Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

Os vinhos brasileiros Safra 2019 na Avaliação Nacional

Vinhos brasileiros Safra 2019 na Avaliação Nacional

O grande dia do vinho brasileiro acontece no final de setembro durante a Avaliação Nacional de Vinhos em Bento Gonçalves, serra gaúcha. Um evento organizado pela Associação Brasileira de Enologia e único no mundo por vários motivos. Reúne cerca de 1000 pessoas degustando juntas as amostras mais representativas da safra do ano, pré selecionadas por enólogos em uma avaliação às cegas. 

É mais do que o Oscar do vinho nacional. Trata-se de um evento raro. Não é por menos que os estrangeiros que participam da Avaliação ficam espantados com tudo: desde a organização à evolução do vinho brasileiro, sem falar do silêncio e respeito do público durante as 4 horas de cerimônia e degustação. Lindo de ser ver, emocionante participar e indescritível ser convidada para ser comentarista! 

A Avaliação Nacional de Vinhos é considerada a maior degustação de vinhos de uma safra do mundo.
Média de mil apreciadores de oito países (números de 2019) brindando juntos. 

vinhos brasileiros Safra 2019

Avaliação Nacional de Vinhos Safra 2019. Foto Jeferson Soldi

Avaliação Nacional de Vinhos

A minha visão do palco da Avaliação Nacional de Vinhos

 

Força feminina no mundo do vinho brasileiro

Entre os 1000 degustadores, estão profissionais do setor, representantes de grandes empresas e de órgãos públicos (Ministro da Casa Civil, Prefeito, entre outros), estrangeiros e pessoas simplesmente apaixonadas pelo mundo do vinho. No entanto, um perfil de público vem se destacando cada vez mais: as mulheres. Não é de hoje que o vinho vem atraindo cada vez mais o público feminino, e me incluo nessa. Em 2019, 38% do público do evento foi formado por mulheres, entre enólogas, sommeliers, vinhateiras ou apenas apreciadoras. A saber: na minha turma do curso de sommelier da ABS-RS, as mulheres eram a maioria!

As mulheres têm sido grandes porta-vozes e embaixadoras do vinho brasileiro, inserindo rótulos nacionais em suas preferências, além de atrair novas consumidoras para este universo de sensações. Decididas e donas de uma sensibilidade inesgotável, as mulheres podem se orgulhar por terem um paladar altamente apurado –  destaca o enólogo e presidente da ABE (Associação Brasileira de Enologia), Daniel Salvador.  

 

A brasileira Regina Vanderlinde, presidente da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), maior e mais importante instituição do setor no mundo, estava presente e representa bem a força das mulheres no mundo do vinho. Regina foi uma das três presenças femininas no painel de comentaristas da edição da Avaliação Nacional de Vinhos 2019. Além dela, no palco de comentaristas a jornalista Carolina Bahia e, vejam só, a blogueira e sommelier Alexandra Aranovich (euzinha, gente!! Pensa que responsa!!). 

Alexandra Aranovich comentarista Avaliação Nacional de Vinhos

Me preparando pra comentar o meu vinho na Avaliação Nacional de Vinhos

 

Troféu Vitis – Amigo do Vinho  2019 é uma grande amiga!

E a força feminina no vinho não pára por aí, gurias. Além das amostras premiadas de vinho, a Associação Brasileira de Enologia confere anualmente dois prêmios: o troféu Vitis Amigo do Vinho (ao profissional que contribui para a promoção do vinho brasileiro) e o Enólogo do ano. Na edição de 2019, a turismóloga Ivane Fávero, profissional que respeito e admiro muito, levou o Troféu Vitis. Ivane também é blogueira do Viajante Maduro

vinhos brasileiros safra 2019

Daniel Salvador, presidente da ABE com os premiados: Ivane Favero (troféu Vitis) e Lucindo Copat (enólogo do ano)

Vinhos brasileiros Safra 2019: diversidade de Castas e terroirs

A Avaliação Nacional de Vinhos funciona como um termômetro do que está para chegar ao mercado de vinhos brasileiros. E é fato: ficou difícil atingir o brilho da safra de 2018 que foi considerada uma das melhores de todos os tempos do Brasil. Porém, a safra de 2019 do vinho brasileiro não decepcionou, pelo contrário. Foi marcada pela inovação. Percebe-se a busca de novidades na variedade de uvas.

Das 105 amostras classificadas entre os 30% mais representativas da Safra 2019 estão 13 variedades tintas: Alicante Bouschet, Ancellotta, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Malbec, Marselan, Merlot, Petit Verdot, Pinot Noir, Shiraz, Tannat, Teroldego e Touriga Nacional. E ainda, 11 variedades brancas: Chardonnay, Gewurztraminer, Malvasia de Cândia, Moscato Giallo, Moscato R2, Pinot Gris, Prosecco, Riesling Itálico, Sauvignon Blanc, Verdejo e Viogner.

No entanto, castas tradicionais como as tintas Merlot e Cabernet Sauvignon e a branca Chardonnay continuam liderando a quantidade de amostras.

Inovação dos vinhos brasileiros na Wine South America

Ainda sobre inovação – não só da safra de 2019 mas também dos vinhos brasileiros como um todo –  a própria feira Wine South America de 2019, que aconteceu nos dias anteriores à Avaliação, apontou essa característica sobre os vinhos brasileiros. A inovação foi assinalada por profissionais (como o britânico Alistair Cooper e o brasileiro Marcelo Vargas) durante os cursos chamados de Wine Tastings. Ambos destacaram a diversidade das castas brasileiras bem como outras características: vinhos considerados puristas ou “naturais”, vinhos laranjas, rosés, vinhos com menos álcool e a busca de novidades dentro do Vale dos Vinhedos fora da Denominação de Origem.

Terroirs do Brasil

Além disso, não dá para deixar de salientar uma inovação crescente no vinho nacional: os diferentes terroirs do Brasil, que vão além da Serra Gaúcha. Na Avaliação, também estavam presentes vinhos dos Campos de Cima da Serra, Campanha Gaúcha e Vale do Rio São Francisco. Já na feira Wine South America, fiquei espantada com os vinhos paulistas e, claro, com os vinhos que conheci recentemente de Santa Catarina.

vinhos brasileiros safra 2019

2019, a minha safra de vinhos histórica

Por fim, se a Safra de 2018 do vinho brasileiro foi apontada como uma das melhores de todos os tempos, a de 2019 foi histórica, pelo menos para mim. Nada que eu escreva aqui vai conseguir explicar o significado e a emoção de ter sido convidada pela Associação Brasileira de Enologia para compor a mesa dos 16 comentaristas na AVALIAÇÃO NACIONAL DE VINHOS Safra 2019. 

Certamente, eu não estava no palco como tanta gente importante só porque me formei Sommelier pela Associação Brasileira de Sommeliers. Acima de tudo, estava lá por conta de vocês leitores que acompanham o Café Viagem. Muita gratidãoooooooo. Não escrevo especificamente sobre vinhos, mas sobre o enoturismo. Divido com vocês esta paixão em roteiros internacionais e, principalmente, brasileiros como os da Serra Gaúcha, Campanha e Fronteira Gaúcha, Santa Catarina e Vale do Rio São Francisco.

Obrigada, Associação Brasileira de Enologia – nada se compara ao que vivi no dia 28 de setembro de 2019

Obrigada novamente ABS-RS pelo ano de formação e aos grandes momentos vividos na serra gaúcha.

 

Conheça as 16 amostras premiadas  e comentadas na Avaliação Nacional de Vinhos Safra 2019 

Abaixo, conheça as 16 amostras mais representativas da Safra 2019 degustadas na Avaliação Nacional de Vinhos

 

CATEGORIA VINHO BASE ESPUMANTE

Chardonnay – Vinícola Salton – Bento Gonçalves (RS)

Chardonnay – Domno do Brasil – Garibaldi (RS)

Chardonnay / Pinot Noir – Chandon do Brasil – Garibaldi (RS)

CATEGORIA BRANCO FINO SECO NÃO AROMÁTICO

Verdejo – Vinícola Terranova – Casa Nova (BA)

Chardonnay – Casa Valduga – Bento Gonçalves (RS)

Chardonnay – Vinícola Almadén – Santana do Livramento (RS)

 

CATEGORIA BRANCO FINO SECO AROMÁTICO

Sauvignon Blanc – Vinícola Campestre – Campestre da Serra (RS)

Moscato Giallo – Sociedade de Bebidas Panizzon – Flores da Cunha (RS)

 

CATEGORIA VINHO TINTO FINO SECO JOVEM

Merlot – Guatambu – Dom Pedrito (RS)

 

CATEGORIA TINTO FINO SECO

Merlot – Casa Perini – Farroupilha (RS)

Cabernet Franc – Estabelecimento Vinícola Valmarino – Pinto Bandeira (RS)

Ancellotta – Cooperativa Agroindustrial Nova Aliança – Flores da Cunha (RS)

Tannat – Família Bebber – Flores da Cunha (RS)

Merlot – Vinícola Miolo – Bento Gonçalves (RS)

Alicante Bouschet – Cooperativa Vinícola Aurora – Bento Gonçalves (RS)

Tannat – Vinícola Don Guerino – Alto Feliz (RS)

Comentaristas Avaliação Nacional de Vinhos 2019

Alexandra Aranovich – Blogueira e sommelier (Brasil)

Cedenir Fortunatti – Enólogo do Ano 2018 (Brasil)

Regina Vanderlinde – Presidente OIV (Brasil)

Carolina Bahia – Jornalista (Brasil)

Jaume Gramona – Enólogo (Espanha)

Leandro Baena – Médico e sommelier (Brasil)

Vincenzo Gerbi – Professor (Itália)

Nicolás Vivas – Enólogo (França)

Evan Goldstein – Jornalista (EUA)

Marcel Miwa – Jornalista (Brasil)

Thiago Mendes – Curador do International Wine Chalenge (Brasil)

Pedro Mello e Souza – Jornalista (Brasil)

Dominique Delteil – Consultor internacional (França)

Eduardo Barbosa – Presidente da Sociedade Latino-Americana de Hipertensão (Brasil)

Odair Dalagasperina – Diretor Executivo do Sicredi (Brasil)

Glauber Peccin – Fundador da Associação Brasileira de Winemachers – Erechim (Brasil)

comentaristas Avaliação Nacional de Vinhos safra 2019

comentaristas Avaliação Nacional de Vinhos safra 2019

 

DADOS E  NÚMEROS DA AVALIAÇÃO

 27ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2019

 28 de setembro de 2019 no Pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves

Promoção: Associação Brasileira de Enologia (ABE)

Número de amostras inscritas: 337 amostras

Número de vinícolas: 47 vinícolas

Estados representados: Bahia, Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul

Regiões produtoras brasileiras: Vale do São Francisco (BA), Sul de Minas (MG), Leste de São Paulo (SP), Planalto Catarinense (SC) e no RS a Serra Gaúcha, Campanha, Serra do Sudeste e Campos de Cima da Serra

Serviço do vinho: 95 alunos do curso de Viticultura e Enologia

Garrafas: 1.440 garrafas, sendo 90 de cada amostra

Taças: 1.000 taças de vinho e 1.000 taças de espumante

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier pela ABS-RS. Acima de tudo, turista apaixonada por café da manhã, vinhos e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Sem Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO