca de sucos e acabei pedindo um de laranja mesmo.

Café du Lage
A dica foi da Mayume, diretora de arte que trabalha comigo. O lugar é liiiindo, cercado de muito verde. Fica no Parque Lage, ao lado do Jardim Botânico, dentro de um casarão antigo onde funciona a Escola de Artes Visuais. O que deixa o café da manhã especial é o cenário em volta, pois as comidinhas não são nada demais. Minhã irmã me contou que as festas da Rede Globo de fim de ano acontecem aqui. Este site que achei pesquisando lista 10 bons motivos pra carimbar o café: http://turismo.ig.com.br/noticia/2008/08/25/10_motivos_para_ir_ao_parque_lage_1596794.html

Restaurante

Sempre quis conhecer o Carlota e já na entrada descobri que estava certa. O ambiente é bem pequeno, tipo bistô. Para uma janta romântica (aniversário de casamento) no Rio foi perfeito.

De entrada pedimos ” Plateau Pernambucano” – um mix de petiscos brasileiros para 2 pessoas. Depois de experimentar estes bolinhos todos os petiscos dos botecos do Rio ficaram sem graça pra mim. Maravilhoso! E ainda tinha uns molhinhos especiais de pimenta, geléia e queijo para acompanhar. Infelizmente, o Carlota do Rio fechou. Agora só tem em São Paulo. De prato principal pedimos peixe. O meu era acompanhado de aspargos na manteiga e um purê de banana da terra. O outro era uma linguado ao molho de queijo de cabra e fettuccine de pupunha e cogumelos. Ambos deliciosos e inesquecíveis.Foi uma pena, mas não consegui chegar na sobremesa. Já tinha lido que são ótimas, só que faltou espaço. O valor de tudo, mais champanhe e caipirinha, foi em torno de 230 reais o casal.
Carlota – Recomendo muito. Na rua Dias Ferreira, 64 – Leblon (tem em SP também).

Os Botecos e Petiscos

Jobi e Bracarense
Ambos no Leblon, um bem perto do outro. Já conhecia os dois. São bem clássicos. Ganham sempre muitos prêmios de melhor petisco, melhor boteco, etc. Eu gosto mais do Jobi, apesar de apertado e barulhento. O Jobi fica aberto até a madrugada, tipo 5h e abre às 8h pra café da manhã. Nos dois botecos a gente só petiscou.

Bracarense – Rua José Linhares, 85 Leblon Horário 7h/0h – sábado e domingo abre mais tarde.

Jobi – Ataulfo de Paiva, 1166 – Leblon Horário 8h/5hBelisco de Polvo à vinagrete no Jobi:
Boteco da Garrafa e Nova Capela
No sábado à noite fomos pra Lapa. E antes de conhecer o famoso Rio Scenarium fizemos duas paradinhas.A primeira no Boteco da Garrafa só pq estava no nosso caminho. Tomamos uma caipirinha. Fica ao lado do famoso Carioca da Gema, uma casa de shows que todo mundo fala bem e não tem tanto turista quanto o Rio Scenarium.Depois fomos jantar no Nova Capela. O restaurante é bem simples, antigo e popular. Eleito o melhor para o fim de noite. O prato famoso é o cabrito com arroz e brócolis. Experimentei e não achei algo de outro mundo.
Gostei mais do bolinho de bacalhau de entradinha.
O garçom era bem simpático. Chegamos cedo e ele falou que o movimento é bem mais tarde. Contou também que na noite anterior quem estava lá era o Eramos Carlos.
Boteco da Garrafa e Nova Capela – Rua Mem de Sá, 77 e 96 Lapa – Horário 11h/5h

Tem um site ótimo com todos os bares e restaurantes da Lapa e programação: www.lanalapa.com.br

Rio Scenarium

Podem falar que o lugar é cheio de turistas, mas é o máximo. É uma casa de shows de música brasileira e ao lado tem um restaurante bem bacanão. Impressiona por ser gigante e ter uma decoração linda, cheia de antiguidades por todos os lados. Muitos seguranças, super organizado e com público bem eclético. A dica é chegar cedo pra ver tudo com calma ou conseguir um lugar pra sentar (até umas 21h). Às 22horas já tinha uma fila grande na entrada.Amei. E isso que eu não curto música brasileira. Só que o show era tão bom que acabei até dançando a música tema da “Grande Família”. Cada cantinho do Rio Scenarium revela uma surpresa. Um dos bares era uma farmácia antiga, um charme.
Rio Scenarium – Recomendo muito! Rua do Lavradio, 20Da sacada do Rio Scenarium eu vi um lugar bem animado. Ao passar de táxi por ali na saída descobri que era uma aula de dança. O taxista me falou que os cursos de dança no Rio estão bem poupulares. Certo que na próxima viagem vou me inscrever pra aprender uns passos de samba.

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier pela ABS-RS. Acima de tudo, turista apaixonada por café da manhã, vinhos e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Sem Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO