Roteiro Belo Horizonte 4 dias – com bate e volta em Inhotim e Ouro Preto

Por Alexandra Aranovich

Minas Gerais sempre esteve nos meus planos de viagem. Mas a ideia de fazer um roteiro em BELO HORIZONTE de 4 dias partiu da minha mãe que comprou as passagens e me fez o convite para planejar a viagem com bate e volta ao Instituto Inhotim em Brumadinho e à Ouro Preto. O passeio aconteceu no final de junho e foi tão perfeito e agradável que resolvi deixar por aqui o roteiro resumido aos leitores antes de fazer cada post detalhado. Já estou louca de vontade de voltar para Minas e fazer  Tiradentes, Mariana, Serra do Cipó e outros tantos destinos desse estado que é exatamente como sua música: quem te conhece não esquece jamais, oh, Minas Gerais…  Uai!

Adivinha porque Belo Horizonte se chama Belo Horizonte?

Adivinha porque Belo Horizonte se chama Belo Horizonte?

Cafe viagem voo
Voo

Nosso voo foi a partir de Porto Alegre/RS. Optamos pela companhia Azul que faz voo direto até BH/Aeroporto Internacional de Confins  (voo direto somente na ida às 6h30). Na volta, minha mãe voltou de Azul (que faz escala em Curitiba) e eu voltei de Latam (TAM) que faz escala em SP.  O avião da Azul foi melhor no espaço entre as pernas, na programação de entretenimento de canais e na facilidade de ter a ida a partir de POA sem escalas. Partimos em uma quinta-feira pela manhã e retornamos no domingo à noite.

Radisson Blu Belo Horizonte

Cafe Viagem mala
Hotel

O hotel eleito foi o Radisson Blu no coração do bairro charmoso, elegante,  boêmio e gastronômico de Savassi (melhor bairro para se hospedar!). Recomendo fortemente. Além de acomodações lindas e confortáveis, o hotel está situado atrás de um dos melhores shoppings da cidade (Pátio Savassi), há 15 minutos de caminhada do Centro (Praça da Liberdade) e próximo de vários restaurantes e bares. Reservando com 2 meses de antecedência, conseguimos boa oferta no Booking (tarifas a partir de R$ 227).

 

Radisson Blu

Cafe viagem
Transporte 

 

Como o aeroporto é distante do centro de BH ( 36 km) e resolvemos incluir  dois  bate e voltas em nosso roteiro, as possibilidades iniciais de transporte eram: 1.pegar ônibus, 2. entrar em um pacote , 3. contratar transfer ou 4.  alugar um veículo e fazer tudo por conta própria. Contudo, para o nosso conforto (eu estava acompanhada de 2 senhoras de 60 anos!) e também para não perder tempo com mapas e estradas que eu não conhecia (já que a gente só tinha 4 dias), contratamos um taxista indicado por uma amiga de BH: o Cadu.  Com sua alegria, ele certamente contribuiu para que o nosso passeio fosse ainda mais agradável.  Toda a comunicação e negociação de valores foi feita por WhatsApp. Antes da viagem, o Cadu enviou várias dicas para a nossa programação, sendo sempre muito prestativo e atencioso.  Ele conhecia bem as estradas e pontos turísticos. Abaixo, o pacote que fechamos com ele para 3 pessoas:

Dia 1: Transporte chegada: aeroporto ao hotel Radisson Blu (+ de 36 km), com passagem pela Sede Adminstrativa : R$ 80

Dia 2: Transporte BH até Inhotim | Brumadinho (60 km- partida às 7h30 e retorno 18h30)  – R$ 300

Dia 3: Transporte BH a Ouro Preto (100 km- partida às 8h30 e retorno 18h30)  – R$ 350

Dia 4:  Passeio pela Lagoa da Pampulha (com visita à Igreja, Museu e Casa de Baile) + transporte até restaurante Xapuri + transporte até aeroporto Confins (tarde inteira de trajeto)  – R$ 220

Total: R$ 950 (que dividimos entre 3 pessoas!)
Para quem quiser orçar o trajeto com o Cadu (ele responde pelo WhatsApp) , o contato é: (31) 8031 1984 

Roteiro de Taxi por Inhotim, Outro Preto e BH

No Taxi do Cadu por Inhotim, Outro Preto e BH

Roteiro BH cafe viagem
ROTEIRO 4 DIAS 

 

—— DIA 1  BELO HORIZONTE
(quinta-feira)

MANHÃ
-9h Chegada em BH pela manhã (voo Azul de POA/RS para BH/MG às 6h30)
-Táxi do Cadu (contato acima) nos pegou no Aeroporto de Confins (são 36 km  do aeroporto até BH)
-No caminho até o hotel, passagem pela CIDADE ADMINISTRATIVA PRESIDENTE TANCREDO NEVES, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurada em março de 2010.
-10h check in no HOTEL RADISSON BLU.
-voltinha por BH com uma amiga local: café na CASA BONOMI (em Savassi – leia aqui o post no blog), PRAÇA DO PAPA e MIRANTE DO MANGABEIRAS. O mirante está atrás do Palácio do Governador em uma área de proteção ambiental e tem vista panorâmica da cidade e do Parque das Mangabeiras.
– 12h30 MERCADO CENTRAL DE BH  (leia aqui o post da visita ao mercado) –  almoço no excelente CASA CHEIA (dentro do mercado).


TARDE
-Larguei as minhas compras no Radisson Blue e fui caminhando do hotel até a PRAÇA DA LIBERDADE (10 minutos de caminhada). Fiz parte do CIRCUITO CULTURAL PRAÇA DA LIBERDADE. Ao redor da praça visitei: edifício de Niemeyer (onde já morou Tancredo Neves), o Centro Cultural Banco do Brasil,  Memorial Minas Gerais Vale e MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal. Dica: ao lado do CCB (Centro Cultural do Banco do Brasil) há um posto de informações turísticas caso você precise de orientações e mapas. Anote: vale muito a pena iniciar a vista em BH pelo imperdível MEMORIAL MINAS GERAIS VALE que conta muito sobre a história da cidade e de MG, bem como aspectos culturais e grandes celebridades mineiras como Lígia Clark, Carlos Drummond e Sebastião Salgado.

– JANTAR no restaurante GLUTON (ambiente e pratos mais sofisticados! É um dos restaurantes campeões do Tripadvisor em BH)

—— DIA 2  BATE E VOLTA INHOTIM
(sexta-feira)

– PARTIDA às 7h30 do hotel para Inhotim: táxi do Cadu (contato e valores, veja no início do post em “transporte”). A viagem até o INSTITUTO INHOTIM dura por volta de uma hora e meia. O parque abre às 9h30 e fecha às 17h. Ficamos até o horário de encerramento.
—–> Leia aqui o post completo da nossa visita com dicas de como visitar o parque!

RETORNO às 17h15 à BH/ hotel RADISSON BLU. Chegada por volta das 18h30.

JANTAR no restaurante do próprio hotel, o OLEGÁRIO. Em breve, será possível jantar também em frente ao hotel no PARIS 6 BISTRÔ que inaugura ainda este ano.

—— DIA 3  BATE E VOLTA OURO PRETO
(sábado)

PARTIDA às 8h30: táxi do Cadu (contato e valores, veja no início do post em “transporte”)  nos buscou no Radisson Blu. Viagem bem tranquila de 100 km. A estrada é linda com paisagens revigorantes da serra mineira.

Chegada à PRAÇA TIRADENTES, coração de OURO PRETO, por volta das 10h. Na própria praça contratamos um guia de turismo cadastrado que entrou no nosso táxi e fizemos as atrações mais distantes como: Igreja Matriz de Santa Efigênia (conhecida com igreja dos escravos), Mina do Jeje e Igreja N. S. do Pilar. E as atrações mais centrais como:  Igreja N. S. do Carmo, Praça Tiradentes, Igreja São Francisco de Assis (obras de Aleijadinho), Praça do Artesanato, Museu da Inconfidência.

SOBRE GUIAS E TOURS
O guia ou city tour é essencial para quem está visitando pela primeira vez. O nosso custou por volta de 70 para acompanhamento de meio turno de passeio. A gente preferiu fazer fazer algo mais privativo, mas há outras opções de city tour com pacotes fechados como a van coletiva de Ouro Preto para tours em grupo. No site oficial do Turismo de Ouro Preto você pode conferir alguns dos receptivos, pacotes e guias oferecidos: ouropreto.org.br/turismo-receptivo
O nosso guia foi o Paulo Marcio da Rocha.

Sugestões para ALMOÇO E CAFÉ
A gente almoçou no encantador BENÉ DA FLAUTA (à la carte) ao lado da Igreja de São Francisco de Assis. Outro restaurante lindinho que fui conhecer à tarde e sugiro como opção para bufê de comida mineira é o movimentado CHAFARIZ. Para um bom café, a sugestão é o CAFÉ CULTURAL na Praça Tiradentes.

RETORNO BH, Hotel Radisson Blu às 18h

JANTAR bem próximo ao hotel no animado e gostoso CAFÉ COM LETRAS (que também é clube de jazz e livraria). Para um Plano B, outra sugestão próxima ao Café com Letras  é o A Pão de Queijaria.

 

—— DIA 4 BELO HORIZONTE
(domingo)

MANHÃ
-Às 9h30, FEIRA HIPPIE
-12h – check out hotel Radisson Blue.

 

TARDE
-Tour PAMPULHA no táxi do Cadu
(já com malas no carro pois a Pampulha é caminho para o aeroporto Confins) : LAGOA DA PAMPULHA, MINEIRÃO E CIRCUITO NIEMEYER (Casa de Baile, Igreja da Pampulha e Museu de Artes – todas obras clássicas do arquiteto Oscar Niemeyer).

ALMOÇO
-14H30 no imperdível RESTAURANTE XAPURI, também na Pampulha. O ambiente é tão bom que ficamos por lá até 16h30. Leia aqui o post da nossa experiência no Xapuri

FIM DO PASSEIO
Do restaurante, nos despedimos de Belo Horizonte e fomos para o Aeroporto Internacional de Confins.
O roteiro foi redondo e perfeito. Se você leu até aqui e curtiu, deixe seu comentário. E se fizer o roteiro,, conte depois para gente o que achou.

 

LEIA NO CAFÉ VIAGEM SOBRE MG 

RADISSON BLUE, NOSSA DICA DE HOTEL EM BH NO CORAÇÃO DE SAVASSI

INHOTIM, DICAS PARA CURTIR ESSE PARQUE DE SENSAÇÕES 

ALMOÇO EM INHOTIM NO RESTAURANTE TAMBORIL

CASA BONOMI – UM CAFÉ COM CHARME EM BELO HORIZONTE

VISITA AO MERCADO CENTRAL BELO HORIZONTE – EXPERIÊNCIA GASTRONÔMICA BEM BRASILEIRA


unnamed-1
SAIBA MAIS

 

CIDADES VISITAS NESTE ROTEIRO DE 4 DIAS:
BELO HORIZONTE, OURO PRETO E INSTITUTO INHOTIM EM BRUMADINHO
MINAS GERAIS | BRASIL

 

unnamed-1
SITES PARCEIROS DO BLOG QUE INDICAMOS PARA PLANEJAR A SUA VIAGEM 

 

ONDE FICAR
PESQUISE E RESERVE: HOSPEDAGEM  BELO HORIZONTE NO BOOKING
site que oferece melhores tarifas, sem taxa de reserva e a facilidade de cancelamento grátis.

SEGURO VIAGEM
FAÇA AQUI A SUA COTAÇÃO NA REAL SEGURO VIAGEM
site que faz uma busca entre as melhores seguradoras e oferece o melhor preço

ALUGUEL DE CARRO
PESQUISE AQUI MELHORES TARIFAS PARA ALUGUEL DE CARRO EM MG
site que faz uma busca entre as principais locadoras e oferece o melhor preço

 

Agradecimentos: 
A viagem não teria sido tão perfeita sem as dicas preciosas dos amigos Carol Dayrell, Aline Hellmann e da mineira Patrícia Dayrell. Foi a Patrícia quem indicou o nosso motorista de táxi Cadu.
Agradeço também ao Radisson Blu Belo Horizonte que oportunizou a excelente hospedagem em BH ao Café Viagem.

Também pesquisamos dicas em: 
Para organizar a nossa viagem, demos uma conferida nos blogs:  Sundaycooks ,  Mezzo Mundo e  Mochilinha Gaúcha.

Outros sites para pesquisa
www.belohorizonte.mg.gov.br
www.inhotim.org.br.
ouropreto.org.br


no seu email !

  • Compartilhe
Alexandra Aranovich
Alexandra Aranovich

A autora dos textos e fotos do blog é publicitária e faminta por viagens e experiências gastronômicas. Além do Café Viagem, é colunista do Caderno Vida do jornal Zero Hora, autora do Guia Essencial Gramado e Canela da Pulp e do blog Destemperadinhos. Mora em Porto Alegre, mas vive por aí com o coração no mundo, sonhando com o próximo destino.

30
jun
16
Deixe o seu comentário!
  1. Josiane30/06/2016 - 21:46

    Genial!! Estamos amando…

    • Alexandra Aranovich03/07/2016 - 17:23

      Obrigada, Josiane. Depois me conta o que vcs acharam.
      Beijos e boa viagem
      Alexandra do Café Viagem

  2. Filipe Morato Gomes01/07/2016 - 08:46

    Excelente roteiro. Estive em BH faz tempo e adoro Ouro Preto, mas não tive oportunidade de conhecer Inhotim. Dizem que é um passeio belíssimo. Obrigado pela partilha e grande abraço desde Portugal.

  3. Laysa Ramos03/07/2016 - 08:13

    Lindas fotos!

  4. fabiana13/07/2016 - 19:05

    Sou amiga do Cadu, e realmente é um motorista de mão cheia. Volte a BH, tem muita coisa a ser fazer, no mês de maio tem o festival de comida de buteco e botecar.
    Nos arredores tem várias cachoeiras, Grutas e outras cidades históricas como Sabará,Congonhas, São João Del Rey, Tiradentes… Acredito que um ótimo lugar para ser ir no fim de semana seja Macacos com vários bares e restaurantes.
    Hoje temos vários hotéis com preços mais acessíveis e hostels tbm

    • Cadu31/10/2016 - 22:48

      Gratidão

      10 anos abençoados de muito transfer e trabalho

  5. Frederico Braga22/01/2017 - 11:19

    Oi Alexandra, tudo bem? Espero que sim. Descobri seu site somente depois que já havia contratado dois passeios completos (mas mais caros =/) para Ouro Preto e Mariana (dia inteiro) e SJ Del Rei, Congonhas e Tiradentes (dia inteiro tbm). Mas, ao menos, vai dar para ver todas essas cidades históricas em um roteiro de 5 dias, parecido com o teu. Fiquei com vontade de conhecer Inhotim e ainda estamos com um dia livre (sexta-feira). Pelo que li aqui, vocês também estiveram lá em uma sexta-feira, correto? E como estava de gente? Muito cheio? O dia todo dá para ver bastante coisa? Aproveito para dizer que gostamos bastante do post sobre o Mercado Central. Agradeço se responder. Muito obrigado!

    • Alexandra Aranovich25/01/2017 - 17:37

      Oi Frederico

      Tudo bem? Que bom que você curtiu o blog e o post do mercado (adooro mercados). Um dia em Inhotim, chegando cedo (acho que abre 9h30) não dá para ver tudo, mas dá para aproveitar bastante. Vale a pena. Sim, eu fui em uma sexta-feira e foi tranquilo. Sugiro pegar o carrinho na bilheteria (ingresso mais caro) mas que facilita o passeio por lá. Você viu o post do blog sobre Inhotim? Bem, deixo aqui o link
      http://www.cafeviagem.com/inhotim/

      Abraços e boa viagem
      Alexandra Aranovich do blog Café Viagem

  6. Marcia Telma Bittencourt Chaves04/09/2017 - 08:37

    Obrigada por dividir conosco sus experiências. Vou fazer mais ou menos o mesmo roteiro, agora no feriadão se 7 se setembro.

    • Alexandra Aranovich24/09/2017 - 22:26

      Oi Marcia!
      E aí? aproveitou o feriado?
      Conta e compartilha a tua experiência
      Abraços
      Alexandra