Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

A travessia de Rio Grande a São José do Norte – um passeio e muitos olhares

*Série Rota Farroupilha RS – São José do Norte
Textos e fotos Criz Azevedo

Confesso que tinha poucas referências sobre São José do Norte, um dos destinos da Rota Farroupilha. Lembro de apreciar, via redes sociais, fotos com pôr do sol e barcos, um cenário perfeito que enriquece cliques e rende likes, mas nunca pensei que reagiria com tamanha felicidade àquele final de tarde de muito vento que contarei mais adiante.

sao-jose-do-norte-dicas-copy

A travessia Rio Grande a São José do Norte

Voltando ao nosso ponto de partida, após o check out no Lira Apart Hotel, de manhã bem cedo, nos dirigimos a Rio Grande e deixamos o carro em um estacionamento pago. A ideia surgiu da Roberta Martins. Ela nos explicou que a travessia do canal por meio das balsas que transportam veículos é tranquila. O problema é que há muitas correntes marítimas que variam ao longo do dia, fazendo com que a experiência seja uma aventura nada agradável ou não conseguir retornar até que melhorem as condições.

sao-jose-do-norte-por-do-sol-1

E, por precaução, as balsas de carros podem não operar nos horários estabelecidos. Como pretendíamos voltar naquela terça-feira mesmo, achamos prudente ir na embarcação exclusiva para passageiros, uma vez que encontraríamos do outro lado das águas Alex Sandro Souza, diretor de uma empresa de turismo em São José do Norte para nos guiar.

sao-jose-do-norte-balsa-8

sao-jose-do-norte-balsa-6

Chegando em São José do Norte

Dito e feito, nossa ida foi dentro do esperado, cerca de 25 minutos o percurso. Não conhecíamos Alex, mas ele nos identificou, pois não teve dúvidas quando avistou quatro mulheres olhando para todos os lados tirando fotos do ancoradouro. Feitas as apresentações, seguimos de carro pela região onde finaliza a BR-101, aquela que atravessa 12 estados, iniciando no nordeste brasileiro, em Rio Grande do Norte.

sao-jose-do-norte-vista-de-rio-grande

Conhecida como maior produtora de cebola do país, São José do Norte também faz parte de um campeonato esportivo com a tradicional travessia a nado (saindo de Rio Grande), evento que acontece há 93 anos no verão, sendo a mais antiga prova do circuito de águas abertas do Brasil.

sao-jose-do-norte-por-do-sol-1

sao-jose-do-norte-turismo-2

Um passeio e muitos olhares 

Em nosso roteiro, conhecemos o Atalaia, o primeiro farol construído no Rio Grande do Sul. A edificação é de 1820 em formato de torre. Na época do império, era içada uma bandeira no topo durante o dia. À noite, era retirada, dando lugar a uma fogueira para facilitar a visualização dos navios a longas milhas. Embora esteja desativado, é administrado pela Associação dos Práticos da Barra do Rio Grande, que o restaurou em 2005 com o objetivo de preservar sua história.

Farol da Barra e o Farol Atalia

Farol da Barra e o Atalaia, edificação de 1820

Seguimos pelas redondezas para apreciar a fachada da Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem, inaugurada em 1851, próxima ao Farol da Barra. Gostaria de ter entrado, mas não chegamos no horário certo.
sao-jose-do-norte-igreja-boa-viagem

Rumamos para as praias, mais precisamente aos Molhes da Barra que dividem São José do Norte e Rio Grande. Pena não termos a sorte de assistir aos famosos leões marinhos, conhecidos por curtirem um sol junto às pedras.

sao-jose-do-norte-moles-2

Dali, seguimos para o Mar Grosso, lugar que amei ficar contemplando o balé das aves, como se fossem as donas do pedaço, pois é uma infinidade de pássaros dando rasantes na areia, sozinhos ou em grupos, formando desenhos no céu. Apenas nós naquela imensidão tentando fazer boas fotos. O que não foi meu caso, pois o registro aqui é da Gardênia Rogatto (nota mental: comprar uma bateria extra para a câmera!).mar-grosso

Saindo da orla, fomos em direção ao Centro para visitar a Igreja Matriz São José que começou a ser erguida em 1840, inaugurando em 1860. É um belo templo que conta com uma imagem de Nossa Senhora dos Navegantes vinda da Bahia. Uma devoção que condiz com a vocação e a relação de seus moradores com o mar.sao-jose-do-norte-igreja-sao-jose-8

sao-jose-do-norte-igreja-sao-jose-7

As construções no estilo colonial português são um traço marcante das edificações de São José do Norte. Há muitos prédios restaurados, alguns em total abandono, o que é lamentável, pois observa-se que o conjunto arquitetônico deve ter sido muito bonito em outras épocas. O importante é que há pessoas dedicadas a buscar soluções para preservar o patrimônio, seja ele material ou imaterial.sao-jose-do-norte-turismo4

sao-jose-do-norte-casarios-3

Um exemplo é o pesquisador e radialista Fernando Costamilan que nos convidou para o evento 1ª Semana em Memória ao Combate de 16 de julho de 1840. A data homenageada está relacionada a uma das batalhas mais dramáticas da Revolução Farroupilha.

Fernando e alguns detalhes de São José do Norte pelas lentes da Criz Azevedo

Fernando Costamilan e alguns detalhes de São José do Norte pelas lentes da Criz Azevedo

As tropas rio-grandenses, com mais de 1.100 homens, comandadas por Bento Gonçalves, Giuseppe Garibaldi e Domingos Crescêncio, tinham por objetivo chegar a Rio Grande para tomar o porto. No entanto, enfrentaram soldados imperiais que estavam fortemente preparados para derrubar os revoltosos. O resultado contabilizou mais de 300 mortos, sem que os farrapos conseguissem chegar a Rio Grande. Esse episódio em São José do Norte é celebrado com caminhada, mateada e cavalgada, além de palestras.

sao-jose-do-norte-turismo-7-copy


Restaurante Brisamar – vale a travessia!

Entre os passeios da manhã e o evento, fizemos uma pausa recomendadíssima por Roberta para almoçar. O lugar escolhido faz jus à fama. É o Brisamar, que nos recebeu muito bem com uma mesa reservada para nosso pequeno grupo. Embora o buffet estivesse movimentadíssimo, optamos por um prato da carta, na verdade um kit de frutos do mar (camarões à milanesa, ao bafo e à baiana; siri na casca; bolinhos de peixe; filé de peixe à milanesa; acompanhados de pirão, arroz e salada) de comer feliz com sorrisão largo de tão bom.

sao-jose-do-norte-brisamar

O kit serve três pessoas. Como estávamos em quatro, solicitamos uma porção extra de siri na casca e camarões. O Brisamar faz parte da gastronomia da cidade desde 1973, e relata um pouco de sua história no cardápio.

A especialidade são os frutos do mar, mas há opções com aves e carnes vermelhas, além do buffet concorrido ao meio dia, principalmente por técnicos que fazem parte da construção da PL-74, plataforma de petróleo que vai operar em uma área da camada pré-sal, sendo a primeira a ser erguida fora de Rio Grande. Isso justifica o que Alex nos contou, no passeio pela manhã, sobre as razões de abrir sua empresa com foco em turismo.brisamar-sao-jose-do-norte

A região vem crescendo graças ao polo naval, um alavancador de negócios que tem atraído outros investimentos que estão mudando a “cara” da cidade. Como bom anfitrião, ele nos sugeriu pegar a balsa das 17h30, para não perder um espetáculo digno de muitos registros: o pôr do sol no horário de inverno (julho). E ele estava certíssimo. Lavamos a alma com tanta beleza, a começar pelo cais.

sao-jose-do-norte-balsa-2

O vento, muito frio, não nos intimidou. Em vez de ficarmos sentadinhas na área mais protegida da embarcação, escolhemos a parte mais ampla e aberta, com melhor visão do skyline, pois não queríamos perder aquela paisagem. Fotos, vídeos. Facebook, Instagram, Snapchat, Twitter bombando. Sim, o sinal da internet funcionou durante o trajeto, uma grata surpresa. Que maravilha! Curtir! Amei! Uau!

sao-jose-do-norte-vista-de-rio-grande-2-1

sao-jose-do-norte-por-do-sol-5

 

—-> LEIA AQUI TODOS OS POSTS <—-
DA VIAGEM DA ROTA FARROUPILHA

 


 

cafe viagem
SAIBA MAIS

 

SÃO JOSÉ DO NORTE | RIO GRANDE DO SUL | BRASIL

***** COMO CHEGAR
Partindo de Rio Grande tem balsa para carros com idas e voltas duas vezes ao dia. E para pedestres, embarcações a cada 30 minutos no valor de R$2. Se estiver de carro, deixe no estacionamento perto do porto de Rio Grande. Tenha em mente que você vai demorar mais de duas horas nesse passeio.


***** ONDE COMER
RESTAURANTE BRISAMAR
Rua Marechal Floriano Peixoto, 297 – Centro.
Telefone: (53) 32381420

***** GUIA DE TURISMO
LAGUNA SUL – SERVIÇOS DE TURISMO
Av. Getúlio Vargas, 858 sala1 Centro
Tel.: (53) 3238 1721
Email: lagunasulturismo@gmail.com

Contato Fernando Costamilan
Tel.: (53) 9977 67 35
Email: fcostamilan@hotmail.com

*****  ONDE FICAR
Nossa dica é o hotel que ficamos em  Cassino :  LIRA APART HOTEL (leia aqui o nosso review).


 A viagem #RotaFarroupilha é um projeto do Territórios em parceria com As Peripécias de uma FlorCafé ViagemMochilinha Gaúcha e participações especiais de Andarilhos do Mundo e da jornalista Criz Azevedo. O roteiro teve o apoio de empresas regionais como BC&M ADVOGADOS e AGROPECUÁRIA SALLABERRY, além do suporte do Sebrae Costa Doce e de algumas secretarias de turismo. A viagem usou como base o  Caminho Farroupilha elaborado pelo Sebrae RS  e oferecido como pacote turístico pela Tchê Fronteira Turismo 
Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier em formação pela ABS-RS. Acima de tudo, apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários
  • Mil olhares, mesmo! Lindo lugar!

  • A minha cara de felicidade no final diz tudo. Tens que ir Alê!

  • Foi um enorme prazer acompanhar vocês neste passeio!! Estão convidadas para o mês de fevereiro realizar um passeio náutico, com o objetivo de avistar os lobos e leões marinhos!!!

DEIXE SEU COMENTÁRIO