Os encantos dos vinhedos de Lavaux na Suíça

Por Alexandra Aranovich

Os vinhedos de Lavaux na Suíça são imperdíveis não só para os apaixonados por vinhos mas também para quem admira paisagens deslumbrantes. Lavaux é vizinha de Montreux e Vevey  no Cantão de Vaud na Suíça. Minha visita por lá foi rápida mas extremamente revigorante. Bastaram poucas horas e uma noite num hotel fantástico (veja aqui ) para que eu me apaixonasse por esse “cantinho uau” da Suíça francesa.  

Roteiro vinhedos Lavaux Suiça

Mesmo num dia nublado, com pouco sol, me apaixonei por Lavaux

Se algum dia eu tiver a chance de voltar para Suíça durante o verão europeu, não terei dúvidas. Incluirei no meu roteiro no mínimo dois dias por essa região que é bem próxima de Lausanne e Genebra e faz parte da Riviera Suíça.

vinhedos de Lavaux Suíça

Assim seria Lavaux num dia iluminado de sol! Foto crédito: Turismo Riviera de Montreux, Regis Colombo

Vai por mim, esse lugar é mágico e romântico, principalmente a área dos vinhedos de Lavaux

 

Fonte mapa: Montreux Toursim -

As regiões dos lagos na Suíça. E as cidades (à esquerda) do Lago de Genebra que fizeram parte do meu roteiro foram: Genebra, Lausanne, Montreux, Lavaux e Vevey. Fonte mapa: Region Du Leman – Central de Turismo do Cantão de Vaud

 

Sobre a região dos vinhedos de Lavaux 

Entre Lausanne e Montreux , nas encostas íngremes diante do esplêndido e cristalino Lago de Genebra, está situado um dos onze Patrimônios Mundiais da UNESCO na Suíça: os vinhedos cultivados em terraços murados de Lavaux. Prepare-se para um programa cheio de emoção com imagens que causam intermináveis suspiros diante das escadarias verdes das montanhas.

Muita gente aprecia a paisagem da região em passeios de barco ou de trem. Contudo, pode ter certeza que o melhor mesmo é percorrer suas vilas remotas e cheias de curvas (e sobe e desce) em um tour guiado de carro, bicicleta, a pé ou no trenzinho de rodas Lauvaux Express

vinhedos de Lavaux

No percurso você vai visitar pequenas vinícolas, praças e restaurantes. E ainda: vai se encantar com simpatia dos moradores e das histórias por trás de cada rótulo, cada vinhedo. Vai voltar entendo por que o vinho produzido nesta região é tão valorizado pelos suíços. Eu estive por lá no verão, período que recomendo fortemente regado a muitos vinhos brancos, a especialidade do terroir.

Dois vilarejos imprescindíveis para visitar no percurso: Cully e Epesses ! Em março, Cully abre suas adegas por nove dias durante o Cully Jazz Festival.

A praça Hugo Pratt em Grandvaux homenageia o escritor italiano de quadrinhos. E tem uma das vistas mais populares de Lavaux

A praça Hugo Pratt –  na charmosa villa de Grandvaux – homenageia o escritor italiano de quadrinhos. E tem uma das vistas mais populares de Lavaux

 

O s Vinhos de Lavaux

Já comentei aqui no blog que não sou expert em vinho, apenas uma apaixonada. Gosto das sensações e lembranças que ele provoca, do estado total de relaxamento. Para mim, é sempre a bebida certa para brindar a vida, a viagem. Então, do meu jeito enoturista entusiasta aprendi duas coisas importantes sobre a região de Lavaux …

Vinhedos de Lavaux Suica (9)

 

A primeira é sobre a uva, a grande estrela é a Chasselas (responsável por grande parte da produção de Vaud). Os vinhos brancos com a uva Chasselas são mineralizados e robustos. Seu tom frutado tem aromas sutis. Vinhos que qualquer mulher se apaixona na primeira taça, certo? Dica: minha simpática guia neste passeio me ensinou a brindar e a sorrir para uma foto dizendo “Chasselas” (diga: xasslá) no lugar do brasileiro “xis”. Foi divertido!

Com minha divertida Guia Angela Bonetti aprendendo a falar "xasslá"

Com minha divertida Guia Angela Bonetti aprendendo a falar “

A segunda coisa que aprendi é que o delicado e emblemático aroma dos vinhos de Lavaux se deve a sua geografia (ou seria poesia?). A forma como o sol ilumina o Lago de Genebra e reflete nos muros de pedras dos terraços íngremes é a essência dos vinhos de Lavaux.

Os vinhedos da região de Dezaley são os mais altos e com maior exposição a estes  fatores, o que confere um sabor especial a seus vinhos.

Roteiro vinhedos Lavaux Suica (3)

“Na palavra do poeta, a uva de Lavaux tem a sorte de amadurecer sob um sol triplo:

um sol que vem de acima, generoso e acolhedor

um sol que vem de baixo, reflexo do lago espelhado

e um sol retido nos velhos muros de pedra que é liberado à noite”

Roteiro vinhedos Lavaux Suiça

Para saber mais sobre o cultivo e história dos vinhedos Lavaux, recomendo um belo documentário passado em várias línguas (inclusive em português) que é apresentado na loja Vinorama (leia mais sobre Vinorama abaixo!) . O filme é curto e emocionate, e conta os 12 meses na vida de um produtor e sua família de produtores.

Os vinhedos de Lavaux são divididos em 8 unidades de produção: Lutry, Villette, Espesses, Calamin Grand Cru, Grand Cru Dezaley (outra uva bem popular nesta região), St. Saphorin, Chardonne Vevey.

Roteiro vinhedos Lavaux Suica (4)

 

Dicas de Vinícolas e loja,
a Vinorama de Lavaux

Vale a pena agendar visita nos produtores locais. Eu tinha uma visita agendada mas, infelizmente, por um atraso no meu roteiro acabei não conseguindo comparecer e perdi o tour. Então, para aqueles que como eu precisam visitar correndo os vinhedos de Lavaux (e depois se arrependerem já que vale a pena dedicar mais tempo) a grande dica é ir direto à Lavaux Vinorama –  um espaço para degustação, apresentação (filme em várias línguas, inclusive em português, que apresenta os 12 meses na vida de um produtor e sua família de produtores.) e venda dos vinhos de Lavaux.

Vinhedos de Lavaux Suica (3)

Entre as mesas, o clima é de total descontração. O menu oferece degustações em taças ou garrafas de vários preços. Os atendentes (o que peguei  falava português, o Luiz!) apresentam os vinhos que vão sendo servidos. Para que ninguém ultrapasse o limites, um salgado leve é oferecido durante a degustação. 

A Vinorama, loja e espaço de degustação de vários vinhos da região.

A Vinorama, loja e espaço de degustação de vários vinhos da região.

A tela especial onde é apresentada o filme sobre Lavaux. Assim como os vinhedos, ela é uma escada, imitando os terraços de Lavaux

A tela especial onde é apresentada o filme sobre Lavaux na Vinorama. Assim como os vinhedos, ela é uma escada, imitando os terraços de Lavaux

Para quem quiser se aprofundar mais no terroir e no segredo de cada garrafa, vale a pena conversar com a diretora da casa, Sandra Joye. Ela está sempre por lá no balcão. Antes de partir, não deixe de conferir os vinhos que dificilmente você encontrará no Brasil: a loja comercializa  rótulos de 150 produtores regionais.

vinhedos de Lavaux

Abaixo, alguns dos vinhos que degustei e adorei Especialmente o Clos des Abbayes Dézaley Syrah Diolinoir, produzido nos vinhedos de Lausanne!Vinorama Lavaux 2

 

Como chegar aos vinhedos de Lavaux na Suíça

*DE CARRO – pela rodovia de Vevey ou Belmont, entre no exit Route de Lac. Eu visitei Lavaux de carro a partir de Montreux, onde me hospedei no Grand Hôtel Suisse Majestic. Mas você pode chegar a partir de Lausanne ou de Vivey , tanto de carro como de trem.

