Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

O “Caminho de Pedras” esculpidas por Bez Battti

Poucos turistas sabem ou visitam, mas no roteiro do Caminhos de Pedra em Bento Gonçalves (próximo ao Vale dos Vinhedos) existem pedras muito preciosas: as pedras do artista Bez Batti. 

O artista e suas obras

O artista e suas obras

A casa e atelier de Bez Batti no Caminhos de Pedra - Bento Gonçalves

A casa e ateliê de Bez Batti no Caminhos de Pedra – Bento Gonçalves

uma das formas clássicas das esculturas de pedra de Bez Batti

uma das formas clássicas das esculturas de pedra de Bez Batti

Bez Batti (18)

O artista, que já anda pelos seus 70 e poucos anos, é considerado um dos maiores escultores brasileiros em atividade. Trabalha com a pedra mais difícil de se esculpir: o basalto. Aliás, as pedras têm relação com sua infância. Foi um garoto criado nas margens do Rio Taquari colecionando seixos. As esculturas em pedras, como ele mesmo não se cansa de contar, era apenas uma questão de tempo. Até hoje sua diversão é sair em busca das pedras.

as ferramentas de trabalho

as ferramentas de trabalho

Bez trabalhando ao ar livre

Bez trabalhando ao ar livre

Bez Batti (3)

Há 10 anos ou mais, meu marido comprou uma de suas obras que enfeitam a mesa do centro da sala da nossa casa. Ele é um grande admirador do seu trabalho. Aliás, ele e muita gente. Vale a pena dar uma olhada no texto (ou seria poesia?) de Carpinejar sobre Bez Batti (leia aqui!). Sentar e conversar um pouco com o artista era um desejo do meu marido. E foi o que fizemos numa tarde de sábado muito especial.

Bez Batti (1)

O correto é ligar para agendar a sua visita no Atelier. Como não ligamos, tivemos sorte de encontrar o mestre no “caminho de suas pedras”. Passamos de carro por sua casa (seu novo lar desde 2009, localizado ao lado da Casa do Tomate na rota Caminhos de Pedra) e ficamos observando-o de longe no seu “escritório” ao ar livre  esculpindo uma de suas pedras com suas ferramentas peculiares. É bom avisar que ele tem muitos cachorros cercando a casa e, por isso, é importante anunciar a visita. Pedimos licença, nos apresentamos e ele logo foi puxando conversa, apresentando o seu refúgio, seu jeito de ser, suas paixões e o seu mundo particular.

muitas pedras no caminho...

muitas pedras no caminho…

Bez nos convida para conhecer o atelier e a sua casa.

Bez nos convida para conhecer o atelier e a sua casa. Gosta de conversar, puxar um papo, falar de suas pedras…

Bez Batti foge do convencional. Já virou figura folclórica da região. Ele mesmo cozinha e cuida da casa. Aliás, ele mora dentro do próprio ateliê.

o cantinho de Bez Batti. observe suas “pedrinhas” na mesa de centro. Elas são o seu ofício e o seu lazer

o cantinho de Bez Batti. Observe suas “pedrinhas” na mesa de centro. Elas são o seu ofício e o seu lazer

Conta que a família já não vive mais com ele. Moram todos em São Paulo, inclusive sua esposa que vende as esculturas por lá para colecionadores. Grande parte do tempo, Bez só tem a companhia dos cachorros e gatos do seu terreno. E, também, de um funcionário que o ajuda no atelier.

um atelier iluminado...

maridex observando admirado o mestre das pedras em seu  atelier iluminado…

obras inacabadas e projetos em erupção...

obras inacabadas e projetos em erupção…

as ferramentas organizadas...

as ferramentas organizadas…

Impossível não se apaixonar por um trabalho assim tão diferente e minucioso. Uma obra como a da foto abaixo pode demorar 9 anos para ficar pronta. Nove anos.

peça que demorou 9 anos para ser concluída

peça que demorou 9 anos para ser concluída

Já pensou a dificuldade que é esculpir em pedra?? Ainda mais o basalto?

Já pensou a dificuldade que é esculpir em pedra?? Ainda mais o basalto?

Nada por ele é feito com rapidez. Para esculpir uma pedra como o basalto é preciso paciência, paciência e paciência. Bez nos mostra com orgulho suas obras e seu amor pelas pedras. Relata sua surpresa com cores e formatos ao esculpir cada pedra…

Bez Batti (15)
bez batti escultura
Bez Batti (17)

Quem quiser, pode comprar ali mesmo uma de suas obras. A mais barata, atualmente, custa por volta de dois mil e quinhentos reais. Mesmo que você não compre, vale pela visita e contato com este artista incomum. Fica a dica.

 

unnamed-1
SAIBA 
MAIS


ATELIER JOÃO BEZ BATTI
Rota Caminhos de Pedra ao lado da Casa do Tomate (seu novo lar desde 2009)
Bento Gonçalves | RS Brasil
Tel.: (54) 3455 6254
mbbatti@terra.com.br
Taxa de visitação: R$ 2,00 por pessoa.
Horário de atendimento: 10h às 18h.
Visitas de grupos por agendamentos.
Sobre o roteiro Caminhos de Pedra: www.caminhosdepedra.org.br

PESQUISE HOTÉIS E OFERTAS EM BENTO GONÇALVES

Booking-banner300-1

LEIA TAMBÉM:

DICA: no  Guia Essencial Gramado e Canela da Editora Pulp você encontra um capítulo especial sobre Vale dos Vinhedos e Caminhos de Pedra. Confira abaixo:

guia-gramado

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier em formação pela ABS-RS. Acima de tudo, apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO