Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

Roteiro Belo Horizonte 4 dias – com bate e volta em Inhotim e Ouro Preto

Minas Gerais sempre esteve nos meus planos de viagem. Mas a ideia de fazer um roteiro em BELO HORIZONTE de 4 dias partiu da minha mãe que comprou as passagens e me fez o convite para planejar a viagem com bate e volta ao Instituto Inhotim em Brumadinho e à Ouro Preto. O passeio aconteceu no final de junho e foi tão perfeito e agradável que resolvi deixar por aqui o roteiro resumido aos leitores antes de fazer cada post detalhado. Já estou louca de vontade de voltar para Minas e fazer  Tiradentes, Mariana, Serra do Cipó e outros tantos destinos desse estado que é exatamente como sua música: quem te conhece não esquece jamais, oh, Minas Gerais…  Uai!

Adivinha porque Belo Horizonte se chama Belo Horizonte?

Adivinha porque Belo Horizonte se chama Belo Horizonte?

A viagem para Belo Horizonte

Nosso voo foi a partir de Porto Alegre/RS. Optamos pela companhia Azul que faz voo direto até BH/Aeroporto Internacional de Confins  (voo direto somente na ida às 6h30). Na volta, minha mãe voltou de Azul (que faz escala em Curitiba) e eu voltei de Latam (TAM) que faz escala em SP.  O avião da Azul foi melhor no espaço entre as pernas, na programação de entretenimento de canais e na facilidade de ter a ida a partir de POA sem escalas. Partimos em uma quinta-feira pela manhã e retornamos no domingo à noite.

 Dica de hotel em Belo Horizonte

O hotel eleito foi o Radisson Blu no coração do bairro charmoso, elegante,  boêmio e gastronômico de Savassi (melhor bairro para se hospedar!). Recomendo fortemente. Além de acomodações lindas e confortáveis, o hotel está situado atrás de um dos melhores shoppings da cidade (Pátio Savassi), há 15 minutos de caminhada do Centro (Praça da Liberdade) e próximo de vários restaurantes e bares. Reservando com 2 meses de antecedência, conseguimos boa oferta no Booking (tarifas a partir de R$ 227).

Transporte: como se locomover em Belo Horizonte e cidades próximas para bate e volta

Como o aeroporto é distante do centro de Belo Horizonte  ( 36 km) e resolvemos incluir  dois  bate e voltas em nosso roteiro, as possibilidades iniciais de transporte eram: 1. pegar ônibus, 2. entrar em um pacote , 3. contratar transfer ou 4.  alugar um veículo e fazer tudo por conta própria. Entretanto, e para o nosso conforto (eu estava acompanhada de 2 senhoras de 60 anos!) e também para não perder tempo com mapas e estradas que eu não conhecia (já que a gente só tinha 4 dias), contratamos um taxista indicado por uma amiga de Belo Horizonte: o Cadu. Toda a comunicação e negociação de valores foi feita por WhatsApp. Cadu sempre prestativo e atencioso.  Ele conhecia bem as estradas e pontos turísticos.

Abaixo, o pacote que fechamos com ele para 3 pessoas:

Dia 1: 

Transporte chegada: aeroporto ao hotel Radisson Blu (+ de 36 km), com passagem pela Sede Adminstrativa : R$ 80

Dia 2:

Transporte BH até Inhotim | Brumadinho (60 km- partida às 7h30 e retorno 18h30)  – R$ 300

Dia 3: 

Transporte BH a Ouro Preto (100 km- partida às 8h30 e retorno 18h30)  – R$ 350

Dia 4:  

Passeio pela Lagoa da Pampulha (com visita à Igreja, Museu e Casa de Baile) + transporte até restaurante Xapuri + transporte até aeroporto Confins (tarde inteira de trajeto)  – R$ 220

Total: R$ 950 (que dividimos entre 3 pessoas!)
Para quem quiser orçar o trajeto com o Cadu (ele responde pelo WhatsApp) , o contato é: (31) 8031 1984 

ROTEIRO 4 DIAS BELO HORIZONTE
COM BATE E VOLTA INHOTIM E OURO PRETO


—— DIA 1  BELO HORIZONTE

(quinta-feira)

MANHÃ

-9h Chegada em BH pela manhã (voo Azul de POA/RS para BH/MG às 6h30)
-Táxi do Cadu (contato acima) nos pegou no Aeroporto de Confins (são 36 km  do aeroporto até BH)
-No caminho até o hotel, passagem pela CIDADE ADMINISTRATIVA PRESIDENTE TANCREDO NEVES, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurada em março de 2010.
-10h check in no HOTEL RADISSON BLU.
-voltinha por BH com uma amiga local: café na CASA BONOMI (em Savassi – leia aqui o post no blog), PRAÇA DO PAPA e MIRANTE DO MANGABEIRAS. O mirante está atrás do Palácio do Governador em uma área de proteção ambiental e tem vista panorâmica da cidade e do Parque das Mangabeiras.
– 12h30 MERCADO CENTRAL DE BH  (leia aqui o post da visita ao mercado) –  almoço no excelente CASA CHEIA (dentro do mercado).


TARDE

-Larguei as minhas compras no Radisson Blue e fui caminhando do hotel até a PRAÇA DA LIBERDADE (10 minutos de caminhada). Fiz parte do CIRCUITO CULTURAL PRAÇA DA LIBERDADE. Ao redor da praça visitei: edifício de Niemeyer (onde já morou Tancredo Neves), o Centro Cultural Banco do Brasil,  Memorial Minas Gerais Vale e MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal. Dica: ao lado do CCB (Centro Cultural do Banco do Brasil) há um posto de informações turísticas caso você precise de orientações e mapas. Anote: vale muito a pena iniciar a vista em BH pelo imperdível MEMORIAL MINAS GERAIS VALE que conta muito sobre a história da cidade e de MG, bem como aspectos culturais e grandes celebridades mineiras como Lígia Clark, Carlos Drummond e Sebastião Salgado.

NOITE

Jantar no restaurante GLUTON (ambiente e pratos mais sofisticados! É um dos restaurantes campeões do Tripadvisor em BH)


—— DIA 2  BATE E VOLTA INHOTIM
(sexta-feira)

– PARTIDA às 7h30 do hotel para Inhotim: táxi do Cadu (contato e valores, veja no início do post em “transporte”). A viagem até o INSTITUTO INHOTIM dura por volta de uma hora e meia. O parque abre às 9h30 e fecha às 17h. Ficamos até o horário de encerramento.
—–> Leia aqui o post completo da nossa visita com dicas de como visitar o parque!

RETORNO às 17h15 à BH/ hotel RADISSON BLU. Chegada por volta das 18h30.

JANTAR no restaurante do próprio hotel, o OLEGÁRIO. Em breve, será possível jantar também em frente ao hotel no PARIS 6 BISTRÔ que inaugura ainda este ano.


—— DIA 3  BATE E VOLTA OURO PRETO
(sábado)

 PARTIDA às 8h30: táxi do Cadu (contato e valores, veja no início do post em “transporte”)  nos buscou no Radisson Blu. Viagem bem tranquila de 100 km. A estrada é linda com paisagens revigorantes da serra mineira.

Chegada à PRAÇA TIRADENTES, coração de OURO PRETO, por volta das 10h. Na própria praça contratamos um guia de turismo cadastrado que entrou no nosso táxi e fizemos as atrações mais distantes como: Igreja Matriz de Santa Efigênia (conhecida com igreja dos escravos), Mina do Jeje e Igreja N. S. do Pilar. E as atrações mais centrais como: Igreja N. S. do Carmo, Praça Tiradentes, Igreja São Francisco de Assis (obras de Aleijadinho), Praça do Artesanato, Museu da Inconfidência.

SOBRE GUIAS E TOURS

O guia ou city tour é essencial para quem está visitando pela primeira vez. O nosso custou por volta de 70 para acompanhamento de meio turno de passeio. A gente preferiu fazer fazer algo mais privativo, mas há outras opções de city tour com pacotes fechados como a van coletiva de Ouro Preto para tours em grupo. No site oficial do Turismo de Ouro Preto você pode conferir alguns dos receptivos, pacotes e guias oferecidos: ouropreto.org.br/turismo-receptivo
O nosso guia foi o Paulo Marcio da Rocha.

ALMOÇO E CAFÉ EM OURO PRETO

A gente almoçou no encantador BENÉ DA FLAUTA (à la carte) ao lado da Igreja de São Francisco de Assis. Outro restaurante lindinho que fui conhecer à tarde e sugiro como opção para bufê de comida mineira é o movimentado CHAFARIZ. Para um bom café, a sugestão é o CAFÉ CULTURAL na Praça Tiradentes.

RETORNO BH, Hotel Radisson Blu às 18h

JANTAR bem próximo ao hotel no animado e gostoso CAFÉ COM LETRAS (que também é clube de jazz e livraria). Para um Plano B, outra sugestão próxima ao Café com Letras  é o A Pão de Queijaria.

Roteiro Belo Horizonte


—— DIA 4 BELO HORIZONTE

(domingo)

MANHÃ

-Às 9h30, FEIRA HIPPIE
-12h – check out hotel Radisson Blue.

TARDE

-Tour PAMPULHA no táxi do Cadu (já com malas no carro pois a Pampulha é caminho para o aeroporto Confins) : LAGOA DA PAMPULHA, MINEIRÃO E CIRCUITO NIEMEYER (Casa de Baile, Igreja da Pampulha e Museu de Artes – todas obras clássicas do arquiteto Oscar Niemeyer).

Igreja Pampulha

ALMOÇO

-14H30 no imperdível RESTAURANTE XAPURI, também na Pampulha. O ambiente é tão bom que ficamos por lá até 16h30. Leia aqui o post da nossa experiência no Xapuri

 

FIM DO PASSEIO

Do restaurante, nos despedimos de Belo Horizonte e fomos para o Aeroporto Internacional de Confins.
O roteiro foi redondo e perfeito. Se você leu até aqui e curtiu, deixe seu comentário. E se fizer o roteiro,, conte depois para gente o que achou.

Roteiro Belo Horizonte

Feira Hippie de Belo Horizonte que amei!

 

SAIBA MAIS

CIDADES VISITAS NESTE ROTEIRO DE 4 DIAS:
BELO HORIZONTE, OURO PRETO E INSTITUTO INHOTIM EM BRUMADINHO
MINAS GERAIS | BRASIL

Veja mais dicas de Minas Gerais no Café Viagem

ROTEIRO 4 DIAS EM BELO HORIZONTE COM BATE-VOLTA INHOTIM E OURO PRETO

RADISSON BLUE, NOSSA DICA DE HOTEL EM BH NO CORAÇÃO DE SAVASSI

INHOTIM, DICAS PARA CURTIR ESSE PARQUE DE SENSAÇÕES 

ALMOÇO EM INHOTIM NO RESTAURANTE TAMBORIL

CASA BONOMI – UM CAFÉ COM CHARME EM BELO HORIZONTE

VISITA AO MERCADO CENTRAL BELO HORIZONTE – EXPERIÊNCIA GASTRONÔMICA BEM BRASILEIRA

ALMOÇO IMPERDÍVEL EM BELO HORIZONTE NO XAPURI

DICAS DE TIRADENTES EM FAMÍLIA

 


SITES PARA PLANEJAR A SUA VIAGEM 

ONDE FICAR
PESQUISE E RESERVE: HOSPEDAGEM  BELO HORIZONTE NO BOOKING
site que oferece melhores tarifas, sem taxa de reserva e a facilidade de cancelamento grátis.

SEGURO VIAGEM
FAÇA AQUI A SUA COTAÇÃO NA REAL SEGURO VIAGEM
site que faz uma busca entre as melhores seguradoras e oferece o melhor preço

ALUGUEL DE CARRO
PESQUISE AQUI MELHORES TARIFAS PARA ALUGUEL DE CARRO EM MG
site que faz uma busca entre as principais locadoras e oferece o melhor preço

 

Agradecimentos: 

A viagem não teria sido tão perfeita sem as dicas preciosas dos amigos Carol Dayrell, Aline Hellmann e da mineira Patrícia Dayrell. Foi a Patrícia quem indicou o nosso motorista de táxi Cadu.
Agradeço também ao Radisson Blu Belo Horizonte que oportunizou a excelente hospedagem em BH ao Café Viagem.

Também pesquisamos dicas em: 
Para organizar a nossa viagem, demos uma conferida nos blogs:  Sundaycooks ,  Mezzo Mundo e  Mochilinha Gaúcha.

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier em formação pela ABS-RS. Acima de tudo, apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários
  • Genial!! Estamos amando…

  • Excelente roteiro. Estive em BH faz tempo e adoro Ouro Preto, mas não tive oportunidade de conhecer Inhotim. Dizem que é um passeio belíssimo. Obrigado pela partilha e grande abraço desde Portugal.

  • Lindas fotos!

  • Sou amiga do Cadu, e realmente é um motorista de mão cheia. Volte a BH, tem muita coisa a ser fazer, no mês de maio tem o festival de comida de buteco e botecar.
    Nos arredores tem várias cachoeiras, Grutas e outras cidades históricas como Sabará,Congonhas, São João Del Rey, Tiradentes… Acredito que um ótimo lugar para ser ir no fim de semana seja Macacos com vários bares e restaurantes.
    Hoje temos vários hotéis com preços mais acessíveis e hostels tbm

    • Gratidão

      10 anos abençoados de muito transfer e trabalho

  • Oi Alexandra, tudo bem? Espero que sim. Descobri seu site somente depois que já havia contratado dois passeios completos (mas mais caros =/) para Ouro Preto e Mariana (dia inteiro) e SJ Del Rei, Congonhas e Tiradentes (dia inteiro tbm). Mas, ao menos, vai dar para ver todas essas cidades históricas em um roteiro de 5 dias, parecido com o teu. Fiquei com vontade de conhecer Inhotim e ainda estamos com um dia livre (sexta-feira). Pelo que li aqui, vocês também estiveram lá em uma sexta-feira, correto? E como estava de gente? Muito cheio? O dia todo dá para ver bastante coisa? Aproveito para dizer que gostamos bastante do post sobre o Mercado Central. Agradeço se responder. Muito obrigado!

  • Obrigada por dividir conosco sus experiências. Vou fazer mais ou menos o mesmo roteiro, agora no feriadão se 7 se setembro.

  • Obrigada por indicar o Cadu! Fiz o roteiro Aeroporto – Inhotim / City Tour em BH / Ouro Preto – Aeroporto, além de outros 2 transfers com ele em abril e foi a melhor coisa que eu poderia ter feito! Nota mil!! Excelente profissional, pessoa maravilhosa e 100% de confiança! Esperando a oportunidade pra voltar a esse lugar incrível!

  • Muito obrigada pela indicação do Cadu! Eu e minha família fechamos os passeios com ele na nossa ida à BH e com certeza foi o melhor atendimento que poderíamos ter recebido! Os passeios sugeridos foram todos incríveis e todos amaram a viagem! Recomendo demais o Cadu, gente fina! Já queremos voltar pra conhecer mais e mais de MG :)

DEIXE SEU COMENTÁRIO