Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

Vinhos da Campanha Gaúcha, a nova Indicação Geográfica do Brasil

Conheça os vinhos da Campanha Gaúcha, a nova Indicação Geográfica do Brasil

2020, o ano do vinho gaúcho

Nem só de más notícias vive 2020. Para o vinho gaúcho, os últimos dias e meses foram de grandes conquistas. Primeiro, em março, foi a vez dos enólogos anunciarem com muita emoção o resultado da safra 2020. Será histórica, um tesouro, a safra das safras!! Tudo por conta da condição climática considerada ideal o ciclo da videira. Inverno pouco rigoroso, outono chuvoso e primavera e verão bem mais secos do que a média. Sem falar da excelente amplitude térmica que ocorreu no verão, favorecendo ainda mais a qualidade da uva (tem um vídeo no nosso IGTV com Orgalindo Bettu que fala sobre isso).  

Vinhos da Campanha Gaucha

Vinhedos da Cordilheira do Santana , Campanha Gaúcha, Santana do Livramento

Indicação Geográfica dos Vinhos da Campanha Gaúcha

A seguir, no dia 5 de maio, outra boa notícia boa para o vinho gaúcho: a região da Campanha ganhou Indicação Geográfica na espécie Indicação de Procedência (IP) para vinhos finos brancos, rosados, tintos e espumantes. Esta é a sétima Indicação Geográfica do Rio Grande do Sul  para o segmento de vinhos e a oitava para o Brasil.  A Indicação Geográfica (IG), conferida pelo INPI, indica a origem geográfica do produto, demarcando que apenas produtos localizados em região delimitada podem usar a IG desde que sigam as normas estabelecidas. Mas a IG vai além disso, confere também valor e identidade à região e às marcas. Parabéns, vinhos e espumantes da Campanha Gaúcha. 

Onde fica a Campanha Gaúcha

A região vitivinícola da Campanha Gaúcha faz divisa com Uruguai e Argentina e está mais ao sul do estado do Rio Grande do Sul. Área de clima seco, invernos rigorosos e verões muito quentes, boa amplitude térmica e com menor volume de chuva do que a Serra Gaúcha. Os vinhedos da Campanha Gaúcha estão espalhados em 12 municípios, grande parte da produção e vinícolas se concentram em Santana do Livramento, Candiota, Bagé, Dom Pedrito e Quaraí. 

Vinhos da Campanha Gaúcha

Conhecendo o enólogo da Vinícola Routhier & Darricarrère em 2016 na Rota Farroupilha

Dentre as principais uvas cultivadas na Campanha Gaúcha, no sistema espaldeira, estão: Cabernet Sauvignon, Tannat, Pinot Noir, Merlot, Cabernet Franc, Touriga Nacional, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Pinot Gris, Riesling Itálico, Alvarinho e Gewürztraminer. A Cabernet Sauvignon é a uva mais plantada na Campanha Gaúcha. A seguir vem a Tannat, uva que está se tornando, aos poucos, a grande ícone da região. Aliás, existe um predomínio de uvas tintas, apesar da região produzir excelentes vinhos brancos e espumantes.

Vinhos da Campanha gaúcha

A saber: os vinhos da Serra Gaúcha e da Campanha têm perfis diferentes. Segundo os professor Julio César Kunz da ABS-RS, o terroir da Serra Gaúcha tem mais potencial para espumantes. As uvas amadurecem com mais acidez, essencial para elaborar bons espumantes. Normalmente, possuem menos açúcar, logo menos álcool. Já na Campanha Gaúcha, os vinhos brancos têm perfil mais semelhante ao estilo californiano. E em relação aos tintos, são mais alcoólicos, encorpados, mais aromáticos, taninos mais redondos, quando comparados aos vinhos da serra gaúcha. 

Enoturismo na Campanha Gaúcha

Nem todas as vinícolas da Campanha Gaúcha oferecem visitação aos turistas. Mas aos poucos, muitas estão abrindo as portas para o enoturismo. Diferente da serra gaúcha, onde é possível visitar várias vinícolas no mesmo dia e as distâncias são curtas, a Campanha tem grandes distâncias entre as vinícolas e regiões de vinhedos (Campanha Meridional, Central e Ocidental). Em contrapartida, o Pampa Gaúcho mescla vinho, campo e as raízes da história da Revolução Farroupilha.

> Leia aqui sobre a Rota Farroupilha que fiz com outros blogs pelo RS.
Na ocasião visitamos 4 vinícolas (três 3 no RS e uma na fronteira com Uruguai)

A paisagem é bem rural, também chamada de Pampa Gaúcho, com fazendas, gaúchos pilchados (bombacha, chapéu, bota e chimarrão), campos de pasto onde gado é criado solto. O cenário de campo se mescla com plantações de soja, arroz, trigo, vinhedos e, muitas vezes, oliveiras.

degustando o terroir do Pampa na Guatambu

Para visitar as vinícolas é preciso um certo planejamento. Algumas vinícolas como a Guatambú, Peruzzo e Campos de Cima oferecem almoço e/ou degustação, mas é sempre necessário agendamento prévio. Santana do Livramento concentra grande parte das vinícolas junto com Dom Pedrito, Bagé e CandiotaA gastronomia da região é bem regional, com comidas campeiras e o churrasco bem tradicional do Pampa que harmoniza principalmente com os tintos.

Em Santana do Livramento, existe a Rota da Ferradura dos Vinhedos. Futuramente, está previsto o Trem do Pampa que percorrerá a Rota.

Ferradura dos Vinhedos

Distâncias

Porto Alegre a Santana do Livramento – 493 km via BR-290

Porto Alegre a Dom Pedrito – 441 km 

Porto Alegre a Candiota/Bagé – 378 km 

Itaqui a Porto Alegre – 670 km

Bagé a Santana do Livramento – 166,5 km 

Dom Pedrito a Santana do Livramento – 92,6 km

Trem do Pampa

Futuramente, está previsto o Trem do Pampa que percorrerá a Ferradura dos Vinhedos

Onde ficar na Campanha Gaúcha – dicas de hotéis

Em Dom Pedrito, Hotel Alexandre

Em Santana do Livramento e Rivera: Rivera Casino Resort , Hotel Verde Plaza, Hotel Portal , Emirates, Hotel Jandaia e Posada del Bosque

Em Bagé: Hotel Obino

Na Ferradura dos Vinhedos em Livramento

Vinícolas da Campanha Gaúcha 

Atualmente, a Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha, conta com 17 vinícolas integrantes, são elas:

Vinícola Batalha (Candiota)

Seival (Grupo Miolo – Candiota)

Bodega Sossego (Uruguaiana)

Vinícola Guatambú (Dom Pedrito)

Vinhos Dom Pedrito (Dom Pedrito)

Dunamis Vinhos (Dom Pedrito mas recebe em Gramado)

Estância Paraizo (Uruguaiana)

Bodega Sossego (Uruguaiana)

Vinícola Peruzzo (Bagé)

Cordilheira de Santana (Santana do Livramento)

Cooperativa Nova Aliança (Santana do Livramento)

Almaden (Grupo Miolo – Santana do Livramento)

Vinícola Salton (Santana do Livramento)

Cerros de Gaya

Bueno WInes

Routhier & Darricarrère (Rosário do Sul)

Campos de Cima (Itaqui)

Vinhetica 

 

Onde encontrar vinhos da Campanha Gaúcha em Porto Alegre

Alguns vinhos da Campanha Gaúcha podem ser encontrados à venda no Mercado Público de Porto Alegre. O restaurante Fazenda Barbanegra, que serve parrilla e acompanhamentos campeiros, tem um menu incrível de vinhos da Campanha Gaúcha. Alguns rótulos podem ser degustados em taça no Dionísia Vinho e Bar na elegante rua Padre Chagas. 

Onde encontrar vinhos da Campanha Gaucha em Porto Alegre

Dionísio em Porto Alegre, para degustar em taça os vinhos da Campanha Gaúcha

 

Sobre a Indicação Geográfica da Campanha Gaúcha

Os primeiros investimentos nos vinhos da Campanha Gaúcha aconteceram na década de 1980. A partir do ano 2000, o cultivo da uva para elaboração de vinhos e espumantes começou a crescer. Em 2010 foi criada Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha para fortalecer as vinícolas e a região. O processo de Indicação de Procedência Campanha Gaúcha iniciou em 2013. Em maio de 2020, a região recebe Indicação de Procedência Campanha Gaúcha .

A Indicação Geográfica está relacionada com a qualidade do vinho? Nem sempre. As indicações conferem valor e protegem a região. Mas um bom vinho também pode surgir de outros terroirs.

vinhos da Vinhetica

Indicações Geográficas do Brasil para vinhos e espumantes 

Atualmente, o Brasil tem 8 Indicações Geográficas para vinhos e espumantes, sendo apenas uma fora do Rio Grande do Sul, a do Vale das Uvas Goethe em Santa Catarina. Algumas Indicações estão em processo de estruturação são: Região do Planalto Catarinense e Vale do Rio São Francisco. As Indicações Geográficas se dividem em IP e DO: Indicação de Procedência e Denominação de Origem (esta última, mais restrita e de maior valor)

Possivelmente, o Brasil se prepara para receber sua segunda Denominação de Origem. Tudo indica que ainda este ano Pinto Bandeira (RS) receberá DO para espumantes. Merecido!

IP Vale dos Vinhedos RS

IP Campanha Gaúcha (RS)

IP Altos Montes (RS)

IP Farroupilha (RS)

IP Altos de Pinto Bandeira (RS)

IP Monte Belo (RS)

IP Vales da Uva Goethe (SC)

DO Vale dos Vinhedos(RS)

Indicações Geográficas Vinho Brasil

Mapa site da Embrapa

 

Para quem quiser saber mais sobre os Vinhos da Campanha Gaúcha, vale a pena conferir as vídeo-aulas do Movimento Bella Ciau da Associação Brasileira de Sommeliers do RS (ABS-RS). O acesso é gratuito.

Sobre a Safra de vinhos brasileiros 2020

Sobre o Terroir da Campanha Gaúcha e a nova IP de vinhos do Brasil

 

+ Dicas de Vinhos da Campanha Gaúcha no Café Viagem

Degustando o primeiro vinho brasileiro safra 2020:  Wild Gamay Miolo

Vinhos da Vinhetica

DOM PEDRITO E A GUATAMBU – ESTÂNCIA DO VINHO

FRONTEIRA RS RIVERA: BODEGAS CARRAU E OS VINHEDOS DA FRONTEIRA BRASIL-URUGUAI

SANTANA DO LIVRAMENTO-RIVERA: QUEIJOS E VINHOS NA LE CARROUSSEL

A FERRADURA DOS VINHEDOS , A ROTA TURÍSTICA DO VINHO NA FONTEIRA

GUIA LIVRAMENTO-RIVERA – POST ÍNDICE

ROSÁRIO DO SUL:  VISITA AO VINHO DA KOMBI E A VINÍCOLA ROUTHIER & DARRICARRÈRE 

POST QUE APRESENTA O PROJETO ROTA FARROUPILHA

GUIA RIO GRANDE DO SUL ROTA FARROUPILHA 

10 FOTOS DO RIO GRANDE DO SUL PARA INSPIRAR A SUA VIAGEM

PORTO ALEGRE E O ACAMPAMENTO FARROUPILHA – MAIOR FESTA POPULAR DO RS E DA SEMANA FARROUPILHA

Guia Rio Grande do Sul Rota Farroupilha

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier pela ABS-RS. Acima de tudo, turista apaixonada por café da manhã, vinhos e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Sem Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO