Puxe uma cadeira, pegue um café e viaje com a gente!
 

Mocotó de São Paulo e o chef que faz samba na cozinha brasileira

O Mocotó de São Paulo é famoso. Sempre tive uma curiosidade imensa de conhecer este lugar. Um restaurante que valoriza a cozinha brasileira mais precisamente a do nordeste do Brasil. Comer no Mocotó do Chef Rodrigo Oliveira é o sonho dourado de todo o foodie. Olha só a minha cara de felicidade ao chegar no Mocotó após algumas caipirinhas…

Mocotó

Um breve histórico sobre o Mocotó

Rodrigo Oliveira é um jovem talentoso que um dia resolveu (a contragosto do pai) apostar no negócio da família. Com muita habilidade nas panelas, autenticidade e conhecimento, Rodrigo transformou o pequeno restaurante, cachaçaria e empório nordestino do pai num fenômeno da culinária no Brasil. Sua aclamada cozinha sertaneja atrai pessoas de todos os estilos (de políticos a roqueiros) e classes sociais até a distante Vila Medeiros em São Paulo. Rodrigo é hoje um dos Chefs mais premiados do Brasil. Rodrigo é jovem, tranquilo e simpático.
Mocotó Rodrigo Oliveira

Como chegar à Vila Medeiros em São Paulo …

Para escapar das filas constantes de espera, fui com amigos almoçar no Mocotó por volta das 16 horas de uma quinta-feira. Baixei a rota no GPS do meu celular (para garantir que o táxi não se perdesse no caminho). Do hotel Slaviero no Jardins até o Mocotó gastamos por volta de 126 reais de táxi (o trajeto de ida e volta ) num percurso de 30 minutos até o restaurante num horário que é considerado tranquilo para os quesitos de São Paulo. E deve ser mesmo pois chegamos no Mocotó às 15h40 e logo nos sentamos.Ufa!
mocotó

mocotó (17)

 

O restaurante e bebidas…

O ambiente realmente é tudo que falam: simples e sem grandes surpresas. O armazém da entrada é a área mais aprazível, colorida e instigante. Porém, as atrações estão mesmo à mesa. Pra começo de conversa, experimentamos a cachaça Leblon e, logo após, a caipirinha de 3 limões – espetacular. No final das contas foram, 1 cachaça +  5 caipas +  2 cervas em três pessoas.

caipirinha de 3 limões

caipirinha de 3 limões

Os comes do Mocotó de São Paulo 

Todo mundo comenta do imperdível dadinho de tapioca. Superaprovado, mas a sensação dos petiscos foi mesmo o queijo coalho com melado. Um escândalo. Mais um, por favor! Teve repeteco de ambos.

o famoso dadinho de tapioca

o famoso dadinho de tapioca

queijo coalho com melado: de babar!

queijo coalho com melado: de babar!

E já que viemos de tão longe, vamos experimentar um pouco de tudo. Chips de mandioca – o ingrediente considerado a essência do Brasil segundo o Chef do Mocotó.

chips de mandioca

chips de mandioca

Carpaccio de carne de sol pareceu uma excelente opção e nos atiramos nela também. Uma delícia.

carpacho de carne de sol, nhumy!

carpaccio de carne de sol, nhumy!

E o mocotó? Não dá para partir sem provar os pratos clássicos que deram origem à casa (afinal o local começou com o pai do Rodrigo que ficou famoso por seu caldo de mocotó!). Assim, pedimos uma triologia de pequenas degustações: Favada, Feijão de Corda e Mocotó. Tudo tão bem feito que até parecem pratos requintados. Adorei a experiência.

os pratos clássicos da casa - tem que provar!

os pratos clássicos da casa – tem que provar!

 

Fechando com chave de ouro: a sobremesa do Mocotó de São Paulo

A sobremesa (com o título no menu “Cozinha de babar”) foi um capítulo a parte. Eu pegaria um ônibus até a Vila Medeiros – se fosse necessário – só para repetir o prazer de cada colherada do pudim de tapioca e do doce de leite com fava de baunilha. Comi levitando e suspirando ao mesmo tempo (não foi, Andrea?).

um escândalo: pudim de tapioca

um escândalo: pudim de tapioca 

babei, babei, babei...

babei, babei, babei…

Comprinhas no final e a conta, por favor!

Na saída, levamos pimentas e outros produtos típicos. Partimos felizes e satisfeitos. Hoje olho as fotos e penso como gostaria de repetir essa experiência novamente. A Vila Medeiros é longe, mas o banquete é garantido por um preço megahonesto para os padrões de São Paulo. Nossa conta – para 3 pessoas – incluindo bebidas e compras sai por volta de R$ 260. A cozinha do Mocotó tem um gingado particular. Sem glamour, mas com autenticidade e sabor particular. Vale a viagem.

mocotó (16)
mocotó (15)

 

 

SAIBA MAIS

MOCOTÓ
Restaurante e Cachaçaria
Av Nossa senhora do Loreto, 1100
Vila Medeiros – São Paulo – SP
Fone: (11) 2951-3056
contato@mocoto.com.br
Localização no Mapa
Segunda à sábado das 12 às 23h
Domingos e feriados das 12 às 17h
Site: www.mocoto.com.br

Dicas para ir ao Mocotó

1. para não pegar fila procure ir em dia de semana, após às 14hs;
2.tente fechar um preço especial de ida e volta com o táxi. O ideal é que o motorista espere por lá. Fizemos isso e funcionou. O valor total do trajeto foi de R$ 126 que dividimos entre três.
3. de transporte coletivo, pegue o ônibus 121G-10 – Parque Novo Mundo na Av Dr. Maria Laet. (ESTAÇÃO TUCURUVI DO METRÔ) e salte na esquina da Av. Gustavo Adolfo com N. Srª do Loreto.

 

VEJA + DICAS DE SÃO PAULO NO CAFÉ VIAGEM

 

Beco do Batman na Vila Madalena – galeria de arte urbana ao ar livre e gratuita

Roteiro Centro São Paulo em família – 10 atrações imperdíveis

Visita ao Museu do Futebol de São Paulo

Roteiro de Táxi em São Paulo com filhas

Café da manhã no Frank & Charles

Caminhar pela Vila Madalena

Compartilhar este Post
Escrito por

Muito prazer, sou Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem - blog para quem acorda sonhando com a próxima viagem. Sou publicitária e sommelier em formação pela ABS-RS. Acima de tudo, apaixonada por café da manhã, vinho e experiências gastronômicas. Moro em Porto Alegre, mas vivo com o coração no mundo.

Últimos Comentários
  • nossa que maravilha vou la conhecer!

  • Adorei esse post, muito bom saber da existência de lugares tão bons para se visitar. Ainda mais quando está tão perto de mim, pois geralmente só fico na vontade vendo grandes restaurantes ao redor do mundo. Adorei o site, beijos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO