Roteiro 24 horas São Francisco – da chuva ao sol!

Por Alexandra Aranovich

Demorei muito para escrever sobre minha curta – e intensa – passada por 24 horas em São Francisco. Apesar da cidade ser linda, tive o azar de conhecê-la com chuva, muito frio (mesmo em agosto, no auge do verão) e completamente lotada de turistas. Ou seja, fila para tudo. “Não deixei meu coração em São Francisco” como cantou Frank Sinatra a letra de Tony Bennett. De qualquer maneira, prometi a mim mesma que voltarei com mais tempo para curtir a cidade e, principalmente, seus arredores: bicicleta em Sausalito e vinhos em Napa Valley.

Mesmo com pouco tempo fiz um roteiro com excelentes dicas de gente que mora em Los Angeles e visita regularmente São Francisco.

San Francisco Pier

Visitei a cidade em companhia da minha irmã que está morando em Los Angeles há 5 anos. E, abaixo, o nosso roteiro de 24 horas .  

1. (DIA 1) A CHEGADA NO H O T E L
E  C H I N A T O W N
  

Partimos de Solvang pela manhã bem cedo de carro e chegamos às onze em São Francisco. Largamos o carro na garagem e as malas no nosso simpático hotel  (veja aqui!) muito bem localizado na região de Union Square . Do hotel, fomos caminhando até Chinatown (que falam ser a maior fora da Ásia e a mais antiga dos EUA ). Percorremos algumas ruelas com pressa. Infelizmente, não tivemos tempo de provar as comidas, visitar templos, feiras ou comprar bugigangas. Tentamos, sem sucesso, seguir a dica de uma amiga que indicou a fábrica de biscoitos da fortuna como um dos locais imperdíveis de Chinatown. É um segredinho da área: GOLDEN GATE FORTUNE COOKIE (56 Ross Alley, entre as ruas Jackson Street e Washington Street ).

nosso hotel em São Francisco. Um B&B bem simpático!

nosso hotel em São Francisco. Um B&B bem simpático! 

2. (DIA 1)  U N I O N   S Q U A R E  
E  B O N D I N H O

De Chinatown descemos (são muitas subidas e descidas em SF) até a Union Square onde estão localizadas as lojas famosas, teatros e shoppings. Os grandes eventos acontecem por lá. Nosso principal objetivo era pegar o famoso bondinho, o Cable Car, que parte da esquina da Market com a Powell Street. Há um quiosque na esquina que vende as passagens. Aviso: em agosto as filas para pegar o bondinho podem demorar até uma hora de espera.
 

cable car San Francisco

San Franciso Cable car

fila de quase uma hora para pegar o bondinho. That’s summer time!


3. (DIA 1)  L O M B A R  D    S T R E E T  

Nossa primeira voltinha de cable car foi divertida. Mesmo lotado, rimos muito. Mas paramos de rir quando percebemos que tínhamos pegado a linha errada. Tivemos que trocar de bondinho para seguir até o nosso caminho para carimbar um ponto turístico da cidade: Lombard Street – uma das ruas mais famosas de São Francisco, que já serviu de cenários para filmes. Descemos ladeira abaixo conferindo o visual e seguimos nosso trajeto.

diversão no bonde lotado!

diversão no bonde lotado!

o topo da Lombard Street - rua mais famosa de SF

o topo da Lombard Street – rua mais famosa de SF 

Lombar Street e suas casas com lindos jardins

Lombard Street e suas casas com lindos jardins

 

4.  FI S H E R M A N’ S  W A R F 
 P I E R   3 9  (e dica de restaurante!)
  

Da Lombar Street, caminhamos muuuuito até uma parada do bondinho (cable car stop) próxima para seguir até o famoso Fisherman’s Warf  (visitfishermanswharf.com) e comércio do Píer 39 (www.pier39.com). A região é uma delícia para passear, apreciar a vista, ver os leões marinhos, comer nos inúmeros restaurantes e conferir as diversas atrações. Não deixe de visitar os deliciosos chocolates Ghirardelli (com sorvetes e café) que nasceram em São Francisco e tem uma quadra inteira (900 North Point, Ghirardelli Square).

San Francisco Pier 39

Se você nunca provou, entregue-se. O chocolate com caramelo é de outro mundo. Tínhamos uma dica de restaurante na área e fomos conferir: o famoso e popular CRAB’S HOUSE. A especialidade do restaurante é frutos do mar na chapa. Experimentamos um dos carros chefes: “Dangerous Killer Crabs” com molho secreto de alho.  A experiência mereceu duas taças de vinho branco para brindar a vista espetacular do pier, mesmo em dia nublado e com chuva. A dica é fazer reserva em uma mesa coladinha da janela, vai por mim! (tel. 415-434-2722 crabhouse39.com ).

San Francisco Pier

a agitação do Pier

não é bonitinho?

não é bonitinho?

San Francisco Pier

O delicioso Crab’s House no segundo piso do Pier (faça reservas!)

Crabshouse

visual do pier do restaurante Crab’s house

o bicho que eu comi!

o bicho que eu comi: killers crab !

se em dia de chuva é assim, o que dirá com sol!!

se em dia de chuva é assim, o que dirá com sol!!

A famosa Alcatraz! Do Pier é possivel ver a ilha

A famosa Alcatraz! Do Pier é possivel ver a ilha


5. (DIA 1) DE   L I M O U S I N E
DE VOLTA PARA O  H O T E L

Demos mais uma voltinha (eu e minha irmã) pelo Pier e nem lembro onde fomos parar. Só sei que, cansadas e exaustas, sem conseguir um táxi, dividimos a corrida em uma limousine até o nosso hotel com uma gurizada de turistas europeus. Foi divertido. E, compartilhada, custou por volta de 10 dólares por cabeça. Valeu a pena!

San francisco Limo

no lugar do táxi, uma limousine!!

San francisco Limo02

minha cara no fim do dia e com cabelos molhados estava um susto!!!


6. (DIA 1) J A N T A R   NO
A N C H O R  &  H O P E

Outra dica quente de uma amiga da minha irmã. O Anchor & Hope (83 Minna street -(415) 501-9100  – anchorandhopesf.com) é um restaurante  transado de frutos do mar com preços nada exorbidantes. Tem um prato que é considerado campeão por chefes de cozinha, o “Warm sea urchin with mashed potato and dangerous crab“. Outros recomendados são: “black cod with crispy pork belly” e o “Ahi Tuna with Lemongrass”. O vinho da noite foi um maravilhoso Scarpetta Pinot Grigio.

o bem frequentado restaurante Anchor & Hope

o bem frequentado restaurante Anchor & Hope

ambiente excelente e comida melhor ainda. Anchor & Hope

ambiente excelente e comida melhor ainda. Anchor & Hope


7. (DIA 2)  G O L D E N   G A T E
E  S A U S A L I T O
 

Acordamos cedo, dia de chuva, e após um delicioso café da manhã em nosso hotel, fizemos check out e pegamos o carro e fomos conferir a famosa Golden Gate. Infelizmente, vimos ela sobre neblina forte. Logo ao cruzar a ponte, há um espaço para estacionar o carro e admirar o visual da cidade. De lá, percorremos as ruas da charmosa Sausalito (superastral). A dica era atravessar a Golden Gate de bicicleta e passear por Sausalito, mas com chuva foi difícil.

ops... onde foi parar a Golden Gate???

ops… onde foi parar a Golden Gate???

Golden Gate com neblina, buááá!

Golden Gate com neblina, buááá!


8. (DIA 2)  C A S T R O
E  J A R D I M  J A P O N Ê S 

Ainda abaixo de chuva, passamos de carro por Castro, o bairro gay mais famoso do mundo e cheio de lojinhas. E já que a chuva não dava trégua nos mandamos para um museu. Tomamos um café na área gigante do Young Fine Arts Museum no Golden Gate Park e visitamos o Jardim Japonês (alias, deveríamos ter tomado um chá lá dentro, lindo!)

jardim japonês

jardim japonês

o lindo local do chá no Tea Garden!!

o lindo local do chá no Tea Garden!!

9. (DIA 2) PARTIDA PARA
A ESTRADA HIGHWAY 1

O tempo feio nos fez partir mais cedo de SF. Seguimos a viagem pela incrível costa do Pacífico até Los Angeles, com paradas em Carmel, Big Sur, San Simeon e Hearst Castle. Por sorte (e põe sorte nisso!) o tempo virou e o sol reapareceu em plena forma para iluminar nosso roteiro pelo mar. Incrível. Veja mais detalhes em cafeviagem.com/los-angeles-sao-francisco-de-carro

E finalmente, o sol brilhou na estrada!!!

E finalmente, o sol brilhou na estrada!!!

OUTROS LUGARES QUE NÃO VISITAMOS MAS DEIXEI ANOTADO PARA A PRÓXIMA VIAGEM: ALCATRAZ, MOMA, HAIGHT-ASHBURY, LITTLE ITALY E FERRY BUILDING MARKET PLACE .

—> Onde ficar em São Francisco

Muitos amigos enviaram seus indicações. Acabei descobrindo o “meu cantinho”. Um simpático e econômico bed and breakfast próximo da Union Square (boa localização): Golden Gate Hotel, leia sobre nossa experiência neste link: cafeviagem.com/golden-gate-hotel-san-franciso

Outras indicações:

The Westin San Francisco Market Street –  localização ótima (perto de todo o comércio, lojas, museu de arte moderna, etc).  Tem um starbucks na frente
Park Hyatt Union Square
The Chancellor na Union Square  

MAIS SOBRE A CALIFÓRNIA NO CAFÉ VIAGEM, LEIA AQUI!
Curta a página do
Café Viagem no Facebook e acompanhe mais dicas de viagem, clique aqui.
Tem alguma dica lega de São Francisco? Conte para gente deixando o seu comentário neste post. 

  • Compartilhe
Alexandra Aranovich
Alexandra Aranovich
A autora dos textos e fotos do blog é publicitária e faminta por viagens e experiências gastronômicas. Além do Café Viagem, é colunista do Caderno Vida do jornal Zero Hora, autora do Guia Essencial Gramado e Canela da Pulp e do blog Destemperadinhos. Mora em Porto Alegre, mas vive por aí com o coração no mundo, sonhando com o próximo destino.
06
nov
13
Deixe o seu comentário!
  1. MauroBok11/11/2013 - 15:33

    Gostei muito dos seus comentários.
    Gostaria de saber mais sobre FERRY BUILDING MARKET PLACE.

  2. Nathalia T.16/06/2014 - 14:45

    Oi Alexandra!
    Muito bacana o post… estou indo para SF agora em agosto e já estou anotando as dicas!
    Vou aproveitar para ler os posts sobre o Big Sur e a HW1.

    Beijos