*DE TREM – a linha de trem da rota de Lavaux (que faz o percurso de Lausanne, Montreux, Martigny e Brig) está entre as 10 mais belas da Suíça. O caminho é belíssimo. De um lado da janela, está o cristalino Lago de Genebra. E, do outro, os vinhedos em terraços, que desde 2007 foi considerado Patrimônio Mundial da UNESCO. Recomenda-se descer na estação de Rivaz e atravessar por baixo para o outro lado, subindo pela estradinha que funciona como rua principal do  vilarejo encravado na encosta.

Viajando de trem com Swiss Pass de Lausanne para Montreux, a vista dos vinhedos de Lavaux

Viajando de trem com Swiss Pass de Lausanne para Montreux, a vista dos vinhedos de Lavaux

Para quem quiser, há passeios específicos e guiados como:

TREM LAVAUX EXPRESS
Uma forma muito procurada pelos visitantes é o passeio no Lauvaux Express , um trenzinho aberto e com rodas (disponível de abril a outubro) que faz um tour pelas principais atrações da região. Site: www.lavauxexpress.ch/en

TREM LAVAUX PANORÂMICO
Lavaux Panorâmico que funciona aos finais de semana. Ele parte da cidade de Chexbrex e faz paradas para tours em Chardonne, Rivaz e St-Saphorin. Na alta temporada (maio a outubro) o trem também funciona às quartas-feiras. Site: www.lavaux-panoramic.ch

DE BIKE:
Um das empresas especializadas que faz tour em vários locais na Suíça é a Bike Switzerland. Site: www.bikeswitzerland.com

Todas as informações e tours guiados estão disponíveis no Centro de Informações de Turísticas de Montreux (Rue du Théâtre 5 ).

A PÉ: Muita gente aproveita para unir o passeio com atividade física. O hiking é um esporte muito praticado na Europa e por isso há tours guiados para os aventureiros dispostos a escalar as montanhas dos vinhedos (também é possível pegar o mapa no centro de info turísticas e sair sem guia pela região ).

O trenzinho de rodas do Lavaux Express. Crédito Foto: stie www.lavauxexpress.ch

O trenzinho de rodas do Lavaux Express. Crédito Foto: stie www.lavauxexpress.ch

Lavaux Swiss Experience

De carro pelas ruelas das vilas de Lavaux

De carro pelas ruelas dos vilarejosde Lavaux

 

unnamed
A DICA DO CAFÉ VIAGEM EM LAVAUX

 

Eu fiz a visita de Lavaux de carro. Além de não ter muito tempo, tinha uma guia turística (Angela Bonetti) a minha disposição. Daquelas coisas que acontecem em viagem e ficam para sempre: a guia (que conheci naquele dia) foi uma pessoas mais queridas e incríveis que conheci durante a minha viagem. Não sei se era o clima de Lavaux, a sua origem italiana ou os vinhos que degustamos juntas. Só sei que ao final do dia fui convidada pela Angela para um jantar com seus melhores amigos brindando a vida em um lugar com uma vista fantástica do Lago: La Lagune.

Conversa daqui, conversa de lá, descobri que a Angela (além de guia turística freelancer) é proprietária de uma pousada com vista para o Lago em Chamby, a 2 Anges. Por lá, ela fornece (além de sua simpatia nata) dicas especiais da região para seus hóspedes.

Já na Alemanha (meu outro destino nessa viagem) fiz outra grande amizade com uma jovem suíça. Bebemos vinhos juntas durante  Museumsuferfest  de Frankfurt. Conversa daqui, conversa de lá (pasmem !!!), minha amiga fazia parte de uma família produtora de vinhos orgânicos de Lavaux, a Domaine Wannaz. Agora me fala, tenho ou não tenho que voltar logo para Lavaux ?

Vinhedos de Lavaux Suica (10)

Roteiro vinhedos Lavaux Suica (2)

 

unnamed-1

Pesquise hotéis

Hotéis recomendados e tarifas na região de Lavaux, Montreux e Vevey 

=> Nossa dica de hotel na região: veja aqui
=> Dica de hotel de um amigo que vive na Suíça!
“Em termos de hotéis, se puder visitar, o melhor da região é o Grand Hotel du Lac en Vevey.
O serviço é excepcional, muito íntimo é familiar. O brunch no domingo é excepcional. ”

unnamed-1

SAIBA MAIS

 

Para mais informações sobre a região, consulte:
Montreux-Vevey Tourisme
Rue du Théâtre 5   |  Montreux
Tel. +41 (0)84 886 84 84
Fax +41 (0)21 962 84 86
» info@montreuxriviera.com
» www.montreuxriviera.com
»www.lavaux-unesco.ch
»www.montreux-vevey.com
»www.lake-geneva-region.ch

*Durante o evento Marchés Folkloriques de Vivey (que acontece em agosto) é possível provar todos os vinhos de Lavaux nos sábados pela manhã!

Banner Booking

 

TODA A SÉRIE SWISS EXPERIENCE NO CAFÉ VIAGEM 

O post índice com todas as dicas e roteiros da Suíça

Genebra
 | Carouge |  Lausanne | Interlaken | Jungfraujoch |  Zurique |  Lavaux | Montreux
Roteiro Pré-Alpes Fribourg: Trem do Chocolate + Gruyère + Broc + Charmey

Voando de econômica com a Swiss Internacional Air Lines 

Voando de executiva com a  Swiss Internacional Air Lines
A facilidade de viajar pela Suíça com o SWISS PASS

Emoções de um Verão na Suíça

Sobre a  SWISS Experience, leia aqui.
O Roteiro completo de 7 dias pela Suíça francesa (Friburgo e Lago de Genebra)

Este post faz parte do roteiro de verão pela Suíça que fiz no projeto SWISS Experience. Cheguei na Europa por Zurique num voo da @SwissInternacionalAirlines. De lá, parti de trem para a região do Lago de Genebra e Fribourg onde fiquei 6 dias visitando Genebra, Lausanne, Montreux, Lavaux e os vilarejos de Broc, Le Gruyère e Charmey. Na segunda semana, conheci Zurique, Thun e a região no entorno de Interlaken. O post a seguir apresenta o meu passeio pelos surpreendentes vinhedos de Lavaux.

*Alexandra Aranovich, autora do Café Viagem, viajou para a Suíça a convite da Swiss International Air Lines com o apoio da Switzerland Tourism no projeto  SWISS Experience.   

  • Compartilhe
Alexandra Aranovich
Alexandra Aranovich
A autora dos textos e fotos do blog é publicitária e faminta por viagens e experiências gastronômicas. Além do Café Viagem, é colunista do Caderno Vida do jornal Zero Hora, autora do Guia Essencial Gramado e Canela da Pulp e do blog Destemperadinhos. Mora em Porto Alegre, mas vive por aí com o coração no mundo, sonhando com o próximo destino.
12
mar
15
Deixe o seu comentário!
  1. Angela Teresa Rispoli13/03/2015 - 16:17

    visitei o Vinorama vindo de trem de Vevey.Tambem fui atendida pelo portugues Luis!uma visita maravilhosa!

    • Alexandra Aranovich13/03/2015 - 16:26

      Oi Angela

      Obrigada pelo teu comentário. Achei a ideia desse local muito boa. Une várias infos que o turista precisa (além dos vinhos locais para degustar e comprar). Certo?
      Beijos grandes
      Alexandra

  2. Bóia16/03/2015 - 10:21

    Oi, Alê. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

  3. Maria jose24/06/2015 - 20:11

    Dicas preciosas. Concordo com Você, é um lugar muito belo e romântico. Vi os vinhedos pela primeira vez, quando fui de Interlaken a Lauseane de trem, o legal é que o trem passa lá em cima, vista deslumbrante(se fizer esse trajeto escolha a poltrona do lado esquerdo), é inesquecível. Fiz uma bate e volta de Lauseane, mas sem programação, não consegui ver quase nada. Na próxima usarei suas dicas.