Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

20 motivos para visitar e se apaixonar por Garibaldi

O que fazer em Garibaldi? Conheça 20 motivos para se apaixonar pelo destino.

(post atualizado em abril de 2018 com novos motivos) Se alguém me perguntar hoje “o que fazer em Garibaldi” eu vou responder com uma lista. Motivos para dar um pulinho em Garibaldi na serra gaúcha não faltam. E eu só fui descobrir a maioria deles a fundo a partir de 2016. Desde então, já foram várias viagens e passeios provando, festejando e brindando Garibaldi. A cidade é considerada Capital Brasileira do Espumante, mas pode ter certeza de que esse título é apenas o motivo inicial para visitá-la. Garibaldi é mais do que um brinde gelado e borbulhante. É destino romântico, histórico, gastronômico, orgânico, cinematográfico e de gente feliz.

Quando comecei a escrever este post pensei que a lista teria 8 motivos. Ledo engano. Rapidinho fui lembrando de mais e mais,  e a lista ganhou 16 razões , ops, 20 razões que me fazem voltar sempre e para aproveitar com amigos essa cidade que conquistou meu coração.

garibaldi-rs

O post tinha 16 motivos, mas cada viagem foi dando mais e mais motivos para se apaixonar por Garibaldi…

Eu e as Soberanas da Fenachamp - encontrei elas na visita à Madrelustre e tive que fazer o registro. Foi divertido

Eu e as Soberanas da Fenachamp – encontrei elas na visita à Madrelustre e tive que fazer o registro. Foi divertido

O que fazer em Garibaldi:
20 motivos para aproveitar a cidade

 

1. Garibaldi – Capital Brasileira do Espumante

Em 1913 foi elaborado o primeiro espumante brasileiro. E, desde então, Garibaldi só ampliou a sua vocação tanto pelos vinhos quanto pelos espumantes. A cidade oferece a “ROTA DOS ESPUMANTES” com várias vinícolas para visitar, degustar e comprar a sua bebida. Os guias (folhetos) estão disponíveis nos hotéis. No centro de Garibaldi indico a visita imprescindível à centenária vinícola Peterlongo (criadora do primeiro espumante do Brasil). O local oferece atendimento de segunda a domingo, tem museu e visita guiada. Uma curiosidade: a Peterlongo é a única vinícola fora da França autorizada a usar o termo ” champagne”. A Cooperativa Garibaldi é outra vinícola de destaque e situada no centro da cidade. Uma fundação com mais de 80 anos que também funciona todos os dias da semana para visitação.

Peterlongo – Rua Manuel Peterlongo Filho, 216
Cooperativa Garibaldi – Av. Independência, 845

garibaldi-vintage-47

A centenária vinícola Peterlongo de Garibaldi

A centenária vinícola Peterlongo de Garibaldi

Mas as vinícolas mais distantes do centro também merecem muita atenção. Entre elas, a Moet & Chandon, empresa francesa da região de Champagne que se instalou em Garibaldi em plena rodovia BR 470. O atendimento na loja do varejo (com degustação) é de segunda a sábado.

Ainda na BR 470 não deixe de visitar a Domno importadora, vinícola e cervejaria da empresa Valduga. No local, prove o espumante Ponto Nero (um dos meus favoritos na serra). Se for cervejeiro, faça o tour e degustação da Cerveja Leopoldina, produzida por lá.

Outra vinícola que recomendo para espumantes é a Courmayer. Tanto a visita guiada quanto a degustação são excelentes. O local é lindo e a equipe muito atenciosa.  Fica no bairro Garibaldina, região rural linda de Garibaldi no Vale dos Vinhedos. O atendimento é de segunda a domingo sob agendamento.

Moet & Chandon – BR 470, km 224
Vinícola Courmayeur  
– Av. Garibaldina, 32 (Bairro Garibaldina | Vale dos Vinhedos)
Domno – BR 470, km s/n – km 224

o-que-fazer-em-garibaldi-7

A visita à Courmayer finaliza em uma bela sala de degustação onde provamos quase todos os espumantes

A visita à Courmayer finaliza em uma bela sala de degustação onde provamos quase todos os espumantes

2. Vale dos Vinhedos

E não é só de espumante que vive Garibaldi. De bons vinhos , também. Para mim foi uma surpresa descobrir que o Vale dos Vinhedos ( o principal roteiro de enoturismo do Brasil) não pertence só à cidade de Bento Gonçalves, mas também à Garibaldi e Monte Belo do Sul. No terroir de Garibaldi, tive três grandes descobertas que adorei e recomendo fortemente a experiência: a Milantino,  Don Laurindo e Vaccaro. A Vinícola Milantino e a Don Laurindo ficam coladinhas uma na outra e próximas também da Courmayeur que citei no item ” Capital do Espumante”. Ou seja, dá para programar uma tarde deliciosa de visita e degustação nesse trio. Já a Vinícola da Família Vaccaro está situada na Estrada do Sabor e vale a pena casar o programa com um almoço inesquecível pelo roteiro (veja no item 5 do post).

→ Milantino Vinhos e Espumantes Rua das Videiras (Garibaldina) | Vale dos Vinhedos 
Vinícola Don Laurindo Rua das Videiras (Garibaldina) | Vale dos Vinhedos
Vinícola Vaccaro – Estrada do Sabor  | 
atendimento sob agendamento : (54) 3464 7888

garibaldi-capital-do-espumante
garibaldi-capital-do-espumante-2
A Milantino Vinhos e Espumantes tem uma das salas de degustação mais lindas e elegante que conheci pela região. A partir de R$ 20 é possível fazer uma degustação extremamente diferenciada com a enóloga ou com o próprio proprietário do vinícola. A Milantino vende 95% de sua produção na própria loja de varejo e é impossível não se surpreender com os vinhos e com a delicada explanação durante a degustação guiada. Prove: GranVino 2008, o Tannat 2006 e o Ancellota 2006.

Luís Milani apresentando seus vinhos na Milantino

Luís Milani apresentando seus vinhos na Milantino

A Vinícola Don Laurindo tem origem em 1887 com a chegada a Garibaldi da família Brandelli da província de Verona na Itália. Somente a partir de 1991 a família começou a comercializar seus vinhos. O atendimento é de segunda a domingo e a taxa de visita e degustação é de R$ 30. Prove: o Merlot (2012), Ancellota (2013) e o Tannat (2013).

Don Laurindo da família Brandelli, vale muito a pena a visita

Don Laurindo da família Brandelli, vale muito a pena a visita

 

3. Roteiro Passadas, arquitetura do olhar

Se tem uma cidade no Rio Grande do Sul que é exemplo de preservação do seu patrimônio histórico e arquitetônico essa cidade é Garibaldi. O roteiro ” PASSADAS”  é brilhante e demonstra a incrível conservação das casas, capelas e prédios. É fácil percorrer o roteiro a pé e as placas em frente a cada local contam um pouco sobre a história. Fiz caminhando e me encantei.

Dica: passeio de Tim Tim

Mas fica a dica: quem quiser pode agendar o passeio de ” TIM-TIM” que acontece aos sábados, às 11h (saída da Condetur ao lado da Cooperativa Garibaldi). Trata-se de um simpático caminhão GMC de 1944 que faz o roteiro guiado e tem 42 lugares. Para mais informações sobre o Tim-Tim procure o Centro de Atendimento ao Turista ou ligue (54) 3462 8235.

O que fazer em Garibaldi

O museu do imigrante de Garibaldi

o Bar da Sabedoria à esquerda e o Café à direita fazem parte do roteiro das Passadas !

o Bar da Sabedoria à esquerda e o Café Luna Park à direita fazem parte do roteiro Passadas do centro de Garibaldi

 PROCURANDO HOTEL OU POUSADA EM GARIBALDI OU BENTO? 
 Reserve aqui com as melhores tarifas e a facilidade de
cancelamento gratuito na maioria dos quartos

4. Rua Buarque de Macedo e Compras

Pequena e charmosa, uma viagem pelo tempo. O coração de Garibaldi. A rua Buarque de Macedo, uma das vias mais antigas do Rio Grande do Sul, foi totalmente revitalizada e tem fachadas centenárias com redes e cabeamentos subterrâneo. E ainda: mesas e bancos na calçada florida. Uma curtição. O passeio fica ainda mais completo para quem adora umas comprinhas. Aviso: aos domingos, o comércio está todo fechado.

A Buarque de Macedo de Garibaldi

A Buarque de Macedo de Garibaldi

buarque-de-macedo-garibaldi-6

5. Estrada do Sabor de Garibaldi


Osteria della Colombina e Jorge Mariani

Antes de conhecer o centro de Garibaldi, conheci a Garibaldi Rural do roteiro ESTRADA DO SABOR. Visitei os encantos e sabores da Osteria della Colombina, local que indico muuuito para uma refeição (mas aviso, é preciso agendar!). Também visitei a propriedade de Jorge Mariani, uma das atrações do roteiro. Seu Jorge é um dos líderes da produção orgânica na região e está presente também no roteiro Via Orgânica (motivo de núm. 9 do post).
→   Leia aqui o post sobre o almoço na Osteria della Colombina

Vinícola Vaccaro na Estrada do Sabor 

Recentemente conheci outro cantinho mágico e imperdível do percurso da Estrada do Sabor que ganhou um post especial no Café Viagem. É a VACCARO – local de vinhos e de uma experiência sem igual na região. Francisco Vaccaro (enólogo da casa) e sua esposa Natalina recebem os visitantes em sua propriedade cheia de encantos. Com agendamento prévio é possível fazer uma refeição bem caseira e típica ou um café colonial.  A dica é: prove e leve para casa o Merlot da Vaccaro.

→  Leia aqui o post completo da Vinhos Vaccaro da Estrada do Sabor no Café Viagem

→   Leia aqui o post sobre a caminhada na Estrada do Sabor promovida pelo Hotel Casacurta

→ Para agendar uma visita ou refeição na Vaccaro entre em contato pelo (54) 3464 7888 ou [email protected]
→  Saiba mais sobre a ESTRADA DO SABOR em  www.estradadosabor.com.br

Vinícola e varejo Vaccaro O que fazer em Garibaldi

Vinícola e varejo Vaccaro na Estrada do Sabor

O que fazer em Garibaldi

A propriedade é um convite para relaxar

O que fazer em Garibaldi Vaccaro Estrada do Sabor

As delícias do almoço de Natalina Vaccaro na propriedade linda da família

6. Hotel  e Hostaria Casacurta

A visita a Garibaldi fica ainda mais charmosa e especial nesse hotel. Fiquei apaixonada pelo Casacurta. Escrevi sobre a experiência romântica que tive por lá  neste post aqui do Café Viagem. O hotel é antigo e foi restaurado de forma impecável.  Sua enogastronomia também encanta.  Vale a pena brindar e reservar a sua mesa na Hostaria do Casacurta.

→  Leia aqui o post completo do Hotel Casacurta e da Hostaria no Café Viagem

Rua Luiz Rogério Casacurta, Centro |Tel. (54) 3462.2166 

O hotel Casacurta O que fazer em Garibaldi

O hotel Casacurta, impossível não se apaixonar

E as delícias do restaurante do hotel que é aberto ao público

E as delícias do restaurante do hotel que é aberto ao público

7. A arte do vidro na Madelustre

E que tal ver de perto como se faz o vidro? Ou ainda, conhecer a maior taça de espumante do mundo que entrou para o Guiness Book. O tour faz parte dos novos atrativos turísticos de Garibaldi e vale muito a pena. É oferecido pela Madelustre, fábrica de lustres e vidros de Garibaldi. A visitação inicia no MiniMemorial do mundo do vidro e logo após é feita a visita à fábrica com vidreiros soprando vidros pelas técnicas de Murano. É impressionante. Ah, e não deixe de conhecer o show room da fábrica e se encantar com o que é produzido por lá. A visita custa R$ 20 por pessoa e acontece de terça a sexta-feira nos seguintes horários: 9h, 10h, 11h, 13h30, 14h30, 15h30. E aos sábados às 9h, 10h e 11h.

Madelustre Rua Cristóvão Colombo, 190. Tel. (54) 3452 9500 

O que fazer em Garibaldi

O que fazer em Garibaldi Madrelusre

a arte do vidro na visitação à Madrelustre de Garibaldi

o-que-fazer-em-garibaldi-17

8. Bar  Joe

O Bar Joe é uma instituição da serra gaúcha, um patrimônio do rock. O Joe é uma das mais tradicionais referências noturnas do Rio Grande do Sul desde 1983.  O interessante é que segue animado, com shows e uma decoração criativa. E contagia todas as idades, dos mais jovens aos de mais idade que sentem saudades do bom e velho rock and roll. O Joe, proprietário do bar, está sempre por lá atrás do balcão. Uma simpatia.

 R. Buarque de Macedo, 3446 , centro | www.barjoe.com.br

O que fazer em Garibaldi

Bar Joe em Garibaldi – palco pronto para o show

9. Via Orgânica

Eu ainda não fiz mas quero percorrer logo essa novidade. Um roteiro lançado no final de outubro de 2016 e é um dos primeiros do Brasil com essa temática. Ao todo, são dez empreendimentos de Garibaldi ligados à produção agroecológica. A Família Mariani e o Valle Rústico fazem parte da rota.

→ Saiba mais sobre este roteiro em  www.turismogaribaldi.com.br/rotas-atrativos/via-organica

Via Orgânica de Garibaldi - Sítio do Celo. Foto divulgação Slovinscki Fotografia Divulgação

Via Orgânica de Garibaldi – Sítio do Celo. Foto divulgação | Slovinscki Fotografia

 

10. Trattoria Primo Camilo

O restaurante é um dos pontos gastronômicos mais famosos da serra gaúcha e de Garibaldi. Tão delicioso que acabou abrindo novas casas como o Mamma Gema e o Pizza entre Vinhos (ambos no Vale dos Vinhedos). O Primo Camilo, de Garibaldi, só abre à noite e tem um ambiente charmoso e intimista com paredes de pedra. O proprietário da casa é Altemir Pessali, ex-jogador de futebol que acabou trocando a bola pelas panelas. E ele joga um bolão na cozinha. Suas massas são de outro planeta. Uma das mais famosas leve cogumelos nativos colhidos pelo próprio proprietário e Chef da casa. Além das massas, a casa serve também risotos, carnes e peixe. Recentemente, começou a servir pizzas elaboradas como de cordeiro com cebola caramelizada e alcachofra com damasco e gorgonzola. Nhamy.

→ Av. Rio Branco, 1.080. Tel: (54) 3462-3333 | www.primocamilo.com.br

O que fazer em Garibaldi Primo Camilo

Ambiente do Primo Camilo, próximo a estação de trem Maria Fumaça. Foto Fanpage Trattoria Primo Camilo

11. Garibaldi Vintage

O Garibaldi Vintage, ao meu ver, é um dos eventos mais imperdíveis da serra e do Rio Grande do Sul. Acontece somente duas vezes ao ano (em março e no final de ano – entre outubro). Em uma noite a rua Buarque de Macedo vira palco de muita animação e alegria. Uma festa de rua linda com o melhor da gastronomia local, música , exposição de carros antigos, fantasias da época, espumantes, vinhos e cervejas da região. É demais.

O próximo está agendado para 9 novembro de 2018.

→ Saiba mais sobre o Garibaldi Vintage no post do Café Viagem

O que fazer em Garibaldi

12. A Estação de trem de Garibaldi

O passeio de trem Maria Fumaça, muito procurado pelos turistas, parte de Bento Gonçalves ou de Carlos Barbosa. Mas é na estação de Garibaldi que ele faz uma linda parada no passeio com direito a vinho e música. Então mesmo que você não pegue o trem Maria Fumaça, não deixe de passar por lá para tirar umas fotos do local que é belíssimo.

O que fazer em Garibaldi Maria Fumaça

A dica: no passeio de Maria Fumaça o trem faz uma parada de 10/15 min. em Garibaldi. É o melhor local para fotos de todo o passeio

13. Encontro de V8 de Garibaldi

Outro evento impressionante que acontece em Garibaldi no Parque da Fenachamp e une amantes de carros com motor V8. E ainda: com música e food trucks da região.  Eu que nem sou apaixonada por carros achei tudo muito divertido. Tinha cada carrão de cinema. E ainda deu para provar as comidinhas do trailler do Valle Rústico. Pode ter certeza que é um programa que surpreende. O Encontro de V8 acontece somente a cada dois anos em Garibaldi, normalmente na segunda semana de outubro. Para saber mais e se ligar das datas, visite  www.hpv8clube.com.br

encontro-v8-garibaldi

14. Valle Rústico e a gastronomia de Rodrigo Bellora

Acho que o Chef Rodrigo Bellora foi um dos primeiros a dar um toque diferente nas opções gastronômicas da região. Fugiu do óbvio com muita elegância, rusticidade e valorizando os produtos orgânicos e os vinhos da região. Além do restaurante, hoje o Valle Rústico também tem um trailer (com comidinhas de food truck), oficinas de gastronomia e um serviço de entrega de orgânicos de sua horta. 

→ Via Marcílio Dias, Garibaldi (Vale dos Vinhedos) | Tel: (54) 3067 1163 | (54) 8123-0080 

→  Leia aqui opost do Café Viagem sobre o Valle Rústico .

→  Leia aqui o post mais recente do blog sobre o almoço no Valle Rústico

O que fazer em Garibaldi Valle Rustico

O start do Menu harmonizado no Valle Rústico

valle-rustico-garibaldi

A área verde do restaurante Valle Rústico, reserve um tempinho para curtir

15. O Parque o restaurante da Fenachamp

Talvez este seja o motivo mais turistão, mas não posso deixar de admitir que achei o parque lindo. E o restaurante está dentro dele e serve bufê de pratos típicos e sobremesas, recebendo muitos grupos de visitantes. E o restaurante tem um grande atrativo: o almoço é servido até as 16h, coisa rara na região.  Minha sugestão é pegar uma mesa ao lado das janelas e curtir o visual do parque. Prove: o pernil suíno (fantástico), a abóbora caramelada e, é claro, o capeletti servido à mesa e o sagu com creme. Ah, visite também o memorial italiano do parque. E para quem quiser conferir a festa do espumante brasileiro, em 2017 ela vai acontecer de 5 a 29 de outubro.

→ Sobre o restaurante : RS 470, Km 56.5 Parque Fenachamp | www.facebook.com/restfenachamp
→ Sobre Fenachamp :  www.fenachamp.com.br

a área arborizada com lago ao redor do restaurante Fenachamp

a área arborizada com lago ao redor do restaurante Fenachamp

O que fazer em Garibaldi

A dica: pegue uma mesa ao lado da janela restaurante Fenachamp

 

16. A festa da Fenachamp

Foi só em 2017 que fui conhecer a famosa festa do espumante, a Fenachamp. Tinha outra ideia da festa. É linda e muito elegante. Maravilhosa, com ambientes bem decorados de mais de 23 vinícolas, além dos espaços de comidinhas e da boa música. Dizem que o espírito e decoração da festa mudou muitos nas últimas edições. Aviso: a festa só acontece de dois em dois anos. Próxima edição só em 2019, de 3 a 27 de outubro! Programe-se.

Leia aqui o post com roteiro para aproveitar Garibaldi durante a Fenachamp

E neste post conto como é a Fenachamp

Fenachamp Garibaldi

17. A Devorata

Aqui em casa somos a-pai-xon-ados pelas trufas e chocolates da Devorata. Impossível não ir a Garibaldi e não provar ou visitar a loja que fica em frente à Cooperativa Vinícola Garibaldi.

 

18. A Tabacaria Benventto

Um lugar muuuito fofo , bem decorado e gostoso para almoçar ou jantar, ou simplesmente beber algo à noite. Comidinhas bem feitas e drinks, idem! Prove: o spritz, a tábua de carnes uruguaias e o molho barbecue caseiro. Fica na rua Dante Grossi, 249, Centro.
Fanpage: facebook.com/tabacariabenvenuto

Onde comer em Garibaldi

19. Bar da Sabedoria

O pequeno bar peculiar existe desde 1980. É bar de pinga e cerveja, bar de conversa em plena Capital do Espumante. O nome é bom e o proprietário, uma simpatia. Vale a visita. O local faz parte do roteiro turístico “Passadas” que traça um caminho a pé pelo patrimônio histórico e arquitetônico de Garibaldi.

Leia aqui o post sobre o Bar da Sabedoria no blog

 

20. As pessoas

Esse é um dos grandes motivos. Talvez, o principal. O garibaldense tem orgulho de sua história, de suas famílias, de sua terra e não mede esforços para encantar quem a visita. É um povo trabalhador, carismático, gente que dá vontade de abraçar forte.

Francisco e Natalina Vaccaro

Francisco e Natalina Vaccaro

Osteria della Colombina (14) copy

Odete Bettu do Osteria Della Colombina

E ainda tem ao incrível Hotel Mosteiro São José , os cafés, a padaria da Justina, a nova Rota Cinematográfica da cidade que estou louca para fazer e o simpático passeio de Tim-Tim. Enfim, a lista de motivos poderia ser maior, mas deixo para o leitor descobrir suas razões particulares para visitar e se encantar com Garibaldi.

o que fazer em Garibaldi

—–> E você, tem algum motivo que não está nesta lista?  Escreva nos comentários deste post e aumente a vontade de visitar ou voltar a Garibaldi !

Um brinde a Garibaldi !

Um brinde a Garibaldi !

De tão apaixonada que sou por Garibaldi, em 2017 ganhei uma homenagem linda da cidade :

o título de EMBAIXADORA DE TURISMO DE GARIBALDI !!!!!

O post se despede com a imagem linda dos Vinhedos da Don Laurindo

O post se despede com a imagem linda dos Vinhedos da Don Laurindo

MAIS DICAS PARA CURTIR GARIBALDI 

ONDE FICAR:  

HOTEL CASACURTA post novo após restauranção dos quartos
HOTEL CASACURTA  –
 experiência romântica

O QUE FAZER:  
16 motivos para se apaixonar por Garibaldi

ONDE COMER
Onde comer em Garibaldi – mais de 10 lugares para ser feliz 
HOSTARIA CASACURTA – 5 motivos para provar 
OSTERIA DELLA COLOMBINA – os encantos da Estrada do Sabor
VALLE RÚSTICO – COZINHA DA NATUREZA
POST ÍNDICE TODOS AS NOSSAS DICAS DA SERRA GAÚCHA

VINHOS E VINÍCOLAS: 
10 vinhos e espumantes para degustar em Garibaldi 

VINHOS VACCARO E GASTRONOMIA – na Estrada do Sabor
COOPERATIVA GARIBALDI – VISITA E DEGUSTAÇÃO O BAR DA SABEDORIA  
Espumante Biodinâmico  – lançamento

ROTA ESTRADA DO SABOR
ESTRADA DO SABOR E CAMINHADA DA VINDIMA

EVENTOS IMPERDÍVEIS EM GARIBALDI 
NATAL BORBULHANTE – A FESTA DE NATAL EM GARIBALDI

FENACHAMP – tudo sobre a festa e roteiro para aproveitar Garibaldi 
GARIBALDI VINTAGE – UMA FESTA ÍMPAR

MAIS DICAS DA SERRA GAÚCHA
GUIA VALE DOS VINHEDOS, BENTO GONÇALVES E ARREDORES
GUIA SERRA GAÚCHA – TODOS AS NOSSAS DICAS DA SERRA GAÚCHA

 

Informações sobre Garibaldi, consulte também o site da Secretaria de Turismo: www.turismogaribaldi.com.br

 

*O Café Viagem fez parte do roteiro de Garibaldi citado acima como turista (pagando do seu próprio bolso) e outra parte como blogueira convidada do Turismo de Garibaldi.

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier pela ABS-RS. Acima de tudo, turista apaixonada por café da manhã, vinhos e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários
  • Ale, me convenceu! Vou fazer uma visita a Garibaldi assim que possível. Morar em POA e não prestigiar essas belezocas tão pertinho é um pecado!
    Grande abraço e parabéns pelo lindo trabalho aqui no blog!

  • Minha Garibádi, sai há tanto tempo que me deu tanta saudade ao ler este post! Sim Garibáldi é tudo isso e muito mais… as estradas do interior te levam a lugares belíssimos, simples, bucólicos! Parabéns pelo texto, me deu saudade e vontade de voltar!

  • Ha milhares de motivos para vir visitar minha cidade amada

  • A última é tão verdade que eu casei com uma… hahahaha

    belo texto

  • Garibaldi é o máximo!!!
    A revitalização da Buarque de Macedo ficou linda, o Garibaldi Vintage se supera a cada edição, o Bar do Joe é praticamente a segunda casa dos garibaldenses, a comida da cidade é maravilhosa (o xis – hamburguer – de Garibaldi é o melhor de todos – principalmente no Chopin e Conzatti).
    Apenas uma correção: o encontro de V8 acontece somente a cada dois anos. :(
    Linda matéria! :D

  • Cada vez mais linda e importante, minha cidade natal. Quando saí de lá, não tinha tanta coisa. Tenho orgulho de ter nascido e morado lá até meus 16anos

  • Passeio de Tim Tim… Importante é olhar…

    Mascates, tropeiros, religiosos, artesãos, ferreiros; italianos, franceses, sírio-libaneses…O florescimento do comércio em uma das principais estradas do sul do país, a Buarque de Macedo, fez com que o centro se tornasse rico e luxuoso. Grandes casarões de alvenaria, em um total de 34 prédios, construídos nos meados de 1900, ornamentados com os mais delicados detalhes, destacando-se as figuras infantis e femininas.

    O passeio é feito com acompanhamento de um condutor de turismo local e pode ser feito a pé ou com um caminhão de guerra adaptado ao qual foi dafo o no e de Tim Tim,para o transporte de turistas com capaA pé, de carro, de Tim Tim… Importante é olhar…

    Mascates, tropeiros, religiosos, artesãos, ferreiros; italianos, franceses, sírio-libaneses…O florescimento do comércio em uma das principais estradas do sul do país, a Buarque de Macedo, fez com que o centro se tornasse rico e luxuoso. Grandes casarões de alvenaria, em um total de 34 prédios, construídos nos meados de 1900, ornamentados com os mais delicados detalhes, destacando-se as figuras infantis e femininas.

    O passeio é feito com acompanhamento de um condutor de turismo local e pode ser feito a pé ou com um caminhão de guerra adaptado para o transporte de turistas com capacidade de 40 lugares. Cabe ressaltar que esse passeio também pode ser feito a noite, pois todos os prédios têm iluminação especial.cidade de 40 lugares. Cabe ressaltar que esse passeio também pode ser feito a noite, pois todos os prédios têm iluminação especial.

  • E o Tio Ari onde fica ???

  • Parabéns, lindo post falando da nossa cidade. Realmente Garibaldi e um lugar harmônico e de gente feliz.
    Visite Garibaldi, faça parte você também desta história! Abraço!

  • Cidade maravilhosa de pessoas encantadoras ..Terra onde nasci e resido orgulho de ser daqui … em especial ao pessali e a família vaccaro pessoas maravilhosas e que nós recebem sempre muito bem …muito obrigado a dedicação de todos por fazer de nossa cidade cada dia melhor

  • Sim, faltou falar sobre a Mansão Mazzini, embora desativada, vale uma olhada, sou apaixonada pela arquitetura da casa.

    • Olá Iva

      Sim, a casa é linda. Vou incluir a foto dela no post. Na verdade, acho ela está no roteiro As Passadas e no passeio do Tim Tim.

      Beijos
      Alexandra

  • Olá, venha visitar nosso cafe Dolce Mattina em Garibaldi ,
    Somos referência na serra !
    Será bem vinda !
    Abraços
    Viviane e Fabio

  • Adoramos as dicas. Iremos para Garibaldi no próximo feriado. Sensacional!!!

  • Excelente post!
    Estou programando viagem para a região. Se me permite a sugestão, poderia apenas dar estimativa de preço dos restaurantes que frequentou. Fiquei muito interessado em conhecer alguns mencionados, mas estou com medo do cardápio, haha!

  • oLÁ, aLEXANDRA!! cOMO FICAM AS ATRAÇÕES E A CIDADE DE GARIBALDI DURANTE AS FESTAS DE FIM DE ANO? aMO SEU SITE!

DEIXE SEU COMENTÁRIO