Uma experiência ancestral no Chile: o novo Peumayen

Por Alexandra Aranovich

*Este post merecia belas fotos. Porém, para minha tristeza, a bateria da câmera se foi e me pegou de surpresa antes do jantar. No ambiente escuro e romântico, tentei tirar fotos com meu celular. As fotos não representam a comida a altura do que foi a nossa experiência. Contudo, não podia deixar de postar esta superdica para os leitores e amigos do Café Viagem! Bon appétit. 

Peumayen. Guarde este nome se você deseja ter uma experiência gastronômica memorável e inusitada, sensorial e supreendente! A cidade é Santiago do Chile, no turístico bairro Bellavista. A dica foi do proprietário do charmoso hotel The Aubrey. O restaurante foi aberto em 2013  (a três quadras de distância do The Aubrey )  logo ganhou notoriedade com excelentes avaliações no Tripadvisor.

a cozinha criativa

a cozinha criativa

A porta de entrada é quase imperceptível.

porta escondida da entrada do restaurante na calle Constitucion

porta escondida da entrada do restaurante na calle Constitucion

Chegamos muito cedo (20h20), numa terça-feira, e sem reservas. Quase não conseguimos uma mesa. A dica é garantir a sua reserva com antecedência, pois as mesas no Peumayen são bem concorridas. São dois ambientes: o interno e o jardim aberto. Ficamos no jardim onde foi possível dar uma espiadinha na cozinha. Nas cadeiras, cobertores para os dias frios.

Peumayen

A proposta do restaurante é oferecer uma culinária ancestral chilena. Alimentos e produtos que fizeram parte da vida dos primeiros habitantes do Chile. Uma cozinha moderna e criativa com toques regionais e históricos. Uma busca pela identidade do país através da comida. Não é interessante? Uma releitura de pratos de civilizações indígenas. Sabores e aromas autênticos que fazem a gente viajar pelo Chile de outros tempos. O garçom apresenta o couvert como se fosse uma aula de história. Cada pãozinho vem de uma parte do Chile e utiliza um ingrediente específico, tudo apaixonante.

couvert fantástico!

couvert fantástico!

E não é só os ingredientes que dão o clima ancestral. A música ambiente, a decoração e os pratos à mesa também colaboram para a busca dessa culinária de povos antigos. Detalhes que encantam  os comensais.

Peumayen Chile

O vinho, não conhecíamos: um pinot noir ecxelente. Ótima sugestão do garçom.

Peumayen (2)
Entre um prato e o outro, várias surpresinhas tira-gosto passavam pelas mesas.

Peumayen (3)

Como estava com meus filhos a tiracolo, não tive muita escolha. Eles foram conosco nessa experiência gustativa. E até que se comportaram bem. O garçom descolou um peixe fresquíssimo para eles, preparado na perfeição. Já o incrível purê de milho foi um pouco ousado para o paladar da dupla mirim. De qualquer forma, valeu a tentativa! Eles também experimentaram o couvert e a nossa entrada: uma degustação de seis entradas, em pequenas porções. Ótima pedida! Polvo, língua de cordeiro, atum, entre outros sabores… É bom avisar: há opções vegetarianas!

degustação de 6 entradas

degustação de 6 entradas

peixe das crianças!!

peixe das crianças!!

Como prato principal, meu marido foi de picante de coelho. E, eu, fui de sabores mais adocicados e selvagens no costillar de cerdo en salsa de algorrobina y mantecado de porotos.Peumayen Ancestral Food

Peumayen (9)

E o grand finale chegou com a conta. Toda a experiência ancestral chilena cheia de requinte e criatividade, com vinho, por  59 mil pesos, algo como 110 dólares. Nossa, vale muito a pena!

PEUMAYEN ANCESTRAL FOOD
Constitucion 136, Barrio Bellavista.
Providencia | Santiago , Chile
Tel.: + (56)2247 3060
Fecha nas segundas-feiras. Jantar. Domingo, apenas almoço.
Localização no Mapa
  • Compartilhe
Alexandra Aranovich
Alexandra Aranovich
A autora dos textos e fotos do blog é publicitária e faminta por viagens e experiências gastronômicas. Além do Café Viagem, é colunista do Caderno Vida do jornal Zero Hora, autora do Guia Essencial Gramado e Canela da Pulp e do blog Destemperadinhos. Mora em Porto Alegre, mas vive por aí com o coração no mundo, sonhando com o próximo destino.
26
set
13
Deixe o seu comentário!
  1. Francieli23/02/2015 - 10:08

    Adorei a dica. Mas fiquei com uma dúvida: tanto a tábua de pãezinhos quanto a de entradas, você pede uma para cada pessoa ou uma para o casal?