Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

Degustação e visita à vinícola Cave Geisse – a rainha dos espumantes

Os espumantes da Cave Geisse (Família Geisse) são considerados, por muitos experts no assunto, os melhores da América do Sul.  Não é por menos que a degustação e visita à Vinícola Cave Geisse é uma das atrações imperdíveis para quem percorre a região de Bento Gonçalves na serra gaúcha. Aliás, já vou avisando que a vinícola não fica em Bento Gonçalves, mas bem próxima de um de seus roteiros turísticos famosos, o Caminhos de Pedra. A Cave Geisse está situada no alto das montanhas, a 800 metros de altitude, em Pinto Bandeira no Rio Grande do Sul, região considerada um dos melhores terroirs de espumantes do Brasil. Seus espumantes são elaborados no Método Tradicional (segunda fermentação na garrafa).Cave Geisse espuman

Varejo, jardim com Open Lounge e vinhedos Cave Geisse

Mario Geisse, a referência do espumante
na serra gaúcha e na América do Sul

E por falar em espumantes e Cave Geisse, não dá para iniciar este post sem falar e apresentar o chileno Mario Geisse, o “pai” da Cave Geisse e um dos principais responsáveis por mostrar a força e a qualidade dos espumantes brasileiros no cenário mundial. Mario Geisse é agrônomo e enólogo chileno. Chegou em solo gaúcho em 1976 para dirigir a Chandon na serra gaúcha. A Maison Moët & Chandon inaugurou em 1973 a sua empresa Chandon em Garibaldi, no Rio Grande do Sul, apostando no potencial vitivinícola da região.

Cave Geisse espumantes

Que honra encontrar Mario Geisse, o mentor da Cave Geisse

Tive muita sorte, pois em minha mais recente visita à Cave Geisse adivinha quem estava por lá? Sim, o próprio Papa do espumante brasileiro, Mario Geisse. Ele foi muito simpático e conversou comigo e com meu marido. Segundo nos contou Mario, quando chegou à serra gaúcha na década de 70, ficou encantado ao perceber o potencial da região para a produção de espumantes. O encantamento virou obsessão e todo o salário que ganhava na época investia em terras em Pinto Bandeira, região que considerou excepcional para o plantio de uvas. Hoje, essa área é apontada como uma das mais frescas da região. Nas terras que adquiriu, plantou Chardonnay e Pinot Noir, base de todos os espumantes da Cave Geisse.

Encontrei Mario Geisse no espaço Open Lounge tomando um espumante e comendo as empanadas com um amigo como se fosse um turista

visita Cave Geisse

Sobre a Cave Geisse

A vinícola foi fundada em 1979. Hoje, quem administra a Cave Geisse são os filhos do proprietário. Mario vive e trabalha no Chile, é enólogo chefe da vinícola Casa Silva no Vale de Colchagua. Entretanto, mesmo morando longe, ele visita com frequência a região para ver os filhos e a vinícola (já tive a sorte de encontrar ele duas vezes na serra gaúcha).

visita a vinícola Cave Geisse

Mario Geisse, os filhos e a equipe da Cave Geisse. Foto da minha amiga Paula Brum do blog Mochilinha Gaúcha www.mochilinhagaucha.com.br

Assim como seus filhos, a primeira mulher de Mario Geisse mora em Bento Gonçalves onde criou sua prole. Aliás, são dela a produção caseira das excelentes empanadas servidas no jardim da vinícola no novíssimo espaço oferecido aos visitantes, o Open Lounge Cave Geisse. Prove!

visita a vinícola Cave Geisse

Open Lounge Cave Geisse – espaço gostoso no jardim da vinícola

visita a vinícola Cave Geisse

Visita e degustação na Vinícola Geisse

E o que a vinícola Cave Geisse oferece aos visitantes? Primeiro, a experiência de subir a estrada até Pinto Bandeira que tem um visual lindo da serra. Chegando à vinícola, há loja e três atrações principais:
a degustação com visita à vinícola,
a Geisse Experience
e o Open Lounge.

visita a vinícola Cave Geisse

sala de degustação da Cave Geisse

Nós chegamos por volta das 11 horas da manhã sem agendar nada. Nos encaixamos nos horários de degustação que são feitos em grupo, de hora em hora. As degustações têm preços diferenciados (entre 30 a 50 reais – valor em 2018): Clássico, Evolução e Clássico Chile. Uma coisa boa é que o valor pago na degustação pode ser revertido em compras de espumante na loja. Sendo assim, escolhemos a Degustação Evolução, que inclui 3 espumantes: Cave Amadeu, Cave Geisse Brut Rosé e Cave Geisse Extra-Brut. No valor pago na degustação está incluso a visita que explica alguns detalhes do processo de elaboração do espumante em método tradicional.

 Cave Geisse

espumantes que degustamos na visita à Cave Geisse

Visita e degustação duram em torno de 1 hora.

Procurando hotel ou pousada em Pinto Bandeira ou Bento Gonçalves?

Clique aqui e confira o post do Café Viagem com seleção de
hotéis e pousadas em Bento Gonçalves e arredores

visita a vinícola Cave Geisse

No final da degustação, curta visita aos bastidores para os detalhes de elaboração do espumante Cave Geisse

visita a vinícola Cave Geisse

o valor gasto na degustação pode ser revertido em compras na loja da Cave Geisse

Cave Geisse Experience

Não fizemos a Cave Geisse Experience pois já estava lotada. É uma espécie “crème de la crème“das atrações pois leva em veículo 4×4 os passageiros para uma volta nos vinhedos com parada para brindes. A dica é agendar com antecedência. Um programa gostoso para o verão e primavera. Custa R$ 200 por casal ou R$ 350 por grupo de até cinco pessoas, com duração média de uma hora e meia.

No carrinho 4×4 passeando pelos vinhedos da Cave Geisse. Foto cedida pela Paula Brum do blog Mochilinha Gaúcha

 

Open Lounge Cave Geisse

É uma novidade nos vinhedos da Cave Geisse que funciona nos finais de semana e feriados. Quem quiser pode chegar e só ficar por lá curtindo. Adorei. Um espaço zen no jardim que oferece espumantes, tábua de petiscos e as deliciosas empanadas chilenas feitas por Dona Margarida. Foi neste espaço que encontrei Mario Geisse.

Open Lounge Cave Geisse

Open Lounge Cave Geisse – lindo espaço para curtir no jardim da vinícola

Open Lounge Cave Geisse

No Open Lounge Caisse são oferecidos todos os espumantes e vinhos em taça da Família Geisse (de R$ 15 a R$ 40), exceto o Terroir Nature que é vendido somente na Garrafa (R$ 170). No menu também há clericot, suco, café e drinks como o Aperol Spritz.

Cave Geisse

“muy ricas” empanadas de Dona Margarida no Open Lounge da Cave Geisse

Cave Geisse visita

Os espumantes da Cave Geisse

Os espumantes da Cave Geisse são um dos mais premiados do Brasil por críticos e guias especializados. Gosto do Descorchados, guia referência de vinhos na América do Sul . Há um bom tempo, o guia destaca os espumantes da Cave Geisse com as maiores pontuações.

A Cave Amadeu é a linha de entrada da vinícola e uma ótima compra. Já o mais famoso da casa é o Cave Geisse Espumante Terroir Nature, indicado no livro “1001 Vinhos para Beber Antes de Morrer”. Metade Chardonnay, metade Pinot Noir.

Cave Geisse espumantes

Mas todos os que provamos na degustação também são excelentes, refrescantes. Particularmente, sou fã x\da Cave Geisse desde os tempos que lancei o Guia Essencial Gramado e Canela (2013). No lançamento do guia, foram servidos os espumantes da vinícola.

Cave Geisse Espumante Blanc de Blanc Brut  já esteve entre os Top 10 Vinhos da América do Sul, segundo a Revista Forbes.

Sim, levamos para casa um Cave Geisse Nature (R$ 170) ! Também compramos o vinho feito por Mario Geisse no Chile, o Carménère Mario Geisse (R$ 59,).

O vinho Mario Geisse também são vendidos na loja da vinícola

IP Pinto Bandeira

Em 2010, Pinto Bandeira teve a Indicação de Procedência da região reconhecida. Além das regras gerais, para ter uma IP Pinto Bandeira é necessário estar localizado em altitudes acima de 500 m. E o principal: os espumantes finos precisam ser elaborados exclusivamente pelo “Método Tradicional”, com as variedades Chardonnay, Pinot Noir, Riesling Itálico e Viognier.

Cave Geisse espumantes

Roteiro Pinto Bandeira

Para quem quiser conhecer outras vinícolas dessa região, sugiro a Don Giovanni e aValmarino. Pinto Bandeira combina com uma visita ao roteiro Caminhos de Pedra, com almoço na Locanda di Lucca, Champenoise Bistrô ou Colheita Butique Sazonal.

Neste foto é possível ver Mario Geisse ao fundo, degustando seu espumante e aproveitando o espaço da vinícola no jardim

 

Onde fica o Museu Mercedes-Benz Alemanha
SAIBA MAIS

VINÍCOLA CAVE GEISSE  – Família Geisse
Linha Jansen, s/n,
Pinto Bandeira – RS | Brasil
Telefones: +55 54 3455.7461 | 3455.7462
Site: www.cavegeisse.com.br
Facebook: www.facebook.com/FamiliaGeisse​
O Open Lounge Geisse funcionae aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h.

Como chegar: o jeito mais fácil e pegar a estrada a partir do roteiro Caminhos de Pedra. Na estrada do roteiro você encontra placas indicando o caminho para as vinícolas de Pinto Bandeira. Há duas estradas, uma mais asfaltada.  Siga às placas, em qualquer uma das estradas, e você encontrará a Cave Geisse bem ao alto.

VEJA + DICAS DE VÍNICOLAS E VINHO NO BLOG

10 atrações imperdíveis da Vindima de Bento Gonçalves

Tour Vale dos Vinhedos a partir de Gramado | dica de tour para quem está em Gramado ou Canela e gostaria de passar o dia no Vale dos Vinhedos. Tem voucher com desconto para leitores do Café Viagem!! 

Seleção de 10 vinhos e espumantes para brindar em Garibaldi, Capital do Espumante

Estrelas do Brasil – vinícola com vista única para o Vale Aurora

Visita à vinícola Salton

Almoço harmonizado na vinícola Cristófoli  e Tour Vinho e Paisagem

Vinhos Vaccaro – na Estrada do Sabor

Pizzato Vinhas e Vinhos – um merlot referência da região e uma vinícola imperdível no Vale dos Vinhedos

Vinícola Luiz Argenta em Flores da Cunha

Wine Garden Miolo 

Vinícola Cainelli

Cooperativa e Vinícola Garibaldi – visita e degustação às cegas

Dal Pizzol

Cantina Strapazzon no Caminhos de Pedra

3 vinhos e 3 vinícolas no Vale dos Vinhedos

Avaliação Nacional de Vinhos evento único para os apaixonados por vinho

L’essenza del Vino – o curso de degustação nos trilhos do trem Maria Fumaça

ROTEIRO FIM DE SEMANA: VALE DOS VINHEDOS COM AMIGAS

Guia Bento Gonçalves e Arredores – post índice com todas as dicas e roteiros



Booking.com

Cave Geisse espumantes

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier pela ABS-RS. Acima de tudo, turista apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Sem Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO