Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

5 dicas para brasileiros que visitam a Europa pela primeira vez

5 dicas para brasileiros que visitam a Europa pela primeira vez

É a sua primeira vez na Europa? Conhecer o continente europeu, geralmente é o sonho de muita gente. Não é a toa que a Europa é um dos destinos preferidos por turistas tanto para lazer quanto para estudo, principalmente entre os brasileiros. O continente tem algumas das atrações mais populares do mundo – como a Torre Eiffel de Paris, o Coliseu e Costa Amalfitana na Itália, a Capela Sistina na Cidade do Vaticano, o Muro de Berlim na Alemanha, entre outros.

Como cidadão brasileiro, existem alguns países europeus que podem ser visitados sem visto. Se você não sabia, os brasileiros atualmente não precisam de visto para entrar nos países que pertencem ao Espaço Schengen (veja no final deste post a lista de países que fazem parte do Espaço Schengen). Independentemente disso, aí vão algumas dicas importantes, principalmente sobre visto, para quem visita a Europa pela primeira vez.

 

Etias Europa

Viajando de trem pela Suíça com lindas paisagens na janela

 

1. Verifique sua elegibilidade

 

Apesar da flexibilidade que os brasileiros têm, pode haver outros fatores referentes à elegibilidade que devem ser analisados. Atualmente, a União Europeia determinou que todos os visitantes que não necessitam de um visto Schengen devem passar pelo Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (o ETIAS). ETIAS é um sistema eletrônico que mantém o registro de todos os visitantes que estão entrando de países que não exigem um visto Schengen.

O principal objetivo deste sistema é a segurança e, como brasileiro, é obrigatório passar por este sistema. Para evitar qualquer tipo de problema, visite o ETIAS para a Europa e verifique as informações. O site está em português.

ETIAS (na sigla em inglês) significa Sistema Eletrônico para a Autorização de Viagem. Este novo sistema foi criado pela Comissão Europeia com o fim de melhorar a segurança das fronteiras internas da União Europeia.  Todos os brasileiros que queiram viajar ao continente vão ter que se cadastrar no sistema ETIAS antes de viajar. A autorização prévia à viagem passará a ser exigida a partir de 2021.

 

ETIAS para Europa

Foto christian-wiediger

2. Sobre segurança

Independentemente do destino de viagem escolhido ter ou não histórico com atos de criminalidade e violência , você deve procurar algumas formas de se manter seguro. Pesquise um pouco e descubra o que acontece nas regiões em que você ficará hospedado. Quando chegar lá, entre em contato com moradores locais e tire suas dúvidas sobre costumes e regras de segurança. Na dúvida, é melhor contratar um guia ou profissional familiarizado com a região para cuidar do seu itinerário. Isso ajudará a garantir a sua segurança.

 

3. Bagagem – menos é mais!

Na mala, leve tudo o que você realmente precisa e não apenas tudo que você acha que pode precisar. Uma boa dica é fazer uma lista com tudo que você precisa em sua viagem e, em seguida, guardar na bagagem apenas metade da sua lista. Enfim, o ideal é levar apenas o essencial para sua primeira vez na Europa, evitando carregar muito peso ou volumes desnecessários.

 

4. Faça um planejamento da viagem

É bom ser espontâneo, deixar a vida te levar. Mas quando o assunto é viagem, na maior parte do tempo pode se pagar um preço alto se você não tiver um pré- roteiro. Assim, é importante na sua primeira vez na Europa fazer um bom planejamento da viagem, traçando um itinerário básico. Como? Faça uma lista de todos os destinos que você gostaria de visitar e todas as atrações que gostaria de ver em cada local. Pesquise dicas em blogs e sites de viagem. Anote horários de funcionamento e, talvez, endereço. Selecione antecipadamente alguns hotéis de acordo com o seu perfil e verba disponível. Quando você chegar ao destino, será mais tranquilo fazer os ajustes necessários durante a viagem com o roteiro pré-estabelecido.

 

5. Aproveite a viagem

Pode não parecer, mas essa simples dica é essencial. Em uma viagem é preciso se desligar do trabalho, relaxar, falar com as pessoas ao seu redor e curtir o destino sem pressa. O ideal é planejar antecipadamente o tempo que você vai ficar longe do trabalho. Caso contrário, sua viagem pode acabar sendo um  desperdício de dinheiro e você pode não se divertir tanto quanto gostaria e deveria.

 

primeira vez na Europa

Berlim na Alemanha, meu último destino visitado na Europa

Enfim, viajar para a Europa está lista de desejos de muita gente. O Velho Mundo é realmente um destino apaixonante, motivos de muitas idas e vindas. Aliás, o  continente tem tantas atrações que é impossível ver tudo em uma mesma viagem. Por isso, planeje, selecione suas preferências e, acima de tudo, não esqueça de garantir sua elegibilidade com o ETIAS. O novo sistema vai mudar completamente a maneira dos brasileiros viajam à Europa. O ETIAS será um requisito imprescindível para cidadãos de 60 países que atualmente estão isentos de visto, como o Brasil.

 PUBLIPOST
Este artigo foi patrocinado por 
ETIAS Europa

+ Leia aqui mais dicas e roteiros da Europa no Café Viagem

Países que fazem parte do Espaço Schengen na Europa

Abaixo, a lista dos países que fazem parte do Espaço Schengen na Europa – países em que os brasileiros atualmente não precisam de visto para entrar. Porém, a partir de 2021, todos os brasileiros que viajem a qualquer um destes países da Europa vão precisar ter um visto ETIAS:

  • Alemanha
  • Grécia
  • Noruega
  • Áustria
  • Hungria
  • Polônia
  • Bélgica
  • Holanda
  • Portugal
  • Dinamarca
  • Itália
  • Republica Checa
  • Eslovênia
  • Letônia
  • Suíça
  • Espanha
  • Liechtenstein
  • Malta
  • Estônia
  • Lituânia
  • Mônaco
  • Finlandia
  • Luxemburgo
  • San Marino
  • França
  • Vaticano

ETIAS para Europa – fonte site www.etiaseu.com.br

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier pela ABS-RS. Acima de tudo, turista apaixonada por café da manhã, vinhos e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Sem Comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